Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 21/07/2020

Levante das estatais

Pulando etapas

O prefeitável Artur Bolinha Almeida (PSL) anunciou ontem o que denominou de primeiro nome de seu secretariado – caso vença as eleições majoritárias em Campina Grande.

É o do professor Pedro Cézar, da UEPB, consultor licenciado da empresa de pesquisas 6Sigma.

´Bolinha´ adiantou que já convidou três outros nomes para a sua equipe, e que deseja anunciar quase todos os auxiliares que reuniria em sua equipe até o período das convenções – começo de setembro.

Objetivo

Pedro Cézar disse que a sua meta, caso tenha a oportunidade de comandar a SEC, é colocar a educação de Campina entre as quatro melhores do Estado até o final do mandato de quatro anos.

Da boca de…

“… Enquanto nossos adversários se digladiam para ser candidato a prefeito, o PSL se une para anunciar aqueles que vão cuidar de Campina…” (advogado André Freitas, secretário-geral do PSL/PB).

Cacifando

Por falar no PSL, a legenda busca formar um bloco na Câmara dos Deputados, com parlamentares do PTB e Pros, visando ter apoio para lançar um candidato à presidência da Casa.

´Baraúna´

Com disposição, sobriedade e espírito público, a professora Margarida da Motta Rocha, ex-secretária de Educação de Campina Grande, foi novamente escolhida para presidir a APAE (Associação de Pais e Amigos de Excepcionais) local.

Nova casa

Os jornalistas Sidney Rezende e Alexandre Garcia, ex-contratados da Rede Globo, vão estrear na próxima semana no canal CNN Brasil.

O detalhe

Nesse período de pandemia, o sinal do canal CNN está aberto (577) nas TVs por assinatura.

Eleições 2020

O procurador regional eleitoral, Rodolfo Alves, é o entrevistado de hoje à noite no programa Ideia Livre da TV Itararé (canal 18.1 ou pela internet – www.tvitarare.com.br), logo depois do Jornal da Cultura (22h).

Tributar

O ministro Paulo Guedes (Economia) pretende taxar os dividendos (lucros das empresas distribuídos com os sócios) em 12%, com crescimento gradual até 27,5%

Seria a 1ª etapa da reforma tributária.

Da boca de…

“… Um grande fazedor e construtor de amizades. Isso foi demonstrado pelo seu trabalho na Assembleia, que em pouco tempo o tornou uma das grandes lideranças na articulação e (na arte) de fazer a boa política, sem ódio, sem revanchismo…” (Bevilacqua Matias, prefeito de Juazeirinho e irmão do deputado Genival Matias, que faleceu no domingo).

Vida que segue

O deputado Anísio Maia (PT) passa a ser deputado efetivo com a morte de Genival Matias.

O petista já estava no exercício do mandato devido ao afastamento do deputado Felipe Leitão, que ocupa uma secretaria no Poder Executivo.

O detalhe

O deputado e ex-prefeito de Queimadas Jacó Maciel ocupará uma cadeira interinamente.

Cola

O governador do Maranhão (e desde já presidenciável) Flávio Dino (PCdoB) começou a articular uma fusão entre o seu partido e o PSB, sob o argumento de que a junção daria condições estruturais e políticas para respaldar uma candidatura presidencial.

Perenidade

20 dos 27 governadores – João Azevedo (PB) entre eles –  divulgaram uma nota conjunta, ontem, expressando que “diante do iminente término da vigência do Fundo da Educação (Fundeb), faz-se necessária a urgente aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição – PEC que o torne permanente, eleve a participação da União no financiamento da educação básica e dialogue com as metas e estratégias previstas no Plano Nacional de Educação”.

Assunto…

“Eu não toco no assunto com o governador (João Azevedo). Ele e o seu partido (Cidadania) devem ficar à vontade para fazer a escolha”.

… ´Proibido´

Foi o que disse o senador Veneziano Vital (PSB) acerca da sucessão campinense no âmbito das oposições.

Palanque

Do alto de seus 85 anos, a deputada paraibana Luíza Erundina (PSOL) foi indicada, no domingo, para ser candidata a vice-prefeita de São Paulo na chapa a ser encabeçada pelo ex-presidenciável Guilherme Boulos (PSOL).

´Rebelião´

As companhias estaduais de saneamento se revoltaram contra o veto presidencial que proibiu a renovação de seus contratos de programa por mais 30 anos.

Contestação

Embora exista uma mobilização para derrubar a mudança, as estatais já se articulam para entrar na Justiça contra essa alteração no texto do novo marco legal do saneamento.

Cotação

A renovação de contratos é vista como uma forma de aumentar o valor de empresas que podem ser eventualmente ser privatizadas.

Ir à luta

“Foi feito um acordo na Câmara Federal para permitir a renovação. Já havia inclusive uma série de negociações em curso entre as companhias e as prefeituras. Não vamos abrir mão desse ponto e, se passar, vamos para a discussão judicial”, afirmou Marcus Vinícius Neves, presidente da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) e da Cagepa, em recente entrevista ao jornal Valor Econômico.

E se a disputa na base governista em Campina for levada até as convenções?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube