Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 05/06/2018

Crise chega ao banheiro

Surfando

O professor, sociólogo e antropólogo Vanderlan Silva abordou os aspectos políticos e éticos da recente paralisação dos caminhoneiros pelo Brasil, durante entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Caturité, realçando que boa parte da população embarcou no apoio ao movimento “sem grandes reflexões”.

Contraditório

A prova dessa ´onda´ foi recolhida numa pesquisa no Instituto Datafolha, na qual 87% das pessoas ouvidas apoiaram o protesto, mas igual percentual se posicionou contra o uso de recursos públicos para solucionar o impasse, o que acabou ocorrendo em escala bilionária.

Ônus

O governo, que num primeiro momento anunciou que o conjunto de concessões aos caminhoneiros e às empresas de carga chegaria a R$ 9,5 bilhões, já refez (ou colocou luzes) as contas e a ´fatura´ já passou de R$ 13,5 bilhões, com chances de subir ainda mais.

Fuga

Ao tratar do ensaio, em larga escala, de votos nulos, em branco ou mesmo abstenções, que se desenha para as eleições deste ano, Vanderlan foi incisivo: “Votar nulo, em branco ou optar pela abstenção é fugir da responsabilidade que nos cabe”.

Espelhando

Quanto ao fato de o presidente Michel Temer (MDB) ter se transformado numa espécie de ´bode expiatório´ de todas as atuais mazelas nacionais, o antropólogo sublinhou que “nós apontamos nos políticos tudo que nós temos de ruim”.

Mergulho

O vereador Alexandre do Sindicato (PHS), que se licenciou da Câmara campinense por 20 dias (sem abrir espaço para o suplente) para fazer exames clínicos, só retomará as atividades em plenário (e à vice-liderança do governo) após o recesso parlamentar.

Presidenciável

O empresário Flávio Rocha (Lojas Riachuelo), pré-candidato a presidente da República pelo PRB, é o entrevistado de hoje no programa ´Ideia Livre´ da TV Itararé.

O detalhe

Começa às 22h15 no canal 18.1 (HD) e 19 (analógico), ou ainda na internet: www.itarare.com.br

Na Serra

O governador Ricardo Coutinho (PSB) passa boa parte do dia de hoje em Campina Grande. Pela manhã, inaugura um ginásio de esportes na Escola Estadual Escritor Virginius da Gama e Melo (Malvinas).

Turno vespertino

À tarde, participa de solenidade na sede Comando de Policiamento Regional I (avenida Canal).

Supremas palavras

“… Nossa dificuldade é em cumprir as leis que nós temos. Nós não temos problemas de falta de leis e de boas leis. O nosso problema é cumprir leis…” (ministra Carmen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal).

Goleada

Os 22 principais clubes de futebol do Brasil faturaram no ano passado (declaradamente) R$ 5 bilhões 110 milhões.

Linha de frente

As quatro maiores receitas: Flamengo – R$ 648,7 milhões; Palmeiras – R$ 503,7 milhões; São Paulo – R$ 482,6 milhões; e Corinthians – R$ 391,2 milhões.

Perfeição

Por falar em futebol, todos os quatro canais que o Sportv (canal por assinatura) vai disponibilizar durante a Copa do Mundo farão transmissões em 4k – uma tecnologia que tem quatro vezes melhor definição do que a já conhecida transmissão em HD (alta definição).

´Renasceu´

O ex-deputado federal Leonardo Gadelha (PSC) levou um baita susto, no final de semana, quando se deslocava (dirigindo) para o Sertão paraibano. Subitamente um animal atravessou na BR 230 e a colisão foi inevitável.

O veículo ficou seriamente avariado, mas Leonardo saiu ileso.

Da boca de…

“… O Brasil vive uma crise em todas as esferas e, principalmente, a respeito do nível de representatividade política. Me coloquei à disposição para que eu possa ser uma alternativa de renovação…” (empresário Artur Bolinha Almeida, pré-candidato a deputado estadual pelo PPS, em entrevista ontem na ´Arapuan FM´).

Indução

O Banco do Brasil resolveu ´pisar fundo´ para que os seus clientes passem a utilizar regularmente a internet nas suas movimentações financeiras.

Até mesmo pelo facebook o correntista poderá ´navegar´ no BB.

Pindaíba

Ao que se informa, é caótica a situação do Poder Judiciário na Paraíba em termos de conservação de suas instalações, inobstante o orçamento de centenas de milhões de reais por ano, predominantemente consumido pela 2ª instância – órgãos, servidores e magistrados diretamente vinculado ao Tribunal de Justiça.

Fundo do poço

Há algumas semanas, a direção do fórum da cidade de Cajazeiras divulgou com os serventuários que as dificuldades do Judiciário na Paraíba levaram à necessidade de suspender o fornecimento, em suas dependências, de açúcar, café e copos descartáveis, por tempo indeterminado.

´Terceirização´

Na cidade de Patos, foi comunicada a suspensão da distribuição de água mineral, café e copos descartáveis, com a sugestão adicional para o rateio, entre os interessados, da compra desses itens.

´Petição de miséria´

Na Comarca de Princesa Isabel, a suspensão de materiais de expediente e de consumo englobou copos descartáveis, gás de cozinha, guardanapos e até papel higiênico, bem como foi interrompido o fornecimento de cópias das atas de audiências aos advogados.

Para uma estrutura judiciária que tem um orçamento anual superior a meio bilhão de reais, é injustificável e vergonhoso se chegar a tão deplorável e inusitada miserabilidade funcional.

O desconto no preço do diesel chegará às passagens de ônibus?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube