Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 30/08/2017

Dúvida no ar

Veto antecipado

Ainda sob a atmosfera de coesão proveniente da visita do ex-presidente Lula à Paraíba, no final de semana, o deputado estadual Anísio Maia (PT) tratou de avisar ao governador que a convergência do seu partido com os ´girassois´ tem limite.

O recado teve por inspiração o noticiário dando conta do estreitamento das relações entre Ricardo Coutinho (PSB) e o senador José Maranhão (PMDB).

“Onde tiver golpista, eu não vou. Não quero tratar dessas coisas agora, não quero antecipar a política da aliança. O governador e Lula têm a opinião deles. Eu não quero nunca na vida fazer parceria com golpista”, avisou Anísio.

 

Acolhida

Com o Teatro Paulo Pontes (Espaço Cultural José Lins do Rêgo) lotado, Francisco Seráphico da Nóbrega foi empossado na noite desta terça-feira como novo procurador geral de Justiça do Estado, sucedendo a Bertrand Asfora.

A barreira

Na mesa solene que presidia os trabalhos, o vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargador João Benedito, separava o governador e o prefeito pessoense Luciano Cartaxo (PSD), que se cumprimentaram secamente.

Gratidão

As palavras iniciais de Bertrand, de despedida do cargo, foram uma espécie de louvação a Ricardo: “Vossa Excelência nunca faltou à nossa gestão; nunca disse um ´não´ ao Ministério Público”.

´Meu guru´

O ex-procurador geral acrescentou que se “inspirou” no “modelo de gestão austera de Vossa Excelência”.

Quem fica

Asfora pontificou que o MP “tem a alma da democracia” e que “deixo alguém (no cargo) bem maior do que a minha humilde estatura”.

Tônico da idade

O procurador de justiça Nelson Lemos observou que “não vejo a sua (do novo titular da PGJ) juventude como empecilho. Ideias novas são sempre bem vindas”.

´Amarrado´

Em tom de brincadeira, Lemos apontou o “pão-durismo” (pouco gastador) do novo procurador geral, citando que essa característica poderá ser importante num momento em que existe “defasagem” orçamentária.

Espelhada

Lemos ressaltou a “valorização” da importância do MP concretizada pela ação ativa do procurador geral da República, Rodrigo Janot, o que leva o órgão a ter uma atuação intensa perante a população.

“Se brincar, a intervenção do MP ocorre até em rusgas de namorados”, descontraiu.

Botar em…

Coube ao advogado Jaldemiro Rodrigues – amigo de Seráphico desde o curso de Direito – fazer a saudação ao novo comandante da PGJ em nome da OAB/PB.

… Prática

“Você carrega consigo os sonhos de uma geração”, proclamou, para em seguida sugerir que o empossado “dê um fim social à sua sabedoria. Sem um fim social, o saber é a maior das futilidades”.

Vontade…

Em nome do Tribunal de Justiça do Estado, a saudação ao novo titular da PGJ foi feita pelo desembargador Fred Coutinho (seu primo).

… Reproduzida

Suas palavras iniciais foram de parabéns ao governador, “pelo respeito à vontade da classe. Ele sempre nomeou o mais votado (das listas tríplices)”.

Dando voltas

Fred sublinhou que a solenidade significava “um encontro da história com o destino”, uma vez que o bisavô de Francisco Seráphico (mesmo nome) também foi procurador geral de justiça”.

Ensinamento

O desembargador, noutro momento, se permitiu um conselho público: “Não seja um procurador geral de gabinete nem se deixe empolgar pelo poder. Sirva – e bem – à Paraíba e aos paraibanos”.

 

Vocacionado

Em nome da Associação do Ministério Público da Paraíba, Francisco Bergson ressaltou a “carreira brilhante” do empossado, “com dedicação diuturna e extremada. Vocação cristã e pacífica”.

Ameaças

Bergson alertou para vários projetos que tramitam no Congresso Nacional e que têm vinculação direta com o campo de atuação e os limites do Ministério Público.

“São motivos de preocupação”, grifou.

Inaceitável

Por último, o presidente da Associação afirmou que “não é dado aos membros do MP abdicar da chama da inquietação”.

Binômio

Em seu pronunciamento de posse, Francisco Seráphico Nóbrega Filho disse estar consciente “da necessidade de atuar com coragem e coerência”.

Estreitamento

Ele enfatizou que uma de suas prioridades “é reforçar a aproximação do MP com a sociedade; com o cidadão de qualquer classe social”.

Maior alcance

O novo procurador reafirmou que pretende adotar a “regionalização das atribuições” das promotorias que cuidam dos “direitos difusos”.

Desafio

Francisco Seráphico assinalou que começa a dirigir “uma realidade complexa e desafiadora. Mas é também uma oportunidade de crescimento”.

Processo de escolha

Último orador da noite, Ricardo Coutinho observou que “só não nomearia” o mais votado da lista tríplice como o novo procurador geral de justiça se houvesse, “no meu juízo de valor” uma ameaça à relação da instituição com a sociedade.

“Tenho sempre que buscar o perfil e a unidade da instituição”, reforçou.

Reciprocidade

Após assinalar “a certeza de que tenho feito as escolhas corretas” para o comando da Procuradoria Geral de Justiça (já indicou quatro titulares), o governador afirmou que “quero confessar publicamente a minha admiração” por Bertrand Asfora.

“Ele é determinado, sereno e discreto”, qualificou.

Preservação

Ricardo alertou que “o Brasil enfrenta” nos dias atuais “a negação” da política. E isso não quer dizer que não tenha pessoas erradas, como em todo canto tem. Mas é preciso preservar a política, mesmo punindo os políticos”.

Insistência

“Os membros do Executivo são investigados permanente e profundamente”, observou RC, para declarar que concorda com essa apuração.

“Mas a política precisa ser resgatada, repito mais uma vez”, salientou.

´Coringa´

O deputado Adriano Galdino (PSB) anunciou ontem que, mais uma vez, foi convidado pelo governador para integrar o seu secretariado, e que deverá aceitar a convocação, mesmo sem saber qual pasta deverá ocupar.

Um lugar ao sol

Na prática, trata-se de uma acomodação política para trazer de volta à Assembleia Legislativa o suplente Raoni Mendes (DEM).

A ´tesoura´ chegou aqui?

O jornal Folha de São Paulo publicou que por falta de verbas, institutos de pesquisa do País correm o risco de fechar.

E ficou uma dúvida no ar: será que o Instituto Nacional do Semiárido, sediado em Campina Grande, está ´nesse pacote´ de desativações?

Como anda o processo de escolha do novo desembargador paraibano?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube