Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 03/07/2020

Guerra declarada

Definição de ´paraquedas´

Na seara política há uma máxima atemporal: não há lugar para o vazio.

A indefinição no bloco governista em Campina Grande, acerca da sucessão municipal, vagava há muito tempo à espera de uma definição das principais lideranças, lideradas pelo prefeito Romero Rodrigues.

Nessa nebulosidade, o nível de radicalização entre os correligionários dos prefeitáveis Tovar Correia Lima (PSDB) e Bruno Cunha Lima (PSD) só fez aumentar, diante da inexistência – pelo menos explicitamente – de regras claras para a escolha ou de preferências assumidas.

Sinal…

Eis que, no dia de ontem, o ´dono´ do PSD, o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro Gilberto Kassab concedeu uma entrevista à Rádio CBN e deu contornos de opção consumada à candidatura de Bruno Cunha Lima.

… Verde

Kassab disse que recolheu das conversas com Romero a sensação de que ele estava “entusiasmado” com a perspectiva de o Bruno Cunha Lima representar o PSDS nas eleições em Campina.

Aval

“(Bruno) É um rapaz que, apesar de jovem, tem muita experiência e credibilidade junto à cidade e aos eleitores. Ele tem todas as condições de mostrar os seus projetos e experiência, para que os não o conhecem. Caso vença, será um grande prefeito”, avaliou o ex-ministro.

Improvável

O dirigente do PSD colocou a candidatura própria em Campina como algo irreversível: “Esse é o nosso entendimento. É muito difícil que o PSD não tenha uma candidatura própria a prefeito em Campina. Temos um histórico, com Rômulo (Gouveia) e agora com o Romero”.

Resoluções

Ainda mais enfático, Gilberto Kassab disse ao jornalista João Paulo Medeiros que “o PSD tem as suas diretrizes, que impõem uma candidatura em Campina”.

Pista livre

“Ele (Bruno) é o único pré-candidato, e a diretriz é que o partido tenha candidato. Portanto, ele querendo ser, ele será o nosso candidato”, reforçou.

Construção

Posteriormente, o próprio Bruno comentou as declarações de Kassab: “Recebi com muita alegria o apoio do ministro a nossa candidatura, que a gente tem construído junto com o prefeito Romero e com os demais partidos aliados, como PP, PSC, PSDB”.

Prosseguimento

“Que possamos apresentar pelo PSD uma candidatura relevante, competitiva e que represente a continuidade do que de bom tem acontecido na atual gestão”, emendou o prefeitável.

Acolhida

Outra reação quase imediata foi a do deputado estadual e também prefeitável Manoel Ludgério (PSD): “Recebi as declarações do presidente Kassab com tranquilidade. É o reconhecimento a quadros valorosos do partido”.

No páreo

“No entanto, isso não me demite da condição de pré-candidato a prefeito. Afinal de contas, eu sirvo a um grupo político, com muita lealdade e convicção, há 32 anos. As declarações de Kassab, ao invés de dividir, fortalecem o PSD de Campina e da Paraíba”, acrescentou o parlamentar.

Meia volta

Em entrevista ao jornal O Globo, o secretário de Educação da Paraíba, Claudio Furtado, observou que “nenhuma rede de ensino hoje, nem pública ou privada, está preparada para essa readequação de espaço” nas salas de aula, “por isso, o ensino híbrido” (misto de presencial e remoto) será importante.

Caserna

De acordo com o canal de notícias CNN Brasil, até o momento, apenas 25 mil dos 73 mil militares das forças armadas que receberam irregularmente o auxílio emergencial fizeram a devolução do dinheiro.

Bolas da vez

O jornal ´Estadão´ anunciou que mais dois ministros do Governo Bolsonaro estariam ´na bica´ para ´pegar o beco´: Ricardo Salles, do Meio Ambiente, e Ernesto Araújo, das Relações Exteriores.

Designações

Cinco das pendências na equipe de auxiliares do prefeito Romero Rodrigues foram formalmente solucionadas ontem.

São cargos que estavam na interinidade desde o prazo final de desincompatibilização – 4 de abril último.

Secult

A professora universitária Giseli Sampaio assume a titularidade da Secretaria de Cultura, tendo como adjunto o ativista cultural Erasmo Rafael.

Urbema

O empresário Luiz Alberto Leite responderá pela presidência da Empresa de Urbanização da Borborema.

Efetivado

Raymundo Asfora Neto foi confirmado à frente da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer de Campina Grande.

Seplag

A advogada Alana Carvalho será Adjunta da Secretaria de Planejamento.

Foi mal

Por falar em desincompatibilização, o colunista ´atravessou o samba´ no arremate da coluna de ontem, ao sinalizar a possibilidade de mudança no prazo de afastamento (com objetivo eleitoral) para secretários municipais ou estaduais – alusão ao médico Geraldo Medeiros, secretário de Saúde do Estado.

Página virada

A emenda constitucional (PEC) referente às eleições deste ano não contempla prazos preclusos (já vencidos).

Janela

O que foi elastecido foi o prazo para afastamento de servidores públicos efetivos, que venceria esta semana (três meses antes do pleito), e os que eventualmente ocupem cargos de chefia.

Tesourada

A Caixa Econômica Federal reduziu ontem para 1,8% ao mês a taxa de juros do cheque especial para os seus correntistas.

Dinheiro em caixa

O bispo Edir Macedo, fundador e dono da Igreja Universal do Reino de Deus, adquiriu o controle do Banco Renner, do qual já tinha uma parte de 49%.

O detalhe

O líder religioso é dono da Rede Record de Rádio e TV.

Em repouso

Na sessão de ontem do Legislativo campinense, o vereador Teles Albuquerque (PSD) fez um esclarecimento sobre o seu estado de saúde: “Como é de praxe nesse período, algumas viroses acontecem na cidade por causa do frio, e eu peguei essa ´bendita´ desde 6ª feira e que vem se arrastando até hoje (ontem)”.

Precaução

“Estou cumprindo o que manda o protocolo, já fiz todos os exames. Não está fácil. Nunca tive uma virose semelhante a essa. Fiz dois exames e deram negativo (sobre Covid-19). Estou bem. E vou vencer essa batalha, que seja gripe, virose ou seja o que for”, adendou.

Vai sair lasca

Embate travado, por intermédio das redes sociais, entre o senador Flávio Bolsonaro (RJ) e o seu suplente a agora inimigo, empresário Paulo Marinho.

Flávio: “Devo ser muito gostoso… ainda nem fui ouvido e o cara já pediu a quebra de sigilo do meu advogado… Isso devido a uma fofoca do meu suplente de senador Paulo Marinho, também conhecido como tiazinha pulôver, de que eu teria recebido uma informação sigilosa”.

Suplente: “Não me permito debater com quem tem tanto a explicar para a Justiça. Mas como você me convidou para ser seu suplente e conselheiro, fica aqui uma dica: melhor não pagar de ‘gostosão’ com os investigadores do MPF/PGR, porque eu e você sabemos o que você fez no verão de 2018”.

Quantos partidos vão ´amarrar´ as coligações em Campina e João Pessoa?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube