Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 28/12/2018

De anzol na mão

´Afasta-me de mim esse cálice´

No seu ´giro´ de final de ano pela imprensa regional, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) afirmou ontem, na ´Campina FM´, que “não sei se esse momento é um adeus ou um até logo (à disputa de mandatos eletivos). O tempo é o senhor da razão. Eu não preciso de um mandato para fazer política”.

– O que eu posso dizer é o seguinte: nem tão cedo eu vou disputar eleição – acrescentou.

Nas entrelinhas, ele descartou concorrer à PMCG em 2020.

 

Outro ´lote´

O governador diplomado da Paraíba, João Azevêdo (PSB), divulgará hoje, às 10h, através de suas redes sociais, novos nomes que integrarão sua equipe de governo a partir da próxima semana.

Vem aí

Campina Grande deverá ganhar em breve um novo shopping, a ser localizado na Avenida Brasília (saída para João Pessoa), no local onde atualmente está instalada a garagem da empresa Transnacional, que será transferida para outra área da cidade.

Da boca de…

“… Precisamos pensar nas verdadeiras panelas de pressão que são as penitenciárias brasileiras…” (ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal, que na semana passada determinou a soltura de todos os presos condenados somente em 2ª instância).

´Mutirão´

Dia 15 de janeiro haverá nova reunião das entidades classistas de Campina Grande que estão mobilizadas para ampliar o número de voos no Aeroporto João Suassuna.

Tesourada

Diante da perspectiva de orçamento inalterado no próximo ano, os deputados estaduais paraibanos aprovaram ontem um projeto de resolução que reduz em 30% a estrutura total de cada gabinete parlamentar, atualmente orçada em R$ 100 mil mensais.

Êpa!

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, ingressou no Supremo Tribunal Federal com quatro contestações ao texto da reforma trabalhista, em vigência há alguns meses.

Diálogos…

“Há um bom tempo o setor empresarial campinense se ressente pela falta de um canal permanente e direto com as autoridades estaduais, visando a discussão e encaminhamento dos pleitos mais urgentes da categoria e da cidade como um todo. O gesto do novo governador merece aplauso e abre a perspectiva de um positivo diálogo e interação ao longo dos próximos quatro anos”.

… À vista

A opinião é do presidente do SindCampina (sindicato que congrega os segmentos de bares, restaurantes e similares da cidade), empresário Divaildo Júnior, acerca da anunciada predisposição do governador João Azevedo de despachar (pelo menos) uma vez por mês com lideranças campinenses, na própria cidade.

Da boca de…

“… A reforma tributária é tão importante quanto a previdenciária…” (General Mourão, vice-presidente diploma da República).

Embromação

Para o jornalista José Nêumanne Pinto (Estadão), as explicações de Fabricio Queiroz (ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro, PSL/RJ), que movimentou mais de R$ 1 milhão em sua conta bancária num curto intervalo de tempo, “foram uma conversa mole. Enrolou durante quase meia hora”.

Mais do mesmo

Em entrevista à Rádio Caturité, Nêumanne externou o seu antecipado desapontamento com a próxima legislatura do Congresso Nacional, apesar da alta taxa de renovação registrada nas eleições deste ano.

“Não é uma renovação de práticas, mas apenas de nomes”, sublinhou.

Da boca de…

“… A contracultura hoje nos belisca, nos morde, e quase nos cala…” (escritor Efigênio Moura, dias atrás, em seu discurso de posse na Academia de Letras de Campina Grande).

No limite

A Assembleia Legislativa da Paraíba postergou para hoje a votação do Orçamento do Estado para o ano que vem.

´Couvert´

Na verdade, está até pacificada a proposta orçamentária.

O problema é a votação de dois projetos que precedem a LOA e têm tudo a ver com a futura legislatura.

Tudo junto

Com a visível mobilização do governador Ricardo Coutinho (PSB), a bancada governista deverá aprovar a preservação da possibilidade de eleição ´casada´ no dia 1º de fevereiro próximo.

Ou seja, eleger no mesmo dia as mesas diretoras da ALPB para os dois biênios da próxima legislatura.

Botar ´a cara´

O outro projeto institui a votação em aberto (com voto público e declarado) para escolha dos membros da mesa diretora, como se sucederá para eleger (no mesmo dia) o presidente do Senado, por força de uma liminar ´de última hora´ do ministro Marco Aurélio, do Supremo.

Intromissão

“O governador insiste em interferir em um processo interno, e que só diz respeito aos deputados. Esses projetos não estavam na nossa pauta e chegaram de última hora para serem votados. São decisões importantes que mudam o nosso Regimento para atender, claramente, aos interesses do governo”, protestou a deputada Camila Toscano (PSDB).

Concordância

Na verdade, não há consenso nem mesmo no ambiente oposicionista: “Na esteira da transparência dos atos praticados pelos poderes públicos, defendo o voto aberto para escolha dos membros da mesa diretora da ALPB”, posicionou-se o deputado Manoel Ludgério (PSD).

“E que esse exemplo seja seguido pelos poderes colegiados e instituições públicas”, emendou.

´Pescaria´

Autor do projeto que institui o voto aberto, o líder do bloco governista, Hervázio Bezerra (PSB), justificou a intenção de sua proposta com uma claridade solar.

– Hoje a transparência é total e não há porque nós passarmos aqui o mesmo clima vivenciado em 2014. Cada um que venha e mostre a sua cara. Fim dos traíras – bradou.

Como será o janeiro de Michel Temer?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube