Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 01/02/2020

Escolha por exclusão

Mosca azul

Conforme a nova edição da revista Época, o ex-juiz e ministro da Justiça Sérgio Moro “recebe há seis meses pesquisas eleitorais feitas por um instituto, e não divulgadas publicamente, em que seu nome é colocado como uma opção para concorrer à Presidência da República em 2022”.

A publicação detalha que a sondagem é composta das chamadas “perguntas estimuladas”, em que os pesquisadores citam para o entrevistado quais são as opções de resposta.

Interpretação

“Moro passou a se debruçar sobre a análise mensal de seu potencial eleitoral, buscando entender os dados dos que, apresentados a uma lista que inclui Jair Bolsonaro, afirmaram que votariam nele para ser o novo inquilino do Planalto”, acrescenta a publicação.

Interlocução

´Época´ também sinalizou, há alguns dias, as conversações do senador paraibano Veneziano para deixar o PSB.

Pé na…

A vereadora pessoense Sandra Marrocos anunciou ontem que vai deixar o PSB e retornar ao PT.

…. Estrada

(Reconheço) “todo o avanço que João Pessoa e a Paraíba tiveram sob o comando do PSB, mas já vinha nessa conversa há um bom tempo”, assinalou a edil, reafirmando a preservação de sua sintonia com o ex-governador Ricardo Coutinho.

Escancarado

O vereador campinense Olímpio Oliveira (MDB) avaliou, na Rádio Caturité FM, que “o quadro político” local “está totalmente indefinido e só resta esperar, com cuidado para não tomar decisões precipitadas”.

Dilemas

A essa altura, o edil colocou em avaliação a sua pré-candidatura a prefeito e também a anterior decisão de não mais tentar a reeleição para a vereança.

Consulta

Olímpio confirmou à APARTE que efetivamente foi sondado pelo empresário e prefeitável Artur Bolinha Almeida (PSL) para ser o seu companheiro de chapa.

Decodificar

O vereador do MDB aguarda uma conversa prolongada com o senador Veneziano para se inteirar do que o ´V` conversou recentemente com o senador José Maranhão, o ´dono´ do partido na Paraíba.

Largada

As câmaras municipais de Campina Grande e João Pessoa iniciarão o ano legislativo na próxima terça-feira pela manhã.

Dia seguinte

No caso da Assembleia Legislativa, com a participação do governador João Azevedo, a sessão inaugural será na 4ª feira.

Polêmica

Na pauta da próxima semana do Supremo Tribunal Federal está a questão da (palavra esquisita) desaposentação.

Ou seja, recálculo de aposentadoria para quem continuou em atividade.

Da boca de…

“… Sou um velho no fim de sua viagem… ” (papa emérito Bento XVI, 92 anos).

Salgou

O governo federal autorizou o reajuste de 4,3062% nos serviços prestados pela Empresa de Correios e Telégrafos (ECT).

O detalhe

Até novembro último, o prejuízo acumulado pela ECT entre janeiro e o penúltimo mês de 2019 já tinha ultrapassado os R$ 148 milhões.

Quaresma

“Passado o carnaval, vamos afunilar as discussões para chegar a um nome e com uma proposta compatível com a administração do PV, para fazer essa apresentação”.

Comunicado feito ontem pelo prefeito Luciano Cartaxo (JP).

Sábado é dia de poesia

“…Pra renovar meu ser/ Faltava mesmo chegar você/ Assim sem me avisar/ Pra acelerar um coração que já bate pouco/ De tanto procurar por outro/ Anda cansado/ Mas quando você está do lado/ Fica louco de satisfação…” (Tunai, compositor mineiro que morreu no último dia 26, vítima de uma parada cardíaca).

Margem…

Apesar de o Brasil ´esbanjar´ 35 partidos políticos, João Azevedo tinha, efetivamente, poucas opções para definir a sua nova opção partidária, após deixar o PSB.

… Estreita

A escolheu recaiu no Cidadania (antigo PPS), por duas razões fundamentais: faz oposição ao governo Bolsonaro; e no Estado, há um bom tempo, está sob o controle do jornalista Nonato Bandeira, secretário de Comunicação e um dos estrategistas políticos do governador.

Bandeiras

João invocou a ´Carta de Princípios´ que o Cidadania divulgou em março do ano passado, na qual acentua “o combate à pobreza e às desigualdades sociais; a responsabilidade fiscal em respeito aos impostos que são fruto do trabalho dos cidadãos; pluralidade como prioridade na construção dos debates e processos de deliberação do partido; acesso à educação como principal vetor de cidadania; e a defesa do fortalecimento das instituições democráticas”.

Cara a cara

Azevedo também registrou “o diálogo franco e aberto que tivemos com o presidente (do partido) Roberto Freire, apontando para o fortalecimento da legenda em nosso Estado”.

´Comitiva´

O novo filiado prometeu “inserir novas lideranças” na legenda, como também os representantes dos movimentos sociais e cívicos; os pré-candidatos em 2020, os prefeitos e vereadores”.

Comedimento

“Tudo isso sem atropelar as instâncias e o calendário dos congressos definidos pela direção nacional”, ressalvou.

Tchau

Ainda ontem, 22 prefeitos que estavam abrigados no PSB da Paraíba informaram a desfiliação em bloco, alegando a inexistência de um processo democrático (interno), onde todos tenham voz e vez. Não há construção partidária, e não entramos no PSB para não sermos ouvidos”.

Pragmáticos

Simultaneamente, os prefeitos “reafirmaram” apoio ao governador João Azevêdo.

´Miolo de pote´

A desculpa tem a consistência de um pé de coentro. Quando eles desfrutaram de um processo decisório interno democrático no ´girassol´?

É o velho ditado popular: ´Rei posto, rei morto´.

Vem aí uma ruidosa semana...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube