Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 09/07/2016

Faca afiada

Nova tentativa

O deputado Veneziano (PMDB) gostou do ´café´ servido na granja do ex-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP).

No final de semana anterior, ele novamente foi ao local tentar avançar nas conversações eleitorais para este ano.

Da boca de…

“… Nós temos a nossa ´Lava Jato´…” (desembargador Leandro dos Santos, ao divulgar ontem mais um lote de sentenças relacionadas ao ´mutirão´ para reduzir a quantidade de processos pendentes, originários de improbidade administrativa”.

Inconcluso

Através de nota divulgada ontem por sua assessoria, a deputada Daniela Ribeiro (PP) disse que “o partido está em fase final de definição” sobre a sucessão municipal em Campina.

Fora de pauta

Ainda conforme a parlamentar (via assessoria), “em nenhum momento foi cogitada a possibilidade de (sua) candidatura como vice”.

No recreio

Vários bispos estiveram reunidos esta semana na cidade de Lagoa Seca (Convento Ipuarana).

Evidentemente que os intervalos foram recheados de muita bolacha, chá e… conjecturas sobre a renúncia do arcebispo Dom Aldo Pagotto.

A chapa se…

De bispo para pastor. O pastor Everaldo, ex-presidenciável e presidente nacional do PSC, prestigia neste final de semana a festa dos 162 anos de emancipação política da cidade de Sousa.

… Reencontra

Vai estar acompanhado de seu ex-companheiro de chapa, o ex-deputado Leonardo Gadelha, atual presidente do INSS.

Marketing

Por falar em Sousa, a agência de propaganda C-Mix vai estar à frente da campanha do prefeito e candidato à reeleição André Gadelha (PSC).

Sem refrescar

Na solenidade ocorrida esta semana de adesão do PT à candidatura do prefeitável/deputado Adriano Galdino (PSB), o professor Thompson Mariz, presidente do PSB/CG, abriu a série de pronunciamentos de sapato na mão.

Abandono

“O que temos visto nos bairros de Campina Grande é uma lástima. Parece que esqueceram de vez a periferia, onde moram os trabalhadores”, esgrimiu o dirigente socialista.

Baile sem…

Emília Correia Lima, que discursou em nome da direção estadual do PSB, assinalou que as coligações este ano estão servindo “para tirar a máscara”, e “mostrar quem é quem na política paraibana”.

… Fantasia

No caso particular de Campina, Emília disse que ficará claro ao longo da campanha “quem representa o governo usurpador”.

“Fora Temer” – bradou, para finalizar saudando a “reunificação das esquerdas” na cidade.

Acolhida

Diante da ausência no evento do presidente do PT/CG, Peron Japiassu, quem discursou em nome da direção municipal foi Socorro Ramalho.

Melodia…

Ela invocou uma frase de Adriano, na segunda reunião que tiveram para tratar das eleições em Campina, para justificar a opção.

… No ouvido

“Numa aliança com a gente, vocês vão eleger vereadores e passarão quatro anos defendendo os governos de Dilma e Lula”, disse o socialista na reprodução de Ramalho.

“Oh homem inteligente”, exclamou a petista.

Nas ruas

Socorro hipotecou publicamente a unidade partidária: “Tenha (Adriano) certeza de que a militância petista vai trabalhar”.

Vanguarda

O sindicalista José do Nascimento Coelho (PCdoB) conclamou a ´militância´ a “partir pra cima” dos adversários.

Sem ação

Ele protestou contra o fato de os conselhos municipais em Campina “estarem há meses” sem funcionar.

“Vamos denunciar os desmandos que estão acontecendo”, avisou.

“Desgoverno”

Anderson Almeida, presidente do PCdoB/CG, disse que Campina tem suportado “um desgoverno que só favorece a elite, e subtrai direitos sociais conquistados”, citando os casos das cozinhas e restaurantes comunitários fechados.

“Romero tem clareado os bairros elitizados e escurecidos as periferias”, alfinetou.

Coesão

Presente à solenidade, a presidente em exercício do PT na Paraíba, Giucélia Figueiredo, destacou a “necessidade de reagrupar o campo democrático e popular”.

“Golpe”

“Estamos vivenciando uma das maiores conspirações da história deste País, que é o golpe contra a presidente Dilma”, exclamou.

Sem trégua

Literalmente, Giucélia anunciou que “vamos escrachar Veneziano e Romero” na campanha eleitoral.

´Exército´

Por fim, a dirigente petista apontou que os partidos que se aglutinam em torno de Adriano Galdino concretizam uma aliança que “tem conteúdo programático” e “vão fazer a diferença”.

Chamamento

Após “agradecer pela confiança que depositaram em mim”, Adriano Galdino concitou “para que todos estejamos juntos. É uma batalha que não é fácil, mas não é impossível”.

“Não é impossível”, repetiu.

Afluência

Na percepção do socialista, “as coisas estão convergindo na minha direção”.

Devedor

“O PT é uma instituição. O Brasil deve muito ao PT. Pra mim, é uma honra receber o apoio do PT”, registrou.

Virtual

Ao se reportar ao Governo Romero, Galdino disse que “é uma gestão midiática. Ela realmente não existe nos bairros. As políticas publicas não chegam nas periferias. Romero tem uma visão elitista”.

“Esse é o momento de se fazer o enfrentamento”, anunciou.

Quer a vaga

Em rápida intervenção, sem a formalidade do discurso tradicional, o professor Hermano Nepomuceno, vice-presidente do PT-CG, sugeriu o tom da campanha e enviou recados ao agrupamento político que se formava.

“O PT quer participar ativamente da escolha do vice”, notificou.

Chicote retórico

Ao se referir ao PSDB, Hermano rotulou a legenda de “tucanalha”.

Sobre os aliados do presidente Temer (PMDB), afirmou se tratar de “um bando de entreguistas e de corruptos querendo governar o País”.

E se Manoel Júnior (PMDB) topar ser vice do prefeito Luciano Cartaxo (PSD)?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube