Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 06/12/2017

Carmen ´enquadra´ tribunais

Faz de conta

O ex-presidente Lula (PT) faz ´cara de paisagem´ diante do rol de denúncias que envolve a sua pessoa e o seu governo, como se a rouquidão de sua voz anestesiasse as mentes do povo, num prodígio que se limita à militância petista.

´Óleo de peroba´

Em sua passagem por Vitória (ES), em mais um ciclo de sua ´caravana´ pelo País, o petista se esmerou: “Na nossa opinião, ladrão tem que ir para a cadeia”.

Desplugado

Ao se referir ao ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB-RJ) – condenado a 70 anos de cadeia e à espera de mais 13 sentenças -, Lula quis esquecer que o peemedebista era um aliado incondicional quando ambos estavam no poder: “Às vezes eu penso como pode o povo do Rio ser tão fantástico, tão alegre e ter sido tão traído na história por seus políticos”.

Ladainha

O ex-presidente prosseguiu com o enredo-padrão: “Vocês sabem que eu tenho nove processos. E posso dizer para vocês de cátedra que o processo contra o Lula é o processo contra as coisas que nós fizemos no governo. Eu não vou entrar em detalhe, mas estou desafiando o (juiz Sérgio) Moro, o Ministério Público e a Polícia Federal a apresentarem um centavo que eu cometi algum deslize nesse País”, discursou.

Sem…

O vereador Alexandre do Sindicato (PHS-CG) desancou ontem parte dos médicos efetivos que prestam serviço ao ISEA (Instituto de Saúde Elpídio de Almeida).

 … Anestesia

“São grupos seletos e intocáveis, todo mundo tem proteção”, bradou, citando que alguns deles têm salários mensais superiores a R$ 24 mil.

Sem controle

As críticas do parlamentar se desdobraram para vários profissionais de saúde que trabalham na rede municipal de atenção básica: “Só atendem cinco pacientes por dia e dizem que não tem quem os obriguem” a atender mais pessoas.

Sobre rodas

O parlamentar também atacou parte dos prefeitos das cidades interioranas, “que estão superlotando” as unidades de saúde campinenses, “por só investirem em ambulâncias” para transportar os seus munícipes.

Adversa

Na ótica do edil, a atual pactuação da saúde pública “é infeliz e miserável” para Campina Grande.

Remédio correto

Apesar de fazer críticas costumeiramente à gestão do governador Ricardo Coutinho, Alexandre elogiou o modelo de gestão do Hospital de Trauma de João Pessoa, entregue – de forma terceirizada – a uma OS (organização social): a Cruz Vermelha Brasileira.

´Bota fora´

Está em curso mais um programa de demissão voluntária na Empresa de Correios e Telégrafos.

A intenção é enxugar a folha da ECT em 5.460 postos de trabalho até o final deste mês, visando uma economia anual (em salários) de R$ 54 milhões.

Óbito

Morreu ontem Leônidas Maciel, que atuava na Secretaria de Finanças da prefeitura campinense.

Ele prestou serviços em vários organismos (como a Câmara de Vereadores) na área de tecnologia de informação.

 

Bisturi

Apesar de sua especialidade ser a cardiologia, a médica e vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) tem sido ´cirúrgica´ em suas declarações que envolvem o governador.

Serenidade

“Ricardo diz que vai ficar até o fim do mandato. Acho isso legitimo. Reconheço esse gesto de grandeza, pois ele não está pensando nele, está pensando na Paraíba. Apoio essa decisão dele e pretendo ficar no meu lugar, como vice-governadora, até o final do mandato”, verbalizou Lígia, ontem, na ´Correio FM´, sem exteriorizar qualquer ´arritmia´ de ansiedade.

No atacado

Levada a falar sobre candidaturas e apoios em 2018, Lígia proclamou o discurso da unidade governista, mas com o ´verniz´ da impessoalidade: “Tenho orgulho de fazer parte desse governo (…) São políticas públicas que me fazem tomar gosto pela política. Essa discussão de 2018 é legítima, vai haver. A Paraíba vai saber reconhecer essa gestão (…) Esse projeto será vencedor. E eu estou desse lado”.

Alvoroço

O PSDB – ou os seus ´escombros´ – se reúne hoje, em Brasília, para tentar tirar uma posição coletiva acerca da reforma previdenciária.

Na ponta do lápis

Líderes de partidos governistas contabilizam que existem ´certos´ apenas 252 dos 308 votos necessários à aprovação dessa reforma.

´Núcleo duro´

Os auxiliares da prefeitura campinense indicados pelo Partido Progressista estiveram reunidos, no final de semana, com o prefeito em exercício Enivaldo Ribeiro e os deputados Aguinaldo Ribeiro e Daniella Ribeiro para traçar planos, prioridades e estratégias para a interinidade atinente aos 15 dias de férias do prefeito Romero Rodrigues.

Na ´chincha´

A presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, cobrou dos presidentes dos Tribunais de Justiça (TJs) o cumprimento da determinação para o envio ao CNJ dos dados referentes à remuneração dos magistrados de todo o país.

Notificação

“Não recebi as informações. Espero que em 48 horas se cumpra essa determinação do CNJ para que eu não tenha que acioná-los oficialmente”, disse a ministra durante reunião com os presidentes dos TJs.

Transparência

“Quero terminar o ano mostrando para a sociedade que não temos nada para esconder”, justificou Carmen posteriormente.

Desapontamento

A presidente do Supremo, conforme a sua assessoria, testou pessoalmente algumas páginas eletrônicas dos tribunais para verificar o nível de transparência das informações.

Ela teria ficado “horrorizada” quando teve que passar por 18 cliques em um dos sites.

Barreiras

“Tem tribunal dificultando e isso não pode acontecer”, enfatizou a ministra, para emendar: “Não compactuamos com ilegalidades”.

 Em tempo

Os tribunais de Justiça e Eleitoral da Paraíba, com também a Justiça Federal na Paraíba, até ontem não tinha remetido as informações (contracheques) ao CNJ.

Dona Nilda Gondim já se engajou na pré-campanha de Maranhão a governador?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube