Fechar

logo
logo

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 10/02/2022

“Vá para a PQP”

Chegada na Corte

O advogado Roberto D’Horn Moreira Monteiro da Franca Sobrinho tomou posse, esta semana, como novo integrante do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, conforme escolha do presidente Jair Bolsonaro.

Ele é sobrinho do ex-deputado estadual Neto Franca.

O detalhe

Roberto Moreira já atuou como responsável pela representação em Campina Grande da AGU – Advocacia Geral da União.

Legado

Um dia após ser entronizado na Corte Eleitoral, o novo membro recebeu a incumbência de relatar os processos oriundos da Justiça Comum da chamada Operação Calvário.

Da boca de…

“… Quero buscar parceiros que tenham uma vida limpa…” (deputado Raniery Paulino, do MDB, sobre a aproximação entre o senador Veneziano e o ex-governador Ricardo Coutinho).

´Habemus líder´

O PSD resolveu ter um líder de bancada no Legislativo campinense para ´comandar´ os sete vereadores da legenda.

O presidente estadual do partido, ex-prefeito Romero Rodrigues, designou o seu primo, Márcio Melo.

Contemplação

Como será que o líder do PSD vai lidar com a sistemática oposição do vereador Pimentel Filho à gestão do prefeito Bruno Cunha Lima.

Silêncio

Presidente municipal do PSD, o ex-vereador João Dantas ainda não se pronunciou acerca da indicação.

Quem sabe

Talvez seja o momento apropriado para Dantas entregar o comando da direção municipal do PSD, pouco prestigiada em tempos recentes.

Enquanto isso

A bancada governista em Campina segue acéfala no Legislativo: sem líder.

´Batismo´

Foi protocolado na Câmara campinense o primeiro projeto do ano oriundo do Poder Executivo – em regime de urgência.

Conteúdo

Trata da questão do subsídio para o sistema de transporte público, nos moldes que foi apresentado há poucos dias ao Conselho Municipal de Transporte Público.

Outra…

O deputado-presidente Adriano Galdino (PSB) e o deputado Cabo Gilberto Silva (PSL), líder do bloco oposicionista.

… Peleja

Galdino: “Vossa Excelência não quer aprovar os projetos da Polícia Militar. Quer que fique essa zoada aqui e lá fora, para tirar proveito político desta situação”.

Réplica

Cabo/deputado: “Eu não sou mentiroso. O senhor, mais uma vez, me desrespeita. O senhor ontem (3ª feira) falou que os policiais estavam com safadeza e não aceitavam a proposta do governo. O senhor está desequilibrado, presidente”.

Espelho meu

“Nós fazemos parte da oposição à candidatura do governador (João Azevedo). Sabemos que temos de convergir diante de outras candidaturas que estão postas. E o nome que estiver mais credenciado para representar as oposições, nós vamos nos juntar”.

Palavras do deputado Wellington Roberto (WR), presidente do PL/PB.

´Dessa água, não bebi´

Reforço do deputado: “Me perdoe a sinceridade: eu não nunca fui aliado de João Azevedo. Eu, deputado Wellington Roberto, nunca fui aliado do governador”.

Cabeça de chapa

WR reafirmou que “vamos (1º turno) ter candidatura própria. O presidente Bolsonaro vai ter um palanque aqui. E este palanque tem nome: Nilvan Ferreira”.

Endosso do chefe

De sua parte, Nilvan avaliou que Wellington verbalizou uma posição endossada por ´Brasília´: “A decisão do PL não poderia ser tomada sem anuência do presidente da República, que é o grande comandante deste agrupamento nacional”.

Ficando

Presidente estadual do PTB – que realiza convenção nacional na próxima semana -, Nilvan qualificou como “remota” a possibilidade de deixar o partido e entrar no PL.

Lula sendo…

“A gente quer conversar com muita gente na Paraíba. E nós vamos ganhar as eleições na Paraíba, podem ficar certos”.

… Lula

Ex-presidente, ao falar sobre a eleição para governador da Paraíba, ontem, durante entrevista à Rádio Clube de Pernambuco.

Novo adiamento

Devido ao “alto número” de servidores contaminados pela Covid-19, a Câmara Municipal de João Pessoa adiou o retorno dos trabalhos para a próxima terça-feira (15), às 9h.

Da boca de…

“… Foi uma boa conversa. Mas os resultados vão depender da palavra do presidente Lula e da direção nacional do PT…” (ex-deputado Luiz Couto, do PT, sobre a reunião virtual desta semana com o senador Veneziano Vital, do MDB).

Fermentada

Com a consolidação da criação do partido União Brasil (fusão do PSL com o DEM), a nova legenda passa a contar com três vereadores no Legislativo campinense: Rubens Nascimento, Waldeny Santana e Olímpio Oliveira.

O detalhe

Os dois primeiros estão no bloco governista; o segundo, trafegando na oposição.

Complicador

Acontece que – uma sessão sim na outra também sim – Waldeny e Olímpio têm trocado pesadas farpas no plenário.

Explode coração

A edição de ontem do Diário Oficial do Estado publicou a exoneração do ex-vereador campinense ´Galego do Leite´ – batizado como Joseildo Alves dos Santos – do cargo de secretário executivo da Pasta do Desenvolvimento e da Articulação Municipal.

Seguindo o ´chefe´

A ´gota d´água´ no ´leite´ foi o fato de o agora ex-secretário ter largado o cargo há alguns dias para acompanhar as visitas do senador Veneziano às cidades sertanejas de Cajazeiras e Monte Horebe.

Abrigo

A mesma edição do ´DO´ publica a nomeação de João Paulo Spencer de Andrade Freire como assistente de gabinete do gabinete do governador João Azevedo.

Ejetado

João Paulo é o principal assessor da secretária/vereadora Eva Gouveia (PSD).

Há algumas semanas, ele havia sido exonerado pelo prefeito Bruno Cunha Lima do cargo de confiança que ocupava na PMCG.

Espanou

Como era de se esperar, o presidente Bolsonaro ´mandou ver´ nos pronunciamentos que fez em solo nordestino, ontem, com direito até a palavrão. Nada anormal, para os seus padrões.

Segue uma síntese do que disse o ´capitão´.

Marca regional

“A minha esposa (Michelle) é filha de um cabra da peste, de um cabeça chata, de um cearense.

Regresso

“Os ladrões querem voltar (…) Tem gente que tem saudade desses canalhas! Não é só o povo nordestino que sofre, todo mundo sofre no Brasil. Em consequência desses canalhas. Os números estão aí. Não estou alfinetando nem criticando ninguém.

“Porcarias”

“Alguns falam ‘o presidente é mal educado, fala palavrão’. Mas eu não roubo! Eu devo lealdade a vocês. Ah ‘o presidente é grosso, falou palavrão’. Quantos porcarias me antecederam que falavam bonito? Até aquele que falava [assim] – imitando o modo de falar de Fernando Henrique

“Fala mansa”

“Lembram? Era roubalheira o tempo todo. O que nós queremos para o Brasil, a não ser fazer a coisa certa? Querem botar um fala mansa lá? Botem. Quem vai pagar a conta? Vocês.

“Dutos de dinheiro”

“Completamos três anos sem corrupção. Vocês lembram naquele período vermelho do Brasil, as televisões mostrando dutos com dinheiro saindo. Quem não se lembra? Vocês querem a volta disso?

Apuração

“Costumo dizer: se um dia aparecer corrupção em algum ministério e banco oficial nosso, vamos apurar, colaborar com a apuração. Pode acontecer. Ninguém está livre disso.

Recordar

“Os ladrões de ontem querem voltar por ocasião das eleições de outubro que se aproximam. E a gente mostra o que eles fizeram. Não estamos criticando nenhum governo anterior. Estamos mostrando números.

´Fecha tudo´

“A política do fica em casa, lockdown e toque de recolher foi desumana. Levou a mortes, desemprego, muita gente foi para depressão e para o desespero.

Nada a reparar
“Não errei nenhuma (vez) durante a pandemia, fui atacado covardemente o tempo todo, mas a decisão de conduzir a questão da pandemia, segundo decisão do Supremo, foi para governadores e prefeitos”.

Vocabulário de botequim

Ainda o presidente: “Durante a transição após as eleições (de 2018) em Brasília, estávamos conversando sobre o que estava acontecendo com o governo anterior e como estava o governo. Descobrimos que a Funai tinha um contato de R$ 50 milhões para ensinar o índio a mexer com Bitcoin. Ah, vá para a puta que pariu, porra. Desculpe o palavrão aqui”.

Contagem regressiva para o anúncio da candidatura de Veneziano...
Valorize o jornalismo profissional e compartilhe informação de qualidade!

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube