Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 21/05/2016

Cacife alto

Confidências do ´coração´

Muitos segmentos da oposição em Campina ouviram com espanto a declaração dada ontem pelo ex-prefeito Veneziano (PMDB), que cessou o silêncio de muitos dias e concedeu entrevista à Rádio Campina FM.

Ele revelou publicamente um desconhecido estado de espírito do deputado Damião Feliciano, comandante no PDT na Paraíba.

Segundo o ´V`, batia dentro de Damião um constrangimento por ter que votar para prefeito de Campina no deputado/presidente Adriano Galdino (PSB), por imposição do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Desapontado

“Eu conversava com Damião e ele, constrangidamente, dizia como vai ficar. Eu disse, meu irmão não se preocupe. Eu sei que você não pode dizer não ao governador. E Damião constrangido, porque tem ótima relação comigo”, relatou Veneziano aos ouvintes.

Abandono

O ´V´ também compartilhou com os ouvintes a sua decepção com vereadores que integravam a sua base política e no presente são aliados de seu adversário e atual prefeito Romero Rodrigues (PSDB).

Traição

“Companheiros que no primeiro instante em que eu não tinha mais poder e caneta, viraram as costas para mim e simplesmente acorreram aos braços dos novos governantes”, acentuou o ex-prefeito, que comentou ter dúvidas se esses parlamentares “têm consciência”.

Lema

“Veneziano – até a campanha de 2012 – era o maior prefeito de Campina, o cidadão que mais fez por Campina, no dizer de alguns vereadores”, emendou o peemedebista.

´Me poupe´

O ´V´ também mandou um recado aos petistas campinenses: “Se o PT for apoiar Adriano, só não vá dizendo que não apoia a mim pelo fato de eu ter me posicionado dessa ou daquela forma em relação ao impeachment (de Dilma), porque o PSB de Adriano votou quase à unanimidade contra a presidente”.

“Arrumem outra argumentação”, reforçou.

Mentira

Adriano Galdino reagiu prontamente à fala do deputado peemedebista, afirmando que “de maneira nenhuma” existe constrangimento da parte de Damião, “que está muito à vontade nos apoiando. Nos falamos quase diariamente”.

´Aguarde carta´

“O discurso de Veneziano é de quem perdeu mais um partido. E ele tem que se acostumar com essa realidade, porque outros partidos virão nos apoiar”, acrescentou o socialista.

Em tempo

Sobre a fase atual da sucessão campinense, cabe resgatar o que disse esta semana o senador Cássio, na estreia do programa ´Ideia Livre Política & Economia´, na TV Itararé.

Alijamento

“O que eu estou percebendo, e não estou fazendo nenhuma crítica nem demérito, mas percebo que Veneziano começa a perder um pouco o protagonismo na cidade, porque tem uma máquina pública funcionando, que é a da Assembleia Legislativa e do Estado (…) Está sufocando o espaço que Veneziano tem”.

Para homologar

O Partido Comunista do Brasil se reúne neste sábado em Campina Grande e deverá oficializar o apoio a Adriano Galdino.

Da boca de…

“… A coluna APARTE faz parte do meu café da manhã…” (vereador João Dantas, PSD, anteontem, na tribuna da Câmara campinense).

Petistas

O PT/CG realiza às 9h de hoje uma reunião do diretório municipal “ampliada”, com a participação de membros da direção estadual.

Será na sede do Sindicato dos Urbanitários e a pauta é eleição 2016.

Mais uma

A bancada paraibana no Congresso Nacional agendou para a próxima terça-feira uma nova audiência com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, para tratar das obras de transposição do Rio São Francisco.

Heresia

Ainda sobre essa questão da transposição, a desculpa que o deputado Luiz Couto (PT) deu para não assinar o documento da bancada paraibana, endereçado ao governo federal, em prol da continuidade e celeridade das obras, foi lamentável.

Venda

“Não reconheço esse governo e nós vamos continuar lutando, de fato, para ter de volta nossa presidenta (Dilma) e ela, com certeza, dará continuidade”, declarou Couto.

Dito de outro jeito: até lá, todos se virem.

Ignomínia

“Não faço reservas ao fazer críticas ao deputado Luiz Couto. Ele deu um tiro no pé e atingiu a sociedade. Foi um gesto de agressão à população que precisa de água”, sublinhou na ´Campina FM´ o empresário Dalton Gadelha.

Meta

O vereador Galego do Leite, que preside o PTN em Campina Grande, disse nesta sexta-feira à TV Itararé que o partido espera “eleger dois ou três” vereadores nas eleições deste ano.

Proporção

Dos 23 ministros do Governo Temer, 19 são parlamentares ou ex-parlamentares.

Na Serra

O governador Ricardo Coutinho participa neste sábado, em Campina Grande, de mais uma Plenária do Orçamento Democrático.

Será no auditório do Colégio Estadual da Prata.

Cotado para liderança

O senador Raimundo Lira (PMDB) poderá ampliar, ainda mais, o seu raio de influência no Senado, elastecido desde que foi indicado no mês passado, consensualmente, como presidente da comissão especial do impeachment, atividade que lhe dará visibilidade até próximo do processo eleitoral de outubro.

Lira teve o seu nome mencionado ontem no círculo presidencial para ocupar a ainda vacante liderança do governo no Senado, posto que já tem duas senadoras igualmente cotadas: Ana Júlia (PP-RS) e Simone Tebet (PMDB-MS).

Como será o rateio dos cargos federais na Paraíba?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube