Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 23/11/2020

Caminhos bifurcados

Inacreditável

Reportagem publicada neste domingo no jornal O Estado de São Paulo informa que 6,86 milhões de testes para Covid-19 comprados pelo Ministério da Saúde perderão a validade entre dezembro e janeiro.

Os testes – que identificam se a pessoa está infectada pelo vírus – estão estocados num armazém em Guarulhos (SP) e ainda não foram distribuídos para a rede pública.

Em reais

“Para se ter ideia, o SUS aplicou cinco milhões de testes deste tipo. Ou seja, o país pode acabar descartando mais exames do que já realizou até agora. Ao todo, a Saúde investiu R$ 764,5 milhões em testes e as unidades para vencer custaram R$ 290 milhões – o lote encalhado tem validade de oito meses”, relata o ´Estadão´.

Garimpo

A atual vereadora-presidente do Poder Legislativo de Campina Grande, Ivonete Ludgério (PSD), concedeu dias atrás uma entrevista sobre a sua sucessão e outros temas.

Leia alguns trechos de suas declarações.

Novos vereadores

“A renovação foi a necessária, que toda legislatura e toda Câmara deve ter.

Presidência da Câmara

“Renovação é sempre bom. Mas também tem um velho ditado popular que diz que em time que está ganhando não se mexe.

Respaldo

“Só divulgarei os apoiadores (para mais um mandato como presidente) quando conseguir o 12º voto (obtiver a maioria num colegiado de 23 votantes).

Apoiadores

“Já tenho uma lista com nomes de apoio (…) As ´pescas´ (conquistas de apoio) são feitas pessoalmente.

Sem antecipação

“Alguns dos colegas que pretendem me acompanhar (apoiar) só continuarão com o compromisso se a eleição (da mesa, para o 2º biênio) for feita no período certo, daqui a dois anos.

Prefeito eleito

“Pedi a Bruno Cunha Lima que não interferisse na questão da mesa da Câmara.

Incoerência

“Recebi com muita tristeza as críticas do (vereador) Alexandre (do Sindicato, do PSD)… Estranho muito a mudança de postura de Alexandre da semana anterior à eleição para o presente.

Transparência

“Não fazemos nada escondido. Acabei a história de vereador de ´alto´ e ´baixo clero´.”

Carreira…

De acordo com o jornal O Globo, o ex-ministro e ex-juiz Sérgio Moro acertou um contrato com o empresário Dody Sirena, que cuida da carreira do cantor Roberto Carlos há quase três décadas.

… Solo

A empresa Delos Cultural administrará a imagem e a carreira de Moro como palestrante corporativo.

Entre os projetos previstos estão uma sequência de dez palestras e o lançamento de um livro.

Caligrafia

Dos 68.500 candidatos já declarados eleitos nas eleições municipais deste ano, 1.198 informaram à Justiça Eleitoral que só sabem ler e escrever.

O detalhe

Desses, 40 assumirão o comando de prefeituras.

Cacife

O PSD tem atualmente 539 prefeitos pela Brasil. A partir de janeiro, serão 650.

Em termos de vereadores, a partir de 2021 serão 5.600.

´Penduradas´

Três cidades paraibanas estão com eleições pendentes: Cachoeira dos Índios, Gado Bravo e Princesa Isabel.

Reeleição

O professor Vanderley de Brito foi reconduzido, na última semana, para mais um mandato na presidência do Instituto Histórico de Campina Grande, criado em 1948.

Radiografia

De acordo com o Ministério da Saúde, das 32.892 obras de construção, reforma ou ampliação de unidades básicas de saúde no País, 6.230 foram canceladas e 3.027 têm indicativo de paralisação.

Novos aliados

Na parte final do debate promovido pela TV Correio, no sábado à noite, com os prefeitáveis de João Pessoa, Cícero Lucena (PP) se reportou aos recentes apoios conquistados pelo seu concorrente Nilvan Freire (MDB).

Inexplicável

“Eu não serei tutelado por ninguém, eu tenho autonomia (…) Eu não serei manipulado por grupos políticos, como, por exemplo, o MDB de José Maranhão; o PSDB de Cássio Cunha Lima e Romero Rodrigues (Romero é do PSD), que não sei porque, de repente, desceram de Campina Grande para dar apoio ao candidato”, verbalizou Lucena.

Espanto

Nilvan glosou o mote: “Eu fiquei espantado o senhor falar mal de Cássio, porque Ronaldo Cunha Lima, o pai de Cássio, o senhor chamava de meu mestre até um dia desses. Quando o senhor não tinha nenhuma experiência administrativa, ele lhe colocou como vice-governador. E foi por isso que o senhor foi governador e recebe uma pensão até hoje.

Ingratidão

Ainda Nilvan: “Como o senhor é ingrato com as pessoas que, até pouco tempo, o senhor falava (sobre Ronaldo) que era um pai. E Maranhão? Um dia desses o senhor estava na casa dele pedindo para eu ser o seu vice. E agora o senhor joga Maranhão na lata do esquecimento, falando mal dele”.

Resposta

No domingo, Cássio resolveu fazer a sua primeira participação pública nas eleições municipais e majoritárias deste ano.

Leia o texto publicado.

Ataques

“´Ingratidão é o mais pobre dos estados de espírito!´ Este ano não participei das eleições municipais. Mesmo assim, Cícero Lucena resolveu me atacar para atender aos interesses políticos do grupo que hoje integra.

Linha do…

“Me atacou em sua propaganda, me atacou durante o debate. Cícero era um construtor quando foi vice-governador do meu pai, Ronaldo Cunha Lima. Foi Ministro de Fernando Henrique Cardoso com o nosso apoio. Foi duas vezes prefeito de João Pessoa, igualmente com o nosso apoio.

… Tempo

“Após deixar a Prefeitura, foi secretário de Planejamento no meu governo. Na eleição seguinte foi eleito senador ao meu lado. Hoje me ataca, mesmo eu estando distante disso tudo. Vivo um novo momento da minha vida e trabalho, como sempre fiz, de forma digna e honrada. A política nunca foi, nem nunca será, um negócio para mim”.

Novos amigos

Ainda Cássio: “Cícero optou por se juntar com a gangue da Calvário. Infelizmente, tem pessoas assim: quando se livram de uma acusação, se juntam a outros crimes. Lamento por isso.

De consciência leve e tranquila, sigo minha vida em paz”.

Lá vem o Ibope...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube