Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

quarta-feira, 16/05/2018

Cadeia não tira votos de Lula

Em defesa do “legado”

A viúva do deputado Rômulo Gouveia, Eva Gouveia (suplente de deputada estadual), divulgou uma carta à população na qual expressa o agradecimento pessoal e familiar pelos gestos de afeto ao ex-deputado, quando de sua despedida, como também balizou o rumo que pretende dar ao legado político.

“O coração de Rômulo e sua história foi escancarada com os relatos e depoimentos daqueles que dele recebeu muito afeto e amor. Rômulo foi bondade e sabedoria, solidariedade e humanidade”, assinala Eva, prometendo em seguida que “sua história não acabará aqui e o seu legado não se tornará órfão”.

Aclamação

Adiante, ela agradece “a confiança do ministro Gilberto Kassab, do senador Raimundo Lira, do deputado Manoel Ludgério e de todos os mandatários do PSD, que se manifestaram unos em nós confiar a Presidência estadual do partido”.

Nada muda

A viúva antecipa no texto que “para as eleições de 2018, seguiremos com o projeto das oposições, unidos em torno do pré-candidato Lucélio Cartaxo (PV), um companheiro amigo que ao lado de Rômulo visitou todas as partes do nosso estado”.

Mais

“Manteremos a candidatura a deputado estadual, a de deputado federal que estava reservada a Rômulo e a do senador Raimundo Lira (PSD), com a sua participação na chapa majoritária”, acrescenta Eva.

´Herdeiros´

Por fim, ela assinala que “em nossa família, decidiremos nos próximos dias o nome que seguirá com a pré-candidatura a deputado estadual e também federal. Decidirei ao lado dos meus familiares o cargo que apresentarei o meu nome e entre eles o que ocupará a outra vaga, seja na Assembleia Legislativa ou na Câmara dos Deputados”.

Alternativas

“O compromisso e espírito público é também característica de meus filhos e do cunhado Robson (irmão de Rômulo), que filiados ao PSD, poderão legitimamente seguir o legado do nosso amado Rômulo Gouveia”, finaliza Eva Gouveia.

Da boca de…

“… O maior patrimônio que Rômulo Gouveia deixou foi a legião de amigos que ele construiu…” (dom Manoel Delson, arcebispo da Paraíba).

Outro adeus

O luto de Campina Grande foi ampliado e estendido, ontem, com a morte do vereador Antonio Lula Cabral, também professor aposentado da UFCG.

Batalha

Ele descansou ao cabo de quase dois anos de luta diária e tenaz contra um câncer que o acometeu.

Assiduidade

Mesmo com a debilidade do corpo, Lula fazia questão de comparecer às sessões ordinárias do Legislativo.

Envolvimento

Lula, um fraternal amigo, teve participação decisiva no processo de criação da UFCG, como também nas batalhas que a cidade travou para a concretização da transposição do Rio São Francisco.

Suas paixões

Ele tinha especial dedicação às causas relacionadas ao esporte, à agricultura, à cultura e ao meio ambiente.

Cumplicidade

Em síntese, era um apaixonado pelas causas, reivindicações e sonhos de Campina Grande.

Sucessão

Vai suceder Lula Cabral (que teve 2.177 votos nas eleições de 2016) o suplente Josimar Henrique (PRB), pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (2.160 votos nas eleições de 2016).

Da boca de…

“… Pra nós é uma perda muito grande. Rômulo Gouveia teve uma trajetória belíssima. Era um cidadão admirável…” (empresário Dalton Gadelha, diretor da TV Itararé e chanceler da Unifacisa).

Espiral

O preço do litro da gasolina em João Pessoa já chega a R$ 4,30.

Reabertura

Após aproximadamente 18 meses fechado, em obras, o tradicional Mark Center Hotel (rua Getúlio Vargas, centro) em Campina Grande vai ser reinaugurado no começo de junho, saltando dos antigos 90 apartamentos para 148.

Mais um

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal aprovou a criação do ´Mês de Conscientização sobre o Câncer de Cólon e Reto´.

As atividades de prevenção e informação sobre a doença serão desenvolvidas por todo o País em março de cada ano.

´Tô nem aí´

Dos 55 deputados federais alvo de inquéritos e ações penais na Operação Lava Jato, 50 (o equivalente a 91% do total) vão disputar as eleições deste ano, noticiou o ´Estadão´.

Siglas

12 deputados são filiados ao PP e outros 12 ao PT.

Na sequência, aparecem seis do PSDB e quatro do DEM.

Da boca de…

“… A palavra NÃO inexistia no vocabulário de Rômulo Gouveia…” (jornalista Napoleão de Castro, ontem, na TV Itararé).

PR quase lá

“O deputado Wellington Roberto tem enorme deferência ao senador José Maranhão”.

Foi o que disse o seu filho, Bruno Roberto, em entrevista ontem à Panorâmica FM´.

Duro na queda

A nova pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) sobre a sucessão presidencial mostra o quanto é arraigada a vinculação de uma expressiva fatia do eleitorado nacional com o ex-presidente Lula.

Intacto

Na pesquisa estimulada (a 1ª após a prisão de Lula), o petista obteve 32,4% das intenções de votos.

Esse foi o primeiro levantamento realizado pela CNT/MDA após a prisão do ex-presidente, no último dia 7 de abril.
2º pelotão

Na 2ª posição aparece o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), com 16,7%, seguido por Marina Silva (Rede), com 7,6%, e pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 5,4%.

O ex-governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) surge em quinto lugar, com 4% das intenções de voto.

Sem o ´ex´

Com Lula fora da pesquisa, Bolsonaro lidera com 20,7%.

Marina tem 16,4%; Ciro 12%; Fernando Haddad (4,4%).

O detalhe

O índice de indecisos beira os 50%.

Imenso fosso

A pesquisa espontânea (quando não são mostrados os nomes dos presidenciáveis) mostra apenas dois competidores: Lula 18,6% das intenções de voto; Bolsonaro com 12,4%; Ciro 1,7%; Marina 1,3%; Alckmin 1,2%.

Zé Maranhão ´caça´ um candidato a vice em Campina...
Simple Share Buttons