Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 26/02/2019

BNB na mira

Adolescentes longe do cartório

Sem muito alarde, o plenário do Senado aprovou, dias atrás, o projeto que proíbe o casamento de menores de 16 anos.

A exceção estabelecida – preservada do Código Civil – é que os pais ou responsáveis de jovens com 16 e 17 anos podem autorizar a União.

O projeto acolhe uma determinação da ONU (Nações Unidas).

Em profusão

Quando da discussão em plenário, a senadora Eliziane Gama (PPS-MA) citou que o Brasil “é o quarto país do mundo em casamentos infantis. Os dados mostram que 877 mil mulheres brasileiras se casaram até os 15 anos de idade nos últimos anos”.

Interrupção

“Os dados apresentados mostram que essas jovens, que se casam tão cedo, engravidam cedo e não mais estudam”, acrescentou a parlamentar.

Por dedução

“Uma criança, um jovem de 15 anos não pode beber, não pode dirigir, não pode votar. Então, é lógico que também não possa se casar”, reforçou o senador Roberto Rocha (PSDB-MA).

Cadeado

Uma das filiais da rede de lojas Ricardo Eletro encerrou as suas atividades em Campina Grande.

´Bravata´

Quem foi que disse que o MDB está longe (ou fora) do Governo Bolsonaro?

O suplente de deputado federal Benjamin Maranhão (PB) foi nomeado para a direção do Departamento de Fomento à Inclusão Social e Produtiva Rural da Secretária Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania.

Concorrência

São Paulo – disparadamente o estado mais rico da Federação – está reduzindo o ICMS que incide sobre o combustível utilizado pelas aeronaves (de25% para 12%), como forma de aumentar o número de voos em seu território.

Como é?

O vereador Márcio Melo (DC), 1º secretário da Câmara campinense, chamou os seus colegas Anderson Maia (PSB) e Galego do Leite (Podemos) de “palhaços”, devido ao fato de ambos estarem atendendo às pessoas na parte externa do Legislativo, em função da suspensão dos trabalhos para uma reforma na parte elétrica.

´Farra´

O lucro dos bancos Itaú, Bradesco e Santander no ano passado somou R$ 59 bilhões e 700 milhões.

Despertar

A Câmara Municipal de João Pessoa inicia hoje (9h) os trabalhos legislativos do ano de 2019, com a esperada presença do prefeito Luciano Cartaxo (PV), que anda sumido do noticiário político.

Sem arrodeio

O vice-prefeito campinense Enivaldo Ribeiro (PP) é o entrevistado da noite de hoje (22h15) no programa ´Ideia Livre´ da TV Itararé – canal 18.1 (HD) ou pela internet no endereço eletrônico www.tvitarare.com.br

Ocultação

Em sua edição de ontem, o jornal Folha de São Paulo noticia que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ocultou da Justiça Eleitoral a posse de imóveis durante quase toda a sua carreira política, iniciada no fim dos anos 1990.

Devassa

A publicação fez um levantamento de escrituras e registros nos cartórios de imóveis da capital do Amapá.

Disparidade

O jornal informa que foi localizado “um cenário bem diverso do que o político, por obrigação legal, tornou público a cada eleição”.

Fortuna

Segundo a ´Folha´, Davi é membro de uma família com patrimônio elevado no Amapá, com mais de uma centena de imóveis, postos de gasolina, empresas e retransmissoras de TV, entre outros negócios.

Zerado

Desde 2002, ele vem informando aos seus eleitores ter poucos bens, às vezes nenhum.

Em 2002, 2010 e 2012, por exemplo, declarou não ter nem um centavo de patrimônio.

Cotações

No final de semana, o preço da gasolina era vendido em alguns postos de João Pessoa a R$ 3,75 e em Campina Grande a R$ 3,99 (o litro).

Já o etanol estava a R$ 2,74 na Capital e R$ 2,85 em alguns postos campinenses.

Amarração

O governo federal sinaliza que vai enviar um projeto ao Congresso Nacional no sentido de que o dinheiro repassado ao chamado ´Sistema S´ (Sesi, Senai, Sebrae, Senac, entre outros) seja transferido mediante a assinatura de contratos de gestão, com metas e objetivos a serem alcançados.

Crepuscular

A decisão tomada na semana passada pela direção nacional do PSDB – de arquivar todos os processos em tramitação que poderiam resultar na expulsão de filiados (entre os quais o ex-senador Aécio Neves – MG) – foi interpretada como a ´pá de cal´ para uma legenda condenada ao ostracismo e/ou à insignificância na política nacional.

Voz das…

Ao enfatizar a necessidade de instalação da CPI da Cruz Vermelha na Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado Anderson Monteiro (PSC) disse que “há um pedido do povo paraibano para que se apure o que está acontecendo”.

… Ruas

“Quanto mais gente investigando, melhor”, ponderou, para acrescentar que “há indícios muito claros e fortes de que houve irregularidades”.

Fusão de bancos federais

O superministro da Economia, Paulo Guedes, cogita recentemente que pode propor a fusão do Banco do Nordeste (BNB) com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), sob o argumento de oferecer maior eficiência à máquina estatal.

O coordenador da bancada do Nordeste, deputado Júlio Cesar (PSD-PI), avaliou que a fusão dos bancos prejudicaria a região porque os recursos do BNDES ficam “muito concentrados” nas áreas mais ricas do País, enquanto o BNB tem maior volume de recursos investidos no Nordeste.

Cadê as visitas mensais a Campina, governador?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube