Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 26/11/2018

Conspiração ´dentro de casa´

Os conceitos do ´hiperministro´

O economista e futuro ´hiperministro´ do Governo Bolsonaro, Paulo Guedes, disse durante discurso, no final de semana, em São Paulo, que a gestão que terá início dia 1º de janeiro será “eficiente e fraterno”.

“O que não pode é, em nome da fraternidade, degenerar toda política. E quando alguém perguntar você diz: ‘não, eu estou ajudando esse pobre’,”.

 

´Roubo´

Ainda de acordo com Guedes, “foram as grandes religiões que trouxeram a mensagem de solidariedade, e a esquerda roubou essa bandeira e parece ter o monopólio de defender os mais pobres. Mas os liberais sabem que as economias de mercado são a maior ferramenta de inclusão social da história”.

Empreguismo

À ótica do futuro ministro, o País “virou uma grande folha de pagamentos”, o que implica e sobrar pouco dinheiro “para o andar de baixo”.

Giro

“Hoje, se você quer ajudar o mais pobre, primeiro tem que subir para Brasília, passar por todos os ministérios, girar bastante esse dinheiro… E aí se sair 100 (reais) do contribuinte, chega 3 no Bolsa Família. Isso está errado”, discorreu o futuro ministro.

Intoxicação

Paulo Guedes afirmou adiante que “o País virou uma ciranda financeira, inferno dos empreendedores, o paraíso dos rentistas, com juros altos e atividade econômica desfalecendo. Brasil entrou na armadilha do baixo crescimento e não conseguiu fazer transformação do estado (…) O governo impede progresso econômico no Brasil. O excesso de governo acabou intoxicando economia”.

Liberação

O Senado incluiu na sua pauta de votações desta semana o projeto da senadora Rose de Freitas (MDB-ES) que libera o saque do FGTS do trabalhador, mesmo que ele tenha pedido demissão.

Expansão

A mesa diretora da Assembleia Legislativa está negociando a propagação do sinal da TV Assembleia para as principais do Estado.

Supremas…

“A gente ‘desfulaniza’ as coisas e percebe que povo desenvolvido é o que gravita em torno das instituições. Queremos instituições, agentes de instituições fiéis a elas, e elas fiéis às suas finalidades. Nessa eleição nada foi teórico, nada foi conceitual. Foi tudo na base do xingamento, da resposta, tanto que o índice de rejeição foi muito alto dos dois lados, nunca vi um índice de rejeição tão alto.

… Palavras

“Um chamamento lógico, racional que se faz ao país é um retorno à conceitualidade. Chegaremos em breve à conclusão de que esse pugilato leva à agudização da crise”.

Ministra Carmen Lúcia, do Supremo, sobre o processo eleitoral deste ano.

Comenda

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Francisco de Assis Benevides Gadelha, foi homenageado, dias atrás, com a Ordem do Mérito Industrial São Paulo, outorgada pela Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo).

Bilionários

A rede de supermercados Carrefour (francesa) anunciou investimentos no Brasil, no ao que vem, da ordem de R$ 1,8 bilhão.

´Caravana´

O ex-presidenciável Fernando Haddad (PT) iniciará, em meados de 2019, uma série de viagens pelo Brasil, com a finalidade de fortalecer a legenda para as eleições municipais e realçar o discurso da defesa dos direitos humanos.

Na praça

Deverá ser publicado na próxima quinta-feira o edital de privatização de 12 aeroportos nacionais, entre os quais o de Campina Grande e o de João Pessoa.

Desestatização

O Governo Bolsonaro pretende acelerar no item privatizações, com a meta de arrecadar R$ 1 trilhão até 2022.

Acadêmico

Será dia 30 próximo (6ª feira), às 19h30, no auditório da Associação Comercial, a posse do professor José Mário da Silva Branco (UFCG) como novo membro da Academia de Letras de Campina Grande.

Acolhida

Ele será recepcionado pelo acadêmico Ricardo Soares de Carvalho e ocupará a cadeira 16, que tem como patrono o poeta Zé da Luz.

Vida que segue

José Mário (igualmente membro da Academia Paraibana de Letras e colunista do PARAIBAONLINE) sucede ao inesquecível poeta e ex-governador Ronaldo Cunha Lima.

O ´Capitão´

“Não tem outro caminho a não ser diminuir a carga tributária”.

Jair Bolsonaro, em recente entrevista.

Casa nova

O senador eleito Veneziano Vital do Rêgo (PSB) já escolheu o seu ´endereço´ no Senado: vai ocupar o gabinete atualmente pertencente ao senador Valdir Raupp (MDB-RR), não reeleito nas eleições deste ano.

Da boca de…

“… No Governo Bolsonaro, quem roubar vai para a cadeia e ele joga a chave fora…” (frase renovadamente pronunciada pelo futuro ministro da Casa Civil, deputado Onyx Lorenzoni).

Fogo amigo

Reside dentro da bancada do PSD no Legislativo campinense – partido da vereadora Ivonete Ludgério – a articulação de bastidores para tentar anular o segundo mandato da edil à frente da presidência da ´Casa de Félix Araújo´, a ser iniciado no dia 1º de janeiro próximo.

Além da referida bancada, mais quatro vereadores já se declararam (reservadamente) dispostos a subscrever alguma iniciativa que vise revogar a eleição feita antecipadamente no ano passado.

Luiz Couto desistiu da ação contra Daniella Ribeiro?
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube