Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

sexta-feira, 21/04/2017

´Mago´ segue na defensiva

A voz da caserna

Sem muita propagação, mas com conteúdo incisivo, o comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, proclamou um discurso marcante, anteontem, durante o transcurso do Dia do Exército.

“A aguda crise moral expressa em incontáveis escândalos de corrupção nos compromete o futuro. A ineficiência nos retarda o crescimento. A ausência de um mínimo de disciplina social, indispensável à convivência civilizada, e uma irresponsável aversão ao exercício da autoridade oferecem campo fértil ao comportamento transgressor e à intolerância desagregadora”, discorreu o general.

 

Ferimento

Na presença do presidente Michel Temer, Villas Bôas afirmou que a atual crise “fere gravemente a alma da nossa gente”, bem como ameaça a identidade nacional e o projeto de nação do país.

Alerta

“Interesses pessoais e corporativos estão sobrepostos ao interesse nacional (…) Não há atalhos fora da Constituição (…) O país, seu povo e seu Exército não sucumbirão ao pessimismo e à desagregação”, acentuou o comandante do Exército.

Bisturi

O deputado Rômulo Gouveia (PSD) vai se submeter, na próxima semana, a uma cirurgia para redução de peso.

Virtual

No próximo dia 1º de maio será lançado, pelo Ministério do Trabalho, um aplicativo para que as pessoas possam acessar à distância as vagas disponíveis nas agências estaduais e municipais do Sine.

Da boca de…

“… O apartamento (no Guarujá-SP) era do presidente Lula. Desde o dia que me passaram para estudar empreendimentos da Bancoop (cooperativa), já foi me dito que era do presidente Lula e sua família e que eu não comercializasse e tratasse aquilo como propriedade do presidente…” (empreiteiro Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, ontem, em depoimento ao juiz Sérgio Moro).

Imortalização

Às 19 horas da próxima terça-feira, na Biblioteca do Senado, será lançada a coleção ´Senadores da República – Discursos Memoráveis´, com o 1º volume ´Discursos do Senador Ronaldo Cunha Lima´.

Garimpo

Trechos do depoimento do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci (o ´Italiano´, na codificação da Odebrecht), ontem, ao juiz Sérgio Moro.

Oferecimento

“Fico à sua (Moro) disposição hoje e em outros momentos porque todos os nomes e situações que eu optei por não falar aqui, por sensibilidade da informação, estão à sua disposição o dia que o senhor quiser.

Detalhamento

“Se o senhor estiver com a agenda muito ocupada, a pessoa que o senhor determinar, eu, imediatamente, apresento todos esses fatos com nomes, endereços, operações realizadas e coisas que vão ser, certamente, do interesse da Lava Jato.

Volumoso

“Acredito que posso dar um caminho, que, talvez, vá dar um ano de trabalho, mas é um trabalho que faz bem ao Brasil”.

 

Consequência

O prefeito Romero Rodrigues acentuou ontem que pela própria “posição geográfica” de Campina Grande, é natural que um prefeito reeleito da cidade tenha o seu nome cogitado para disputar o governo estadual.

“Isso é um processo natural, mas não encaro essa possibilidade como uma obsessão”, afirmou.

“Fuxico”

O deputado-presidente Gervásio Maia (PSB) atribuiu a boatos “plantados por pessoas que já tiveram oportunidade de fazer pela Paraíba, mas não fizeram, e aprenderam a fazer apenas a política da fofoca e do fuxico”, as especulações sobre um desentendimento com o governador Ricardo Coutinho (PSB).

Falta de opção

“Essas pessoas têm uma dor de cotovelo muito grande porque o grupo do PSB tem trabalhado e vai trabalhar mais ainda”, assinalou Maia, insistindo que “o que restou aos nossos adversários foi plantar fuxicos e fofocas”, completou.

Questão de foco

Ao explicar, anteontem, na cidade de Boqueirão, o motivo para ter descartado inteiramente a possibilidade de disputar o governo estadual em 2018, Gervásio observou que “na verdade, eu sempre estive focado numa candidatura a deputado federal. Você não pode ter dois focos. Eu tenho dito isso sempre”.

Em aberto

“Por outro lado – prosseguiu o presidente da ALPB -, o PSB ainda não definiu candidatura de ninguém; o PSB não convidou ninguém”.

Afagos e…

Também em Boqueirão, Ricardo Coutinho falou sobre os comentários de que estaria ´inflando´ a pré-candidatura a governador de seu secretário de Infraestrutura, João Azevedo.

… Dissimulações

“Eu não vou comentar o que é que algum aliado defende ou deixa de defender. Não cabe a mim dar palpite. Como eu disse, não houve discussão sobre nomes. Se alguém colocar ou retirar o seu nome, na verdade é um gesto pessoal”, frisou.

No…

De todo modo, RC sublinhou que “a Paraíba seria extremamente feliz em ter alguém com a correção, o conhecimento e a postura de João Azevedo”.

… Condicional

“Quem me dera que os Estados brasileiros tivessem um cidadão com essa qualidade de ser gestor. Seria um avanço muito grande. Agora, o partido vai discutir no seu determinado momento”, acrescentou.

Negativa peremptória

No tocante à propalada ´desistência´ de Gervásio Maia de uma candidatura majoritária, o governador reiterou que “não houve nenhuma discussão sobre nomes. Eu, particularmente, não tive nenhuma conversa sobre isso”.

– A decisão sobre o que cada um vai disputar, cabe a cada um. E no caso dele (Maia), foi exatamente isso o que o deputado fez – finalizou Ricardo.

Os deputados estaduais de Campina Grande estão (pelo menos) vivos?...