Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 13/06/2020

Governadores reagem

Preliminares

O deputado estadual Felipe Leitão e o ex-senador Cícero Lucena tiveram uma conversa sobre a eleição para prefeito de João Pessoa, representando o Avante e o Progressistas, respectivamente.

“O encontro foi muito amistoso, bastante positivo e proveitoso. Cícero tem um grande relacionamento com todos os integrantes do Avante”, avaliou Felipe posteriormente.

´Virtuais´

A mesa diretora da Câmara Municipal de Campina Grande anunciou que as sessões no mês de julho – este ano não haverá recesso – seguirão de forma remota.

O detalhe

O planejamento é a retomada das sessões presenciais em agosto, apenas com a presença dos vereadores.

Agora é Lula

“Eu tô provocando o (Sérgio) Moro e o (Deltan) Dallagnol (procurador da República) pra debater comigo, ao vivo. Se a Globo quiser fazer, eu topo. Porque é preciso desmascarar esses canalhas e mostrar o que eles fizeram ao país”.

Através das redes sociais.

Catálogo

O vereador campinense Pimentel Filho (PSD) requereu, há alguns dias, que o prefeito Romero Rodrigues (PSD) determine o envio de lista com os nomes de todas as pessoas que estão recebendo benefícios da Secretaria de Ação Social da PMCG.

Procuração

Na última semana, o citado edil elevou o tom da cobrança, diante do não atendimento da solicitação: “Fui eleito pelo povo para pedir informações”.

Prolongamento

A maioria dos brasileiros bancarizados (74%) prevê que a economia vai levar pelo menos um ano para se recuperar dos impactos da pandemia de covid-19.

Foi o que apurou pesquisa divulgada ontem pela Febraban (Federação Brasileira dos Bancos).

Novo destino

Deputados do centro e da oposição na Câmara Federal defendem eliminar fundos com verbas represadas – que juntas, somam cerca de R$ 170 bilhões, segundo os parlamentares – para bancar a extensão do auxílio emergencial pelo valor atual de R$ 600 mensais, informou o jornal Folha de São Paulo.

Cadeado

A Controladoria Geral da União (CGU) passou a negar o acesso – via Lei de Acesso à Informação (LAI) – de pareceres de ministérios ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Sigilo

De acordo com o jornal O Globo, todos os documentos de caráter jurídico enviados para orientar a Presidência da República na sanção ou veto de projetos aprovados no Congresso são considerados sigilosos.

Da boca de…

“… Em tempos de pandemia não se pensa no que é constitucional ou deixa de ser…” (vereadora-presidente Ivonete Ludgério, PSD/CG, ao comentar sobre o projeto que estabelece uma carência nas prestações de empréstimos consignados contraídos por servidores municipais junto a bancos, aprovado esta semana).

Prevalência

Dias atrás, a Assembleia Legislativa aprovou um projeto do deputado Raniery Paulino (MDB) que estabelece prioridade de atendimento às pessoas com diabetes nos órgãos públicos, estabelecimentos comerciais e instituições financeiras.

Carências

“Nós temos que tratar igual os iguais e diferente os diferentes, na medida de suas desigualdades. Então, as pessoas que sofrem com diabetes precisam se alimentar da forma adequada, têm uma rotina de vida diferente. Por isso apresentamos esse projeto de lei”, justificou o deputado.

Tri

Os cinco maiores bancos do Brasil atingiram ativos da ordem de R$ 7 trilhões 360 bilhões, superiores ao PIB (produto interno bruto) do País, que chegou a R$ 7,3 trilhões.

Potencial

Dito de outro jeito: os maiores bancos têm em mãos recursos equivalentes ao restante de toda a economia nacional.

O detalhe

O crescimento dos ativos dos bancos ocorreu com o aumento do crédito, viabilizado pelo governo federal, para suprir a demanda crescente nessa fase de pandemia.

Proporção

A Associação de Medicina intensiva Brasileira informou que apenas um em cada três pacientes graves de Covid-19 que são entubados nas UTIs brasileira se recupera.

Repúdio

Os governadores dos nove Estados do Nordeste divulgaram ontem uma carta em que afirmam em que repudiam “abusos e instrumentalização política de investigações”.

Eles referem-se a investigações sobre suspeitas de fraude em contratos relacionados ao combate ao coronavírus.

Inconsequencia

Os governadores nordestinos também afirmam na carta, conforme o portal UOL, que o presidente Jair Bolsonaro segue “método inconsequente” ao incentivar apoiadores a “invadir” hospitais.

Espetáculo

O texto sublinha que foram intensificadas “ações espetaculares, inclusive nas casas de governadores, sem haver sequer a prévia oitiva dos investigados e a requisição de documentos”.

Miopia

O governo federal – prossegue os executivos nordestinos – adotou o “negacionismo como prática permanente, e tem insistido em não reconhecer a grave crise sanitária enfrentada pelo Brasil, mesmo diante dos trágicos números registrados, que colocam o País como o segundo do mundo, com mais de 800 mil casos”.

Desrespeito

Os governadores acentuam que o incentivo (verbalizado na noite de quinta-feira) à invasão de hospitais por Bolsonaro choca a todos e vai de encontro a todos os protocolos médicos, “desrespeitando profissionais e colocando a vida das pessoas em risco”.

Precipitação

“É como se houvesse uma absurda presunção de que todos os processos de compra neste período de pandemia fossem fraudados, e governadores de tudo saberiam, inclusive quanto a produtos que estão em outros países, gerando uma inexistente responsabilidade penal objetiva”, ressalta a carta.

Arremate
“Não é invadindo hospitais e perseguindo gestores que o Brasil vencerá a pandemia”, bradam os governadores do Nordeste.

É preciso cantar

“É de manhã

Vem o Sol

Mas os pingos da chuva

Que ontem caíram

Ainda estão a brilhar

Ainda estão a dançar

Ao vento alegre

Que me traz esta canção”

(Tom Jobim)

Isolamento social: na 2ª feira não mudaremos ´da água para o vinho´...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube