Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 13/04/2020

“Não é tempo para a indiferença”

Pit stop

Em meio à sua dedicação intensiva ao enfrentamento ao coronavírus, o médico Geraldo Medeiros, secretário de Saúde do Estado, fez uma rápida pausa, dia 3 último, e se filiou ao partido do governador (Cidadania), ficando com condições de elegibilidade para disputar a Prefeitura de Campina Grande este ano.

Vacilo

Por falar no secretário de Saúde, no final de semana ele alertou que “as pessoas têm afrouxado nessas últimas horas o período de quarentena, e isso é preocupante. Estão nas praias, fazendo exercícios na orla, no Açude Velho em Campina Grande. É preocupante”.

Nada a ver

O médico sublinhou que isolamento social não é sinônimo de ‘colônia de férias’.

Faça a sua parte

“Ampliação de leitos, testes rápidos, cloroquina… Nada vai adiantar se não houver o isolamento. Reforçamos o pedido de isolamento social pois, do contrário, acontecerá o que a gente vem tentando evitar, que é o colapso na rede de saúde”, reforçou o secretário.

Iniciativa

O banco Itaú/Unibanco deve anunciar hoje uma doação de R$ 1 bilhão para ajudar no combate à Covid-19.

Segundo o jornal O Globo, o dinheiro vai para a fundação do banco e será administrado por um conselho de profissionais da saúde.

O detalhe

Segundo o jornal, será a maior iniciativa filantrópica já ocorrida no Brasil.

A voz…

O Conselho Federal de Medicina deverá se manifestar nos próximos dias sobre o uso da famosa (e polêmica) cloroquina para o tratamento do coronavírus.

… Dos especialistas

A entidade já avisou ao Ministério da Saúde, de acordo com o jornal Folha de São Paulo, que não encontrou na literatura científica nenhum estudo que comprove que o remédio funcione para o tratamento.

´Derramou´

O mesmo jornal noticiou que a Secretaria Nacional do Consumidor, ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, vai investigar possível aumento abusivo no preço do leite após o início do isolamento social.

O detalhe

Em algumas regiões do país, o preço do leite já chegou a subir até 50% nas últimas semanas.

Pulo

Ainda a ´Folha´. O número de acordos entre patrão e empregado para redução da jornada, com corte proporcional de salário, ou suspensão temporária do contrato na crise do coronavírus, saltou para 290 mil até o último dia 9.

Igreja no lar

Merece registro – e aplauso à direção e aos profissionais envolvidos na operação – o ineditismo das transmissões das celebrações da Semana Santa, através de TV aberta, realizadas pela TV Itararé (canal 18.1) em Campina Grande, ao vivo.

O detalhe

No final da manhã do domingo, a TV Itararé transmitiu uma bênção especial de Dom Dulcênio Fontes de Matos no 1º andar (sacada) da catedral diocesana.

Na hora certa

A Fundação Assistencial da Paraíba (Hospital da FAP), em momento de evidente necessidade, recebeu a liberação de uma emenda ao Orçamento Geral da União (OGU) de R$ 1 milhão 580 mil, de iniciativa do deputado federal Julian Lemos (PSL).

O detalhe

Em contato com APARTE, Julian disse que já encaminhou uma emenda de R$ 500 mil para o Hospital Pedro I (PMCG).

Santo padre

São sempre sábias e alentadoras as palavras e reflexões do papa Francisco, ainda mais no período da Semana Santa e em tempos de pandemia mundo afora.

A seguir, trechos de sua pregação na Vigília Pascal.

Ansiedade

“{Terminado o sábado} (Mt 28, 1), as mulheres foram ao sepulcro. O Evangelho desta santa Vigília começa assim: com o sábado. Este é o dia do Tríduo Pascal que mais descuramos, ansiosos de passar da cruz de sexta-feira à aleluia de domingo.

Ontem…

“Este ano, porém, damo-nos conta, mais do que nunca, do sábado santo, o dia do grande silêncio; podemos rever-nos nos sentimentos que tinham as mulheres naquele dia. Como nós, tinham nos olhos o drama do sofrimento, duma tragédia inesperada, que se verificou demasiado rapidamente. Viram a morte e tinham a morte no coração.

… E hoje

“À amargura, juntou-se o medo: acabariam, também elas, como o Mestre? E depois os receios pelo futuro, carecido todo ele de ser reconstruído. A memória ferida, a esperança sufocada. Para elas, era a hora mais escura, como o é hoje para nós.

Não ceder

“Contudo, nesta situação, as mulheres não se deixam paralisar. Não cedem às forças obscuras da lamentação e da lamúria, não se fecham no pessimismo, nem fogem da realidade. No sábado, realizam algo simples e extraordinário: nas suas casas, preparam os perfumes para o corpo de Jesus.

Sem renunciar

“Não renunciam ao amor: na escuridão do coração, acendem a misericórdia. Nossa Senhora, no sábado – dia que Lhe será dedicado –, reza e espera. No desafio da tristeza, confia no Senhor.

Germinar

“Jesus, como semente na terra, estava para fazer germinar no mundo uma vida nova; e as mulheres, com a oração e o amor, ajudavam a esperança a desabrochar.

Exemplos

“Quantas pessoas, nos dias tristes que vivemos, fizeram e fazem como aquelas mulheres, semeando brotos de esperança com pequenos gestos de solicitude, de carinho, de oração!

Conquista

“Nesta noite, conquistamos um direito fundamental, que não nos será tirado: o direito à esperança. É uma esperança nova, viva, que vem de Deus. Não é mero otimismo, não é uma palmada nas costas nem um encorajamento de circunstância. É um dom do Céu, que não podíamos obter por nós mesmos.

Irresignação

“Jesus, que derrubou a pedra da entrada do túmulo, pode remover as rochas que fecham o coração. Por isso, não cedamos à resignação, não coloquemos uma pedra sobre a esperança. Podemos e devemos esperar, porque Deus é fiel. Não nos deixou sozinhos, visitou-nos: veio a cada uma das nossas situações, no sofrimento, na angústia, na morte.

Não desistir

“Minha irmã, meu irmão, ainda que no coração tenhas sepultado a esperança, não desistas! Deus é maior. A escuridão e a morte não têm a última palavra. Coragem! Com Deus, nada está perdido.

Espera

“Seja qual for a tristeza que habite em nós, sentiremos o dever de esperar, porque convosco a cruz desagua na ressurreição, porque Vós estais conosco na escuridão das nossas noites: sois certeza nas nossas incertezas, Palavra nos nossos silêncios.

Missionários

“Como é belo ser cristãos que consolam, que carregam os fardos dos outros, que encorajam: anunciadores de vida em tempo de morte!

Basta

“Façamos calar os gritos de morte: de guerras, basta! Pare a produção e o comércio das armas, porque é de pão que precisamos, não de metralhadoras. Cessem os abortos, que matam a vida inocente. Abram-se os corações daqueles que têm, para encher as mãos vazias de quem não dispõe do necessário.

Mensagem

No domingo, na tradicional bênção Urbi et Orbi (à cidade de Roma e ao mundo, Francisco insistiu na tecla da solidariedade de fraternidade.

Ninguém…

“Para muitos, é uma Páscoa de solidão, vivida entre lutos e tantos incômodos que a pandemia está causando, desde os sofrimentos físicos até aos problemas econômicos.

… Está só

“Esta epidemia não nos privou apenas dos afetos, mas também da possibilidade de recorrer pessoalmente à consolação que brota dos Sacramentos, especialmente da Eucaristia e da Reconciliação. Mas o Senhor não nos deixa sós!

Não há espaço

“Este não é tempo para a indiferença, porque o mundo inteiro está sofrendo e deve sentir-se unido ao enfrentar a pandemia (…) Este não é tempo para egoísmos, pois o desafio que enfrentamos nos une a todos e não faz distinção de pessoas.

Banimento

“Palavras como indiferença, egoísmo, divisão, esquecimento não são as que queremos ouvir neste tempo. Mais: queremos bani-las de todos os tempos!”

É preciso cantar

“´Entreguei a minha vida pela salvação de todos´
Reconstrói, protege a vida de indefesos e inocentes:
onde morre o teu irmão, Eu estou morrendo nele.
´Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido´
Busca, salva e reconduze a quem perdeu toda a esperança: onde salvas teu irmão, tu Me estás salvando nele”.

(cântico religioso)

Feliz tempo Pascal para todos nós!...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube