Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 26/05/2016

Brilho nos olhos

Sob controle

O presidente da Cagepa, Marcos Vinicius Neves, se deslocou ontem para Campina Grande com a finalidade de esclarecer as notícias que considera desencontradas com relação à qualidade da água que está sendo fornecida pela empresa à população local.

“A água está dentro dos padrões fixados pelo Ministério da Saúde”, assegurou.

Constante

Marcos disse que é feito um “acompanhamento permanente” acerca da água tratada que é oriunda do açude de Boqueirão.

Tem jeito

Ele admitiu que “aumentou a concentração de algas, inevitavelmente”, mas que o tratamento físico-químico tem sido satisfatório.

Retirada

O dirigente da Cagepa informou que até fevereiro do ano que vem, conforme outorga da ANA (Agência Nacional das Águas), haverá uma captação d´água no manancial de 650 litros por minuto.

Remanejamento

O racionamento poderá ser alterado em termos de horário, devido ao fato de os equipamentos flutuantes não conseguirem o mesmo desempenho da captação convencional.

Fardo

Vinícius tratou da questão da municipalização do serviço de água e esgoto, que voltou à discussão, e afirmou que a prefeitura campinense “não tem condições de absorver (nas circunstâncias atuais) esse serviço”.

E exemplificou: “Veja o desastre que existe na cidade de Sousa (com a municipalização)”.

“É algo inapropriado para o momento”, emendou.

Desconhece

O presidente da Cagepa disse que desconhecia a liberação de recursos da ordem de R$ 55 milhões, junto ao governo federal, para o serviço de desassoreamento do açude de Boqueirão, como tem divulgado pela mídia o deputado federal Veneziano (PMDB).

´Gêni´

“Estão usando o momento para tentar crucificar a Cagepa”, protestou Marcos Vinicius.

´Vem´

De outra parte, especialistas das universidades públicas de Campina cogitam convidar o Ministério da Saúde para tomar parte nas discussões sobre o problema hídrico, por considerar que a situação virou um problema de “saúde pública”.

Na UTI

É crítica a situação financeira da tradicional Escola Técnica Redentorista, em Campina.

O governo estadual ainda não formalizou o convênio para o pagamento das bolsas de estudo dos alunos no ano em curso.

Sem caixa

Dessa maneira, até o momento nenhum pagamento foi feito este ano pelo Fundo de Combate à Pobreza.

A Eter atrasou o pagamento dos funcionários.

Da boca de…

“… O trabalhador se acha desprotegido e o empresário não contrata porque tem medo da justiça…” (Ronaldo Nogueira, novo ministro do Trabalho, sobre as reformas que o governo Temer proporá em breve na legislação trabalhista).

Dobradinha

O ex-prefeito Carlinhos de Tião (filiado ao PSB) vai disputar a Prefeitura de Queimadas nas eleições deste ano, tendo como candidato a vice-prefeito um filho do ex-vice-prefeito, médico Pedro Saulo.

´Salvador´

O juiz da Infância e da Juventude em Campina Grande, Max Nunes, repassou ontem ao colunista uma informação interessante: a maior parte dos casais que buscam a adoção de crianças está em crise conjugal e contempla na adoção uma solução para o problema.

Conforme o magistrado, via de regra, acaba sendo criado mais um complicador.

Só o começo

Conforme a Globonews (canal de notícias da Rede Globo), as gravações com o ex-senador Sérgio Machado (ex-presidente da Transpetro) passam de seis horas.

Sempre ele

As delações que envolvem relatos sobre tentativas, sugestões e/ou propostas para estancar a ´Operação Lava Jato´ quase sempre têm uma menção ao presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski.

Artilharia

A pré-candidata à Prefeitura de João Pessoa pelo PSB, Cida Ramos, disse ontem que o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) “só faz maquiagem”.

É do jogo

“O diretório resolveu entrar na justiça, mas isso faz parte da política e eu entendo perfeitamente”, comentou o edil.

Não virou a página

O deputado Gervásio Maia (PSB), ex-filiado ao PMDB, declarou que “a candidatura de (deputado) Manoel Júnior (a prefeito de João Pessoa) é uma aventura do PMDB. Ele não tem nada a ver com o PMDB. Ele está no PMDB por circunstância. Quando for conveniente, ele sai do PMDB. Ele não tem nenhuma identificação, nenhum vínculo”.

Da boca de…

“… Só vou acreditar no Brasil quando houver uma reforma política…” (Peron Japiassu, presidente do PT em Campina).

Focar

Novo coordenador da PMCG na Secretaria de Planejamento, Érico Feitosa disse ontem à TV Itararé que uma das prioridades no setor é a revisão do Plano Diretor da cidade, que passa pelo redimensionamento dos limites dos bairros da cidade.

Quero mais

Quem tem conversado nos últimos tempos com o senador Raimundo Lira (PMDB), em Brasília, garante que ele está pra lá de empolgado – com brilho nos olhos – para disputar um novo mandato nas eleições de 2018.

A visibilidade que Lira está obtendo com o impeachment da presidente Dilma o deixa em estado de ´levitação´.

As penas aplicadas pelo juiz Sérgio Moro já passam de mil anos...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube