Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

sexta-feira, 23/09/2016

Entidade aciona o MPF

Afinando a prosa

Foi prolongada a conversa recente entre o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o senador Raimundo Lira (PMDB).

Começou num almoço e se desdobrou numa viagem a Brasília.

Da boca de…

“… Não sou favorável ao financiamento público de campanha política…” (governador Ricardo Coutinho).

Agora é Lula

“Queria dizer para meus algozes: vocês têm um concurso, mas não foram escolhidos para serem deuses. Eu não tenho concurso, tenho compromisso com o povo desse País”.

Ontem, durante comício no Recife (PE).

Ainda Lula

“Duvido que dentro do Ministério Público, da Polícia Federal ou o juiz Moro sejam mais honestos que eu. Eles podem ser iguais. Enquanto eles têm convicção, eu tenho uma história”.

No mesmo discurso.

Garimpo

“Não fique nem vermelho de raiva nem amarelo de vergonha”.

Guia eleitoral do prefeitável Adriano Galdino (PSB-CG).

Publicidade

Em sua participação anteontem no telejornal Itararé Notícias (TV Itararé – canal 18.1, digital, e 19, analógico, às 18h30), Veneziano garantiu que divulgou amplamente a lista completa das 640 ruas que declarou ter pavimentado na cidade, à época de sua gestão.

Disponível

“A lista está plenamente divulgada, uma a uma, no Face (book). São 640 ruas. É só pesquisar que você identificará com facilidade”, reforçou.

Mágoas…

Sobre os ataques que tem recebido de militantes do PT – por força de seu voto no processo de impeachment da ex-presidente Dilma -, o peemedebista disse que tinha “pouco a dizer”.

… Vermelhas

“O PT está numa outra coligação e tem todo o direito e legitimidade de apoiar a candidatura do PSB. Não tenho nenhum constrangimento. A Câmara simplesmente votou para que a presidente Dilma pudesse ser investigada”, acrescentou o ´V´.

Sem conjecturar

Questionado se nutria a esperança de contar com o apoio dos petistas num eventual 2º turno, Veneziano respondeu que “essa é uma resposta que eu não tenho como antecipar-me, porque é algo muito hipotético”.

´Pelo pé´

Veneziano afirmou que “quero cumprir integralmente o nosso mandato, como assim o fizemos nos dois outros períodos”.

Ignorância

Confrontado com a pecha de integrar uma oligarquia política na cidade – critica feita por outros prefeitáveis -, o ´V´ disse que “há um desconhecimento sobre o sentido do que seja oligarquia. A minha presença na vida pública se deu através do voto. Os adversários deveriam se permitir a outro tipo de debate”.

Pra fora

Sobre como votaria no processo de cassação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), caso estivesse no exercício do mandato, o peemedebista assinalou que “o meu posicionamento é o que foi adotado pelo PMDB na sua ampla maioria, ou seja, havia fundamentos fortes para que o ex-presidente da Câmara fosse afastado”.

À espera

O prefeitável comentou que “penso que o governador estará juntamente com o PSB e o candidato Adriano”, caso avance para o 2º turno.

 

Fusão

Veneziano também foi entrevistado ontem no Jornal da Manhã da Rádio Caturité.

Ele disse que – se eleito – deseja promover a fusão da AMDE (Agência Municipal de Desenvolvimento) com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Artilharia

Segundo ele, “uma face de Romero estava encoberta por uma máscara que está caindo (…) Quebraram a prefeitura. Os escândalos pululam por aí. Há um cancro dentro da prefeitura”.

Em branco

“Na área da educação não houve nada que possa ser identificado como inovação”, avaliou o ex-prefeito.

 Inadimplente

“Romero ainda não pagou a desapropriação do Hospital Pedro I (…) O ´Pedro I´ tem péssimas instalações”, esgrimiu o ´V´.

Tiro direto

“Romero mente descaradamente. Ele fez um ´cabidão´ de empregos. É lastimável o cinismo dele”, acunhou o peemedebista.

Ineficiente

Veneziano criticou a oposição contra o governo municipal, notadamente na Câmara de Vereadores: “Nós deixamos de fazer questionamentos necessários. Faltou à oposição proatividade”.

Iniciativa

A diretoria da Associação Comercial de Campina Grande solicitou a instauração de inquérito civil público “com pedido de providências urgentes”, junto ao Ministério Público Federal, para tratar do problema hídrico de Campina Grande e região.

´In loco´

O presidente da ACCG, Álvaro Barros, relata a recente visita feita por diretores da entidade às obras de transposição do Rio São Francisco, “que estão demasiadamente atrasadas, surgindo a percepção de que o governo federal não cumpriria o prazo para a entrega e conclusão até o mês de abril/2017, como consignado pelo próprio ente da administração pública”.

Complemento

“Além do mais – prossegue a argumentação da entidade -, observa-se que há a necessidade de que o governo estadual proceda com determinados empreendimentos, a fim de que os recursos hídricos advindos do Rio São Francisco possam prover a escassez famigerada do Açude Epitácio Pessoa (Boqueirão)”.

Precipício

A ACCG enfatiza que “ante este entendimento, é de se concluir que o cenário hídrico de Campina Grande, conforme situação atual, não tem perspectiva de melhora, tampouco de solução. Caminha-se, a passos largos e sem a necessária intervenção dos Poderes Públicos, para um total colapso de água na cidade, o que impõe a intervenção do MPF”.

Agir

Solicita-se ao MPF que “tome as providências cabíveis junto ao governo federal, a fim de garantir que a obra de transposição se complete no prazo assinalado, tomando-se as medidas jurídicas e judiciais necessárias para tanto”.

Cobrança

“Pugna-se que proceda com a imposição ao Governo da Paraíba, a fim de que cumpra com seu mister de realizar e construir a parte que lhe cabe no projeto da transposição, para que as águas decorrentes da implementação desta obra possam efetivamente desembocar no Açude Epitácio Pessoa (Boqueirão)”, requer adicionalmente a ACCG.

Todos à mesa

Por fim, a Associação Comercial pede a realização de uma audiência “com a urgência devida”, inclusive com a participação dos órgãos públicos federais e estaduais com atribuição para tanto.

O ´mago´ assume as rédeas do guia eleitoral socialista em Campina...
Simple Share Buttons