Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 22/10/2020

Mais lenha na briga petista

O que vem por aí

Um estudo contratado pelo Fórum Econômico Mundial, chamado de “O Futuro do Emprego 2020”, calcula que a automação deverá destruir ao menos 85 milhões de empregos nos próximos cinco anos, em grandes e médias empresas, em 15 setores industriais e 26 economias, incluindo a brasileira, pela mudança na divisão do trabalho entre humanos e máquinas.

Em ascensão

Em sentido oposto, conforme destacou o jornal Valor Econômico, serão criados 97 milhões de novos empregos em áreas como cuidados de saúde, tecnologias da quarta revolução industrial, economia verde, criação de conteúdo, novas tarefas na engenharia, computação em nuvem e desenvolvimento de produtos.

´Pendurada´

A única candidatura a prefeito de Campina Grande ainda não homologada pela Justiça Eleitoral é a de Artur Bolinha (PSL), por conta da pendência inerente à sua companheira de chapa, a médica Annelise Meneguesso.

Descumprimento

O promotor eleitoral da 16ª Zona, Otoni Lima de Oliveira, se posicionou pela impugnação, sob a alegação de desrespeito ao período de desincompatibilização fixado pela legislação.

Saída só…

O representante do Ministério Público Eleitoral menciona em seu parecer que a requerente “juntou cópia do requerimento de exoneração do cargo que ocupava. No entanto, há prova nos autos de que continuou comparecendo à sede do hospital público em que prestava serviços e praticando atos inerentes ao cargo de médica, procedendo com atendimentos e consultas entre os dias 12 de agosto e 2 de setembro”.

… No papel

Ainda conforme Otoni, “houve a formalização do pedido de afastamento, mas não ocorreu a desincompatibilização de fato”.

Última forma

A Federação das Indústrias da Paraíba cancelou o encontro com os prefeitáveis de João Pessoa que estava previsto para esta sexta-feira.

Na ´geladeira´

A mesa diretora da Câmara Municipal de João Pessoa decidiu que a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021 só será votada após o período eleitoral.

Protocolo

O instituto de pesquisa Opinião registrou na justiça eleitoral a realização de uma pesquisa sobre a sucessão campinense.

Susto

O ex-senador Ivandro Cunha Lima foi cirurgiado ontem, após sofrer um acidente doméstico que resultou em uma fratura no fêmur.

Situação

Ele passaria a noite em observação, na UTI do Hospital Antonio Targino, e hoje de manhã deverá ser transferido para um apartamento.

Da boca de…

“… Sou seu leitor (coluna Aparte) desde que me entendo por gente…” (prefeitável campinense Olímpio Rocha, do PSOL).

Outro…

O governo federal anunciou um processo de licitação para fazer uma extensão da transposição das águas do Rio São Francisco.

… Braço

O novo trecho terá 115 quilômetros de extensão, a um custo estimado de R$ 1 bilhão 770 milhões.

Destino

Vai levar água para a região do Apodi, no Rio Grande do Norte, local em que será implantado um polo de fruticultura.

Demanda em alta

Oferta limitada de garrafas e potes de vidro.

Eis o que sinaliza o mercado nacional de alimentos e bebidas.

Da boca de…

“… De segurança pública quem mais entende sou eu…” (Sargento PM Wellington, candidato a vice-prefeito na chapa liderada por Ana Cláudia Vital do Rêgo – Podemos/CG).

Um ´batalhão´

De acordo com o portal UOL, o Brasil tem este ano um número recorde de candidatos policiais e militares concorrendo a cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador.

São 7.258 postulantes a cargos públicos.

Perfil

A maior parte desses candidatos concorre por partidos de direita ou centro-direita: 87% do total.

Distribuição

O partido campeão nesse perfil é o PSL, que terá nas urnas 683 postulantes policiais ou militares.

Em segundo lugar, aparece o Republicanos, com 457, seguido de perto pelo PSD, que lançou 455 pessoas a cargos.

Protesto

“Não se pode politizar um assunto como esse. Eu tenho dito e repetido: vacina não tem partido político, não existe vacina de esquerda ou de direita, não interessa onde essa vacina foi fabricada”.

Autoria

Governador João Azevedo, ao lamentar a decisão de ontem do presidente Bolsonaro de sustar a compra de 46 milhões de doses de vacina junto ao Instituto Butantan, por ser ligado ao governo de São Paulo.

Propagação

O ´caldo´ entornou ainda mais na briga interna do PT, em João Pessoa, e envolveu outros protagonistas.

Desligamento

Cícero Gregório de Lacerda, designado pela direção nacional do PT para ser o interventor no diretório da Capital, foi exonerado pelo governador do cargo em comissão que ocupava na Secretaria da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido, comandada pelo ex-deputado petista Luiz Couto.

Distanciamento

“O companheiro João Azevêdo nem chegou a conversar com a gente sobre a política agora em 2020, sobre a política em João Pessoa. Ele se aliou a pessoas que mais prejudicaram a gente, que foi o grupo Ribeiro”, teria reagido Gregório em diálogo com companheiros de partido.

Sem cumplicidade

A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffman (PR), mirou a sua artilharia na direção do governador: “O PT não será cúmplice da armação do governo da Paraíba e da direita para prejudicar Ricardo Coutinho. É isso que significa a candidatura de Anísio Maia, que rompeu com a democracia partidária”.

Debate com os prefeitáveis campinenses: amanhã na TV Itararé...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube