Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 08/02/2017

Lira bateu o pé

Fim da licença

O deputado Manoel Ludgério (PSD) deseja regressar à Assembleia Legislativa. E já fez chegar essa sua intenção ao prefeito Romero Rodrigues (PSDB).

Essa movimentação implicaria no retorno à condição de suplente de Guilherme Almeida (PSC).

Abrir…

Ludgério ponderou que o seu gesto permitiria ao prefeito – “diante dos poucos cargos de 1º escalão” – convocar mais um vereador da coligação PSD/PSDB/PHS.

… Espaço

E dessa maneira propiciar o retorno ao Legislativo campinense do ex-vereador Ivan Batista (PSDB), “um homem de bem, equilibrado; uma presença essencial” na Câmara.

Da boca de…

“… Tenho sido uma voz constante junto aos ministérios para liberação de recursos, independente da minha relação com o governador Ricardo Coutinho. Sei separar minhas responsabilidades públicas das minhas diferenças partidárias…” (senador Cássio Cunha Lima, PSDB).

Condução

O ´bloco independente´ – leia-se vereadores Bruno Faustino (PSB), Sargento Neto (PRTB) e Janduhy Ferreira (PRB) – escolheu ontem o socialista como o seu líder no Legislativo campinense.

Sem radicalismo

O bloco terá “uma linha política diferente, escutando todos os lados”, explicou o líder, que admitiu estar se distanciando do posicionamento “radical” da bancada de oposição.

Sem cabresto

“Nós achamos por bem ter uma postura firme, não aceitando as posições já prontas, para serem votadas”, acentuou Bruno.

´Daqui não saio´

O vereador do PSB descartou que esteja cogitando se desligar da legenda.

“A convivência vai ser uma construção com a direção partidária”, frisou.

Sem diálogo

Bruno Faustino lamentou o fato de o PSB/CG não ter se reunido uma vez sequer desde as eleições do ano passado.

Apoio

Mesmo assim, reafirmou a sua disposição de apoiar, em 2018, a reeleição do deputado estadual Adriano Galdino (PSB).

Valsa

Sob a alegação de que ´herdou´ muitos débitos da administração anterior, o novo prefeito de Puxinanã, Felipe Coutinho (PRB), propôs parcelar os salários atrasados do magistério (cerca de R$ 250 mil) em dez parcelas mensais.

Da boca de…

“… Nossa ideia é votar tudo neste primeiro semestre. Teremos a valorização das negociações coletivas, a jornada de trabalho parcial… Meia jornada apenas para o aposentado, para quem estuda e pode dispor só de um turno…” (ministro Eliseu Padilha, do Gabinete Civil do Governo Temer, sobre a reforma trabalhista).

 

Online

A Caixa Econômica Federal irá implementar, em breve, a possibilidade de apostar nas loterias através da internet, sem a necessidade de deslocamento a uma casa lotérica.

´Vox…

O deputado-presidente Gervásio Maia (PSB) apresentou na sessão ordinária de ontem da Assembleia Legislativa um projeto de resolução para “dispor o Parlatório da Casa às representações das entidades de classe para debater seus interesses”.

… Populi´

“O Parlatório vai servir de instrumento de defesa dos interesses do povo paraibano e aproximar a Assembleia Legislativa do povo”, justificou Maia.

Cotado

O nome mais falado ontem para o Ministério da Justiça era o do advogado criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira.

Liderança

O deputado paraibano Efraim Morais foi escolhido como o novo líder da bancada do Democratas na Câmara Federal.

Ele disputou com os colegas José Carlos Aleluia (BA) e Alberto Fraga (DF).

Oxigenar

“É uma missão de muita responsabilidade liderar o partido que preside a Casa. A minha contribuição à bancada é a oxigenação das ideias e da imagem do partido”, comentou Efraim após a indicação.

Porta-voz

Ainda conforme Morais, “como representante da nova geração, o Democratas confiou a mim a missão de vocalizar as ideias e a defesa das posições do partido. E é isso que faremos”.

As voltas que…

A tese de doutorado apresentada na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, no começo da década passada, pelo professor e advogado Alexandre de Moraes, indicado pelo presidente Temer para a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal, comporta um capricho da história.

… O mundo dá

No texto acadêmico, ele defende que, na indicação ao cargo de ministro do STF, fossem vedados os que exercem cargos de confiança “durante o mandato do presidente da República em exercício”, para que se evitasse “demonstração de gratidão política”.

Ou seja

Por sua régua, Alexandre estaria impedido de assumir uma cadeira no Supremo.

Paraibano ´encara´ Renan

O senador Raimundo Lira está indócil com a postura da cúpula do PMDB com relação à sua postulação para presidir a Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Já houve quatro reuniões da bancada e nada foi resolvido.

O principal adversário de Lira, nos bastidores, é o ´sete vidas´ Renan Calheiros (AL), líder da bancada.

O paraibano já avisou que não retira o nome e quer a decisão no voto.

Quem vai juntar os ´cacos´ do PSB/CG?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube