Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 05/06/2019

Cortar na própria carne

´Quadrilhão´ não junino

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, votou ontem para tornar réus, pelo crime de organização criminosa, o líder da ´maioria´ na Câmara Federal, o deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro (PP), bem como os deputados Arthur Lira (PP-AL) e Eduardo da Fonte (PP-PE), além do senador Ciro Nogueira (PP-PI).

Trata-se do caso ´batizado´ de “Quadrilhão do PP”.

Imputações

A acusação da Procuradoria-Geral da República (PGR), que denunciou o grupo do PP, é de participação em um esquema de “cometimento de uma miríade de delitos” e arrecadação de propina através da utilização de diversos órgãos da administração pública, como a Petrobras, a Caixa Econômica Federal e o Ministério das Cidades.

A dúvida

O que conversaram, reservadamente, dias atrás, o ex-senador Cássio Cunha Lima e os deputados Pedro Cunha Lima e Tovar Correia Lima num restaurante campinense?

Da boca de…

“…O presidente Jair Bolsonaro não tem noção de prioridade e do que é importante para o País…” (deputado Marcelo Ramos, PR-AM, presidente da Comissão Especial da reforma da Previdência na Câmara Federal).

Desabou

Reportagem do jornal O Globo mostrou que nos últimos cinco anos o Orçamento destinado a ações da Defesa Civil caiu pela metade: a verba destinada ao socorro de Estados e municípios, além de programas de prevenção aos efeitos de desastres naturais, passou de R$ 1,61 bilhão para R$ 843 milhões.

Da boca de…

“… Não sabemos se alguém professa Evangelho. Temos católicos e dois judeus (Luiz Fux e Luís Roberto Barroso). Mas o importante é termos juízes que defendam a ordem jurídica e a Constituição. O Estado é laico. O Supremo é Estado…” (ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal, ao comentar a recente declaração de Bolsonaro, segundo a qual o País está precisando de um ministro evangélico no STF).

Muita grana

O dinheiro depositado em contas do FGTS soma R$ 359 bilhões.

Paliativo

O governo federal quer liberar incondicionalmente cerca de 10% desse total para tentar aquecer a economia.

Alívio

As principais empresas de telefonia do País assumiram um compromisso com a Secretaria Nacional do Consumidor de não realizarem mais de três ligações por dia para o mesmo cliente.

Sem…

Os feriados nacionais que caírem entre terça-feira e sexta-feira podem ser adiantados para segunda-feira.

… ´Enforcamento´

Uma proposta com esse objetivo foi aprovada ontem pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado e segue para análise da Câmara dos Deputados.

O detalhe

Na proposta, alguns feriados não sofrem alterações, como o Natal, o Sete de Setembro e o Carnaval.

´Fico´

“Não sou de pastorar birô”.

Foi a expressão utilizada ontem pelo deputado Buba Germano (PSB), ao ser indagado se tiraria licença do Legislativo para abrir espaço para o suplente da vez, o ex-deputado Trócolli Junior (Podemos).

Sondagem

Buba admitiu, em entrevista, que foi sondado pelo governador João Azevedo para assumir uma vaga no secretariado.

Restrição

Mas o socialista ressalvou que “eu jamais iria (para o governo) apenas para colocar um suplente. Trócolli (Podemos) merece retornar, mas no momento oportuno”.

´Plano B´

Outra alternativa em cogitação na ALPB é um pedido de licença do deputado Branco Mendes (Podemos), para propiciar o retorno de Trócolli.

Prioridade

Para as centrais sindicais que estão organizando uma greve geral para o próximo dia 14 (sexta-feira da próxima semana), a adesão do setor de transporte público será fundamental para o êxito da mobilização.

Sem muita escolha

Ao justificar o seu voto contra a aprovação da medida provisória que tinha como objetivo anunciado promover um ´pente fino´ nos benefícios do INSS, o senador Veneziano (PSB) disse só restaram aos senadores duas situações: “a de aceitar uma matéria como ela foi votada na Câmara, sem qualquer direito à discussão que levasse a algumas mudanças”, ou votar contrariamente.

Alcance restrito

“Não há ninguém que não queira combater as fraudes. O que nós dissemos, os 12 senadores que votaram contra, foi bastante lúcido. A MP tem pontos bons, mas não o suficiente para que abrangesse aqueles que são os responsáveis por mais de R$ 400 bilhões em sonegação e fraudes. A MP só atinge um pequeno grupo”, acrescentou o ´V´.

´Faca…

A deputada Dra. Paula (PP) defendeu ontem na Assembleia Legislativa um ´corte´ na remuneração dos parlamentares.

… Na mão´

“Vamos cortar na carne daqueles que têm os melhores salários”, enfatizou.

Grito de alerta

A parlamentar, que é servidora (perita) do INSS, disse que “topa” começar o corte pela sua remuneração na ALPB: “São vinte e poucos mil reais. É muito, é muita coisa. Agora, vamos cortar também os salários dos deputados federais e senadores (…) E se você for ver as gorduras que são acrescentadas nos salários (em Brasília), você vai ver que a desigualdade é gritante”.

– Eles (os congressistas) não vão topar. Vão querer jogar uma coroa de espinhos em cima de mim, porque estou dizendo isso. Uma coroa também dos deputados estaduais. Mas vamos começar a falar, a população precisa começar a falar. Se a população silenciar, nunca esse País vai ser mudado. Nós somos responsáveis por tudo que acontece, porque silenciamos e somos coniventes – desabafou a deputada.

O que o vice Manoel Júnior acha do silêncio de Cartaxo?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube