Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

segunda-feira, 06/06/2016

Lições de um ex-ministro do STF

A caminho

Correligionários do deputado-presidente Adriano Galdino, pré-candidato a prefeito de Campina pelo PSB, aguardam para a semana que começa a adesão de mais três partidos à coligação socialista.

Vem aí

Campina Grande deverá ser contemplada nos próximos meses com uma nova livraria.

Será uma franquia da ´Leitura´.

Da boca de…

“… Rômulo Gouveia é incansável…” (Gilberto Kassab, ministro da Ciência e Tecnologia).

Professor

Marcelo Viana, 54 anos, é o pioneiro no Brasil a ganhar o Grande Prêmio Científico Louis D, principal premiação cientifica da França.

Quem é

Ele é carioca e diretor-geral do Instituto de Matemática Pura e Aplicada, organizador da Olimpíada Brasileira de Matemática.

Lamento

O que Marcelo disse ao ganhar o mérito?

“Nossa escola é terrível. Todo o sistema conspira para acabar com o gosto pela Matemática”.

Descabida

Presidente da AESA, o ex-deputado João Fernandes considerou sem sentido a polêmica estabelecida acerca da qualidade da água que está sendo fornecida pela Cagepa à população campinense.

Obediência

“A Cagepa não pode correr riscos. A empresa vai continuar cumprindo todos padrões fixados pelo Ministério da Saúde”, enfatizou João.

MPE

Um parecer do Ministério Público Eleitoral na Paraíba solicita o arquivamento da ação eleitoral contra o deputado estadual (licenciado) Tovar Correia Lima (PSDB), acusado de ter praticado crime eleitoral na campanha de 2014.

Peso

O deputado Aguinaldo Ribeiro (PB), líder do PP na Câmara Federal, declarou que o seu partido “tem uma força muito grande na Câmara e não tem como ser ignorado por quem quer que seja”.

Radiografia

O Ipsem – a previdência municipal de Campina Grande – está com 3.411 beneficiários, enquanto a PMCG tem 8.400 servidores ativos.

Ou seja, a proporção é de 2,4 servidores em atividade para cada aposentado ou pensionista.

 

Contratações

O novo prefeito de Campina, a ser eleito este ano, precisará incorporar no próximo ano cerca de 500 servidores efetivos para propiciar fôlego atuarial à previdência, até porque a projeção aponta que o número de inativos passe de 4 mil ao final de 2017.

Outro caminho

Se esse acréscimo de servidores contribuintes não ocorrer, poderá haver o que tecnicamente se chama de “segregação de massa”, que vem a ser uma ´blindagem´ do recolhimento dos novos servidores que ingressarem na PMCG, que passariam a contribuir para um novo fundo previdenciário, que ficaria intocável por muitos anos.

Ordem do dia

Não custa lembrar que a questão previdenciária é um desafio nacional.

Complementações

Atualmente, a Prefeitura de João Pessoa faz um repasse extra (além do recolhimento regular mensal da parte patronal) de aproximadamente R$ 4 milhões para ´fechar´ a folha dos inativos.

Aporte

No caso do governo estadual, o complemento mensal para quitar a folha dos inativos da PB-Prev é da ordem de R$ 40 milhões.

Em aberto

Informações da administração estadual chegadas à Coluna dão conta de que o atraso no repasse de recursos (pagamento de bolsas de estudo) à Escola Técnica Redentorista ocorre devido à pendência na prestação de contas do ano passado.

Publicação

A deputada Daniella Ribeiro (PP) está solicitando ao governo estadual que seja disponibilizada na internet a lista com os nomes de todos os inscritos para casas da Cehap no Estado, assim como a data da inscrição.

Da boca de…

“… O Ministério das Cidades foi o maior passador de cheques sem fundo do planeta…” (deputado Bruno Araújo, PSDB-PE, atual titular da Pasta).

Acima da superfície

Na percepção do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, existe outra “forma de ver nossa atual realidade”.

– Penso que a democracia brasileira passa por uma fase que é de freio de arrumação. Freio de arrumação de métodos e condutas para que ela possa prosseguir mais decididamente ainda na direção do seu próprio centro. Um freio de arrumação que só não machuca quem estiver com o cinto de segurança da transparência, da honestidade e do dever de casa devidamente cumprido – discorreu Ayres.

A escolha dos vices de afunila...
Simple Share Buttons