Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 13/08/2018

Bate-boca nos bastidores

´Carão´ público

Em recente entrevista concedida à rede BBC (inglesa), o ex-presidente do Supremo Tribunal federal, Sydney Sanches, faz uma crítica contendente à atuação dos ministros da Corte.

Segundo ele, a disputa entre os ministros, em especial aquela relacionada à prisão após condenação em segunda instância, deixa o STF em “situação dramática”.

Nunca antes

“A turma não está cumprindo decisão do plenário e quer que o plenário rediscuta uma questão que já foi discutida em 2016. Eu nunca vi uma manipulação tão alta para se rediscutir matéria”, afirmou Sanches.

Inadmissível

“De que adianta remeter a questão para o plenário se depois a turma não segue? Se a maioria amanhã decidir reconsiderar a decisão, tudo bem, mas cumpra-se a decisão. O que não pode é aquela turma que perdeu dizer ‘eu não cumpro, porque não gostei’”, acrescentou o ex-integrante do STF.

Palanque

“Dizem que nós estamos em guerra. Que guerra é essa que só um lado pode atirar? Se o policial atira no vagabundo, dificilmente ele não vai pra cadeia. Se não atira, dificilmente não vai pro cemitério”.

Presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Localização

O comitê eleitoral do candidato a governador João Azevedo (PSB), em Campina Grande, deverá funcionar na avenida Almeida Barreto, próximo ao Walmart.

Endereço

Já o comitê campinense de Lucélio Cartaxo (PV) deverá ser instalado no antigo prédio da Cavesa (rua Miguel Couto).

´Vizinho´

Bem próximo a esse local referido acima deverá ser instalado o comitê do candidato a deputado estadual Artur Bolinha (PPS): rua Miguel Couto, esquina com a Desembargador Trindade (centro).

Mais distante

Também está definida a localização do comitê da reeleição do deputado Adriano Galdino (PSB) em Campina: rua Américo Porto, bairro Alto Branco.

Estímulo…

Conforme reportagem do jornal Folha de São Paulo, a projeção do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi um dos fatores que impulsionaram as candidaturas de policiais.

… Funcional

São pelo menos 28 candidatos, sendo 8 ao governo, 12 vices e 8 ao Senado.

Microfone

Reunião realizada no último final de semana definiu o calendário de entrevistas e debate da Rádio Campina FM com os candidatos ao governo estadual.

Como ficou

As entrevistas – sempre no horário do meio dia – obedecerão a seguinte ordem, conforme sorteio feito na presença de representantes dos candidatos: dia 15.08 – Tárcio Teixeira (PSOL); dia 17.08 – João Azevedo (PSB); dia 19.08 – Lucélio Cartaxo (PV); e dia 22.08 – José Maranhão (MDB).

O detalhe

A candidata pelo PSTU Rama Dantas ainda não definiu a data da entrevista.

Vespertino

O debate da ´Campina FM´ com os candidatos do MDB, PV, PSOL e PV será realizado no dia 27 de setembro, às 16 horas.

Inaugural

Será realizado às 21 horas de hoje o 1º debate com os candidatos ao governo da Paraíba.

A promoção é da TV Arapuan (JP) e a mediação será do jornalista Heron Cid.

Palanque

“A democracia participativa implantada neste Estado é muito nova. Nós precisamos dar continuidade a esse projeto, que tem muito pouco tempo, uma vez que a Paraíba só se acostumou com grandes obras, com grandes realizações, com políticas de inclusão, nestes últimos oito anos”.

Candidato a governador João Azevedo, PSB/PB.

Gratidão

Registro o público agradecimento aos membros da Academia Paraibana de Ciência da Administração pela acolhida e homenagem prestadas a diversos profissionais de imprensa no último sábado, em João Pessoa.

Palanque

“Vou ajudar a limpar o nome das pessoas (do SPC – Serviço de Proteção ao Crédito) não é porque sou bonzinho. É porque meu projeto prevê que um dos motores da economia é o consumo das famílias”.

Presidenciável Ciro Gomes (PDT).

Apelo

Os juízes eleitorais de Campina Grande estão apelando às coligações e candidatos que vão disputar o pleito deste ano para que não realizem carreatas na cidade.

Palanque

“Faremos da segurança pública prioridade na gestão. Investir em efetivo policial, através de concurso público, é fundamental para mudarmos esta realidade. Não adianta dizer que o Estado está seguro, porque a população sente o medo ao caminhar nas ruas. Já foram 700 casos de violência a bancos em todo Estado. Se explode até dentro de shopping”.

Candidato a governador Lucélio Cartaxo (PV-PB).

Fator de discórdia

Nos bastidores do bloco oposicionista comenta-se uma discussão recente (e azeda) entre o vice-prefeito pessoense Manoel Júnior (PSC) e o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), tendo como motivação a formação das coligações proporcionais.

A eleição de senador na Paraíba virou uma ´loteria´...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube