Fechar

logo
logo

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 14/10/2021

O médico sem anestésico

Para conter greves

O Ministério da Economia está programando a criação de incentivos financeiros para os caminhoneiros autônomos renovarem os veículos mais velhos.

Até as multas

A iniciativa deverá englobar o perdão de débitos de veículos mais antigos (dos caminhoneiros) junto ao governo federal, incluindo até mesmo os oriundos da Polícia Rodoviária Federal – limitado ao valor de R$ 5 mil.

Balas…

“Na vida nunca menti. Mas errei algumas vezes. Uma delas quando lutei contra o impeachment de uma das pessoas mais incompetentes, inapetentes e presunçosas que já passaram pela presidência. Claro, que estou falando de você, Dilma”.

Presidenciável Ciro Gomes (PDT), em seu perfil nas redes.

… Trocadas

“Ciro Gomes está tentando, de todas as formas, reagir à sua baixa aprovação popular. Mais uma vez mente de maneira descarada, mergulhando no fundo do poço. O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas”.

Ex-presidente Dilma, também por intermédio das redes sociais

No radar

Entrou em pauta, em nível de bancadas no Congresso Nacional, a possibilidade de fusão do PP e do PL (ex-PR).

Situando

Na Paraíba, o PP é comandado pelo deputado Aguinaldo Ribeiro, e o PL pelo deputado Wellington Roberto.

Semelhanças

Na avaliação do deputado Tião Gomes (Avante), o episódio que envolveu na última sexta-feira o governador João Azevedo e sua secretária Ana Cláudia Vital do Rêgo “foi muito parecido com o episódio do Clube Campestre”.

Contexto

O ´caso Campestre´ ocorreu há alguns anos e marcou o rompimento entre os ex-governadores Ronaldo Cunha Lima e José Maranhão.

Dois caminhos

“Há muito tempo Veneziano demonstra o interesse de ser candidato a governador, ou obrigar João Azevedo a entregar a vaga de vice à sua esposa (Ana Cláudia)”, avaliou Tião.

“O senador só se preocupa em procurar o espaço dele”, emendou.

Premeditado

O deputado estadual da base governista disse na Rádio Caturité FM que “esse episódio (da 6ª feira) foi todo programado (…) Ana Claudia não fez aquilo dela mesmo. Foi tudo preparado”.

Lacuna

Tião recordou que as recentes visitas do governador a Campina Grande foram marcadas pela ausência do senador aliado, que apresentou “desculpa boba, que ninguém aceita”.

Emblemática

“Especialmente essa última (visita). Deixar de estar em Campina para estar em Imperatriz no Maranhão…”, acrescentou.

O que prende

O governista assinalou que “infelizmente, os empregos do senador são muitos, mais de 500, e ele não quer entregar”.

´Hora H´

Tião Gomes afirmou que “chegou o momento de ele (senador) decidir se quer ficar no governo ou não”.

“Se eu fosse João, já teria botado todo mundo no meio da rua”, bradou.

Distanciamento

A senadora Daniella Ribeiro (PP) comentou ontem que o senador Veneziano “se afasta” de João Azevedo como se o governador “fosse um leproso”.

Ação, mas com…

Acerca do episódio entre o governador e a esposa de Veneziano (Ana Claudia), a senadora disse que “achei correto ela se levantar e sair” (do local da solenidade).

… Consequência

“Mas entregue os cargos (no governo). Você tem que ter brio”, asseverou na ´Arapuan FM´.

Sermão

“Hoje é o Dia das Crianças. Vamos abraçar os nossos pobres e também nossas autoridades para que juntos construamos um Brasil pátria amada. E para ser pátria amada não pode ser pátria armada”.

Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida (SP), no dia da padroeira do Brasil, anteontem.

Reação

Resposta do presidente Bolsonaro ao arcebispo: “Antes no Brasil só bandido tinha arma de fogo”.

De braçadas

Na Ilha de Fernando de Noronha (PE) o preço da gasolina está a R$ 9,10 o litro.

Impactar

O relatório da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos precatórios, assinado pelo deputado paraibano Hugo Motta (REP) vai surpreender.

Freio

O texto vai limitar, como era esperado, o valor a ser destinado nos próximos anos pelo poder público para o pagamento de dívidas reconhecidas pelo Judiciário, e cuja quitação foi determinada expressamente.

O detalhe

A medida deverá represar esses pagamentos tomando por base o que foi amortizado em 2016, corrigido pela inflação de lá para cá.

´Passar a chave´

Mas o relatório de Hugo avança: propõe a limitação da própria expedição dos precatórios pelo poder Judiciário.

Em resumo

Na prática, o governo federal terá (pelo menos) R$ 50 bilhões a mais para gastar no ano (eleitoral) que vem, mediante o parcelamento dos precatórios que estavam programados para serem quitados em 2022.

Palanque

O deputado federal Julian Lemos (PSL/União Brasil) cogita estimular as candidaturas à deputação federal, em 2022, do vereador campinense Olímpio Oliveira (PSL) e da ex-prefeitável Tatiana Medeiros (MDB-CG).

Incontinência verbal

Do médico Fábio Rocha, o indomável secretário de Saúde de João Pessoa: “Temos uma bandidagem política na nação. Está na hora de dar um basta nisso”.

“A CPI é um espetáculo tétrico, patético e ridículo (…) Esse presidente da CPI (senador Omar Aziz, PSD/AM) deveria era andar de tornozeleira, porque ele tem processos tremendos contra ele”.

Ainda o secretário na ´Arapuan FM´: “O Renan Calheiros (relator da CPI), o nome é uma grife de coisa ruim e maldade. Como cidadão, eu fico indignado”.

Luzes para a Rede Globo...

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube