Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 14/10/2019

E a vice sinalizou

Mundo resinado e bilionário

Recente reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico (SP) mostrou quanto o chamado ´dinheiro de plástico´ adentrou em nosso cotidiano.

No final do ano passado o País tinha 183,6 milhões de cartões de crédito, dos quais 98,7 milhões (53,7%) estavam ativos, informou o Banco Central.

 

Ranking

Entre as bandeiras, Mastercard (55,4 milhões de cartões) e Visa (34,3 milhões) eram as mais populares.

Elo (3,9 milhões) e Hipercard (3,3 milhões) vinham em terceiro e quarto lugares.

Volume maior

Os cartões de débito, por sua vez, somavam 329,8 milhões de unidades, dos quais 115,4 milhões (35%) estavam ativos.

MasterCard (43 milhões), Elo (35,3 milhões) e Visa (35 milhões) eram as bandeiras mais populares no período.

Equipamentos

Os celulares e tablets foram pelo segundo ano seguido os principais canais usados para transações bancárias.

Nas alturas

Ao todo, foram realizadas no ano passado 29 bilhões de transferências com esses instrumentos, alta de 18,4% em relação a 2017, ainda conforme a publicação.

No total, em 2018 foram realizadas 74,3 bilhões de transferências.

Despencaram

Foram registradas quedas nas transferências realizadas por outros meios, como caixas eletrônicos (10,3 milhões para 9,9 milhões) e agências e postos de atendimento (de 8,4 milhões para 8,2 milhões).

Abrir a porta

O novo secretário de Educação do Estado, Cláudio Furtado, deverá receber esta semana, em audiência, a Reitoria das UEPB.

Da boca de…

“… Depois da quinta fase da Operação Calvário, quero parabenizar a pessoa do desembargador Ricardo Vital, o ´Moro´ da Paraíba, por estar combatendo a corrupção e não ter medo de encarar os criminosos…” (deputado estadual Cabo Gilberto, do PSL).

O ´príncipe´

“A violência dos bandidos assim como as do governo preocupam. Armas nas mãos de bandidos ou de quem não sabe usá-las aumenta o medo. Demitir funcionários em áreas culturais por ideologia repete o desatino. Sem reação as democracias morrem. Há liberdade para protestar. Usemo-la”.

Fernando Henrique Cardoso.

Mais urna

Deverá ocorrer esta semana a eleição da nova direção do Conselho Municipal de Saúde de Campina Grande.

Vai dar…

Pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas mostrou que dos 34 partidos que disputaram as eleições do ano passado, apenas 13 deles aplicaram, pelo menos, 30% dos recursos públicos para candidaturas de mulheres em eleições proporcionais.

… Alguma coisa?

O mesmo levantamento frisa que três partidos (PRP, Avante e Podemos) não cumpriram a regra de distribuição de recursos para mulheres sob nenhuma hipótese.

2ª feira filosófica

“Precisamos ser curados da pouca confiança em nós mesmos, na vida, no futuro; curados de muitos medos; dos vícios de que somos escravos; de tantos fechamentos, dependências e apego”.

Papa Francisco, ontem, na cerimônia de canonização de Irmã Dulce.

Incorporação

Está tramitando no CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) o processo de aquisição de 50% da empresa Dislub por parte do grupo holandês Vitol.

O detalhe

A Dislub possui cerca de 430 postos de combustíveis nas regiões Norte e Nordeste.

E o grupo holandês já possuía 6.500 postos pelo Brasil.

Da boca de…

“… Morar em Campina Grande é um prazer, pois é uma cidade que apresenta uma das melhores qualidades de vida do país…” (empresário Francisco Buega Gadelha, presidente da Federação das Indústrias da Paraíba).

Resgate

É importante, no atual ambiente político-partidário que a Paraíba vivencia, resgatar trechos dos pronunciamentos feitos na última quinta-feira, quando da solenidade em homenagem a Campina Grande, presidida pelo governador João Azevedo (PSB).

Superação

O deputado-presidente Adriano Galdino (PSB) registrou que o governador, “mesmo tendo que enfrentar tantas dificuldades no dia a dia, tem tido tino administrativo e capacidade” para governar o Estado.

Adversidades

Ele observou que João “enfrenta uma Operação (Calvário) que cria dificuldades na sua gestão. Isso é fato. E enfrenta ruídos no seu partido, que também chegam ao governo”.

Gesto

O presidente da ALPB realçou a iniciativa de Azevedo de assegurar “o descongelamento dos orçamentos dos demais poderes, há três anos congelados”, mesmo diante “da situação atípica que convive”.

Convocação

“Está na hora de nos unirmos para dar apoio a este governador. Lá atrás também demos ao ex-governador (Ricardo Coutinho)”, apelou o deputado.

Adriano salientou que “a governabilidade passa também pelos auxiliares de governo”.

Aprendeu ligeiro

No encerramento de suas palavras, Galdino disse a João que “conte com a Assembleia e com a sua base política. João é um homem que aprendeu muito rápido a fazer política. Nesses nove meses, ele já está dando lições a nós que fazemos política há muito tempo”.

“Vamos dar total e irrestrito apoio a João”, arrematou.

Não esmoreceu

Em seu discurso, o senador Veneziano Vital (PSB) citou que as dificuldades enfrentadas pelo governador “não foram motivos para acabrunhamentos”.

Farpa

Ele registrou também que “se não fosse o Estado”, a data de aniversário de Campina iria passar em branco, “porque não houve um único anúncio da parte da prefeitura”.

Frase demarcadora

A vice-governadora Ligia Feliciano (PDT) comentou que “já imagino o (futuro) Centro de Convenções (de Campina) atraindo eventos e progresso”.

Lígia elaborou, ao final, uma frase emblemática: “Estarei sempre ao seu lado, governador”.

Uma professora na sucessão campinense?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube