Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 26/12/2019

No ´molho´ até fevereiro

Abaixo o voto

No frenesi das festas natalinas, foi publicada uma edição extra do Diário Oficial da União com uma medida provisória (MP) do presidente Jair Bolsonaro define que a ´última palavra´ sobre a nomeação de reitores em universidades federais será do presidente da República.

O alcance se estende aos reitores dos Institutos Federais de Educação – os IFs.

Tradução

Ou seja, o presidente poderá não acatar o nome vencedor da lista tríplice de candidatos apresentada por cada instituição, o que na prática já foi feito algumas vezes este ano.

O detalhe

Na formação das listas tríplices, o peso dos docentes é de 70%; dos servidores técnico-administrativos é 15%; e do alunado 15%, proporcionalmente.

Garimpo

A coluna cultiva a tradição de publicar anualmente, no dia 26 de dezembro, o resumo das pregações do papa inerentes à celebração do Natal.

É o que segue, começando pela missa celebrada na noite do dia 24.

Transformador

“É o amor divino, o amor que transforma a vida, renova a história, liberta do mal, infunde paz e alegria. Esta luz é Jesus.

Amor ilimitado

“Enquanto aqui, na terra, tudo parece seguir a lógica do dar para receber, Deus chega de graça. O seu amor ultrapassa qualquer possibilidade de negócio: nada fizemos para o merecer, e nunca poderemos retribuí-lo”.

Compulsório

“O Natal nos lembra que Deus continua a amar todo o homem, mesmo o pior. Este amor independe de nossas obras, boas ou ruins. O seu amor é incondicional.

Perseverar

“Não perder a esperança, não pensar que amar seja tempo perdido.

O que importa

“Diante desta graça de Deus, não nos resta que acolher este dom entregando-se a Ele. Não há desculpas: os problemas da vida, os erros da Igreja, o mal que existe no mundo. Tudo passa em segundo plano diante do amor de Jesus por nós.

Agradecer

“Frequentemente, porém, as nossas vidas transcorrem alheias à gratidão. Hoje é o dia justo para nos aproximarmos do sacrário, do presépio, da manjedoura, e dizermos obrigado.

Gesto

“Não esperemos que o próximo se torne bom para lhe fazermos bem, que a Igreja seja perfeita para a amarmos, que os outros tenham consideração por nós para os servirmos. Comecemos nós. Isto é acolher o dom da graça.”

Benção do dia de Natal

É a chamada mensagem Urbi et Orbi (à cidade de Roma e ao mundo), proclamada no dia 25.

Significado

“Nesta noite, do ventre da mãe Igreja, nasceu de novo o Filho de Deus feito homem. O seu nome é Jesus, que significa Deus salva.

Salvação

“O Pai, Amor eterno e infinito, enviou-O ao mundo, não para condenar o mundo, mas para o salvar (cf. Jo 3, 17).

Corporificação

“Aquele Menino, nascido da Virgem Maria, é a Palavra de Deus que Se fez carne; a Palavra que guiou o coração e os passos de Abraão rumo à terra prometida, e continua a atrair aqueles que confiam nas promessas de Deus (…) É Palavra mais luminosa do que o sol.

Luz

“É verdade que há trevas nos corações humanos, mas é maior a luz de Cristo; há trevas nas relações pessoais, familiares, sociais, mas é maior a luz de Cristo; há trevas nos conflitos econômicos, geopolíticos e ecológicos, mas é maior a luz de Cristo.

Prece

“Que Jesus Cristo seja luz para tantas crianças que padecem a guerra e os conflitos no Médio Oriente e em vários países do mundo; seja conforto para o amado povo sírio, ainda sem o fim à vista das hostilidades que dilaceraram o país nesta década.

Espera

“Que o Senhor Jesus seja luz para a Terra Santa, onde Ele nasceu, Salvador do homem, e onde continua a expectativa de tantos que, apesar de cansados mas sem se perder de ânimo, aguardam dias de paz, segurança e prosperidade.

Américas

“Que o Menino pequerrucho de Belém seja esperança para todo o continente americano, onde várias nações estão a atravessar um período de convulsões sociais e políticas.

Benção

“Que o Senhor abençoe os esforços de quantos se empenham em favorecer a justiça e a reconciliação e trabalham para superar as várias crises e as inúmeras formas de pobreza que ofendem a dignidade de cada pessoa.

Conforto

“Que Jesus seja conforto para quantos padecem por causa das violências, calamidades naturais ou emergências sanitárias; dê consolação a todos os perseguidos por causa da sua fé religiosa.

Amparo

“Que o Filho de Deus, descido do Céu à terra, seja defesa e amparo para todos aqueles que, por causa destas e outras injustiças, devem emigrar na esperança duma vida segura. É a injustiça que os obriga a atravessar desertos e mares, transformados em cemitérios; é a injustiça que os obriga a suportar abusos indescritíveis, escravidões de todo o género e torturas em campos de detenção desumanos; é a injustiça que os repele de lugares onde poderiam ter a esperança duma vida digna e lhes faz encontrar muros de indiferença.

Sensibilizar

“Que o Emmanuel seja luz para toda a humanidade ferida. Enterneça o nosso coração frequentemente endurecido e egoísta e nos torne instrumentos do seu amor.

Pedido final

“Através das nossas frágeis mãos, vista os pobres que não têm nada para se cobrir, dê o pão aos famintos, cuide dos enfermos. Pela nossa frágil companhia, esteja próximo das pessoas idosas e de quantas vivem sozinhas, dos migrantes e dos marginalizados”.

Vai esperar…

A ministra Maria Thereza de Assis Moura, vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça, determinou o encaminhamento à ministra Laurita Vaz do recurso da Procuradoria-Geral da República que pede a revisão do habeas corpus que livrou da prisão o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), preso na semana passada por ocasião da 7ª fase da Operação Calvário.

… A relatora

Laurita Vaz é relatora do caso na Corte, e só julgará o agravo após o fim do recesso do Judiciário, em fevereiro, segundo o ´Estadão´.

Situando

Sábado último, durante o Plantão Judiciário, o ministro Napoleão Nunes Maia Filho (STJ) determinou a soltura imediata ao ex-governador, decisão que ainda favoreceu Claudia Veras, Francisco Chagas Ferreira e David Clemente Correia.

Quem é quem

Claudia foi secretária de saúde durante o governo de RC; Francisco é apontado como ‘laranja’ do ex-secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão da Paraíba, Waldson Souza; e David seria operador de uma das organizações envolvidas no esquema.

Razões para o despacho

“Determino, tão logo se inicie o ano judiciário, o encaminhamento urgente deste recurso à eminente relatora, a quem caberá a sua análise e, inclusive, eventual reconsideração da decisão impugnada”, escreveu a ministra Thereza.
Ela justificou: “Não vislumbro competência para, em decisão unipessoal, determinar a procedência de recurso de agravo que deve ser julgado pelo órgão colegiado, ou reconsiderado pela relatora do feito.”

A oposição continua a duvidar da briga no PSB/PB...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube