Fechar

logo
logo

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 14/07/2021

Adversário comum

Gigantescas dimensões

O IBGE atualizou dados importantes e curiosos sobre este imenso país continental chamado Brasil.

Temos 588 municípios na faixa de fronteira terrestre, representando 16,7% do território nacional.

Com 10,9 mil quilômetros de litoral, o país tem 279 municípios defrontantes (de frente) ao mar, representando uma superfície aproximada de 251,3 mil km² (2,9% do território).

Largura

Ainda de acordo com a publicação oficial ´Municípios da Faixa de Fronteira 2020 e Municípios Defrontantes com o Mar 2020´, a largura da faixa de fronteira brasileira com os países vizinhos é de 150 quilômetros e atinge uma área total de 1,4 milhão de quilômetros quadrados, o equivalente a 16,7% do território nacional.

Extensão

A fronteira terrestre, destacou adicionalmente a agência de notícias do governo federal, se estende por 16,9 mil quilômetros, ligando o Brasil a dez países vizinhos: Guiana Francesa, Suriname, Guiana, Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai.

Da boca de…

“… Eleição vai haver, eu garanto…” (ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral).

Nova fase

“Centro Diocesano São João XXIII”.

Esta é a nova denominação do antigo ´Círculo Operário´, área localizada no bairro de José Pinheiro, em Campina Grande.

O local está novamente sob o controle da Diocese local.

Sucessão

A Academia de Letras de Campina Grande vai eleger na próxima sexta-feira (pela manhã) a sua nova diretoria.

Será uma chapa única (e consensual), tendo como candidato a presidente o advogado Thélio Farias.

Demais cargos

Na vice-presidência, o professor Bruno Rafael de Albuquerque Gaudêncio.

Como secretária, Valeria Vanda Xavier Nunes. E José Edmilson Rodrigues como tesoureiro.

Registro

É oportuno ressaltar o relevante trabalho e dedicação do presidente que está deixando o cargo, professor Josemir Camilo, um abnegado acadêmico.

Geração eólica

O grupo Neoenergia informou ao mercado que entrou em operação comercial, anteontem, o trecho inicial do empreendimento localizado em Santa Luzia, na Paraíba: uma linha de transmissão de 500 quilovolts de energia entre as subestações Santa Luzia II e Campina Grande III (124 quilômetros de extensão).

Tem que esperar

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, alertou ontem que pessoas vacinadas em duas doses não poderão deixar de usar máscara imediatamente.

Preliminares

O governador João Azevedo (Cidadania) protagoniza dois estágios distintos de sua caminhada rumo à busca da reeleição.

Universos…

De um lado, a oposição ao seu governo permanece limitada e retraída, o que tem permitido a JA, periodicamente, abocanhar mais apoios, notadamente no segmento importante dos prefeitos sedentos por convênios com a administração estadual.

… Paralelos

Noutra angulação, a compatibilização dos aliados, em termos de chapa majoritária, parece um ´angu´ que encaroça gradualmente, diante da inexistência de espaços para contemplar todos os interessados.

Credenciais

O MDB do senador Veneziano Vital invoca o ´abraço´ inicial à campanha do então desconhecido João, no pleito de 2018, bem como o fato de contar com duas cadeiras no Senado, para qualificar-se para um lugar ´cativo´.

Retaguarda

Os cinco deputados estaduais do Avante e a apregoada fidelidade dessa bancada ao governador são os trunfos do deputado-presidente Adriano Galdino para igualmente reivindicar presença indispensável na mesma chapa.

Sem esperar

Existe a postura singular do Democratas, que integra a base governista.

A legenda já antecipou que disputará, em qualquer circunstância, uma cadeira no Senado com o deputado federal Efraim Filho.

Atração recente

Por fim, o ´namoro´ regionalmente ainda não assumido com o Progressistas.

Uma legenda que aproximou-se do governador no ano passado para disputar – e ganhar – a Prefeitura de João Pessoa com o ex-senador Cícero Lucena.

Três frentes

A hipótese de eventualmente ter na oposição, na disputa da reeleição, as prefeituras da Capital e de Campina Grande é algo que não agrada João Azevedo, que terá contra si, adicionalmente, o peso diferenciado do governo federal.

Objetivo comum

Enquanto o governador ganha tempo para tomar decisões e fazer (ou revelar) escolhas, bem mais explícita e determinada é a estratégia ´colaborativa´ de dois aliados: Veneziano e Efraim Filho, que somam forças para combater um adversário comum – o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), que deseja ser o candidato ao Senado na chapa governista.

Diferencial

Ribeiro é adversário ocasional do demista, mas renhido e até já longevo adversário do senador do MDB.

Combate indireto

Veneziano, arguto por formação e por descendência, tem utilizado a pré-candidatura de Efraim como uma espécie de anteparo visando neutralizar a intenção de Aguinaldo, nem precisando, no momento atual, travar uma disputa pública e direta com o PP para a consecução do seu intento.

Enxadrista em ação

O ´V´ limita-se a abrir trilhas de apoio para o deputado do DEM – em alguns locais apalavrando o ´espólio´ de votos proporcionais de Efraim para a sua esposa Ana Cláudia, pré-candidata a deputada federal, caso não vingue a vice-governadoria -, o que implica em silenciosas ´barricadas´ contra Aguinaldo, por ele considerado um ´estranho no ninho´ governista, quando não ´intruso´ de última hora.

Assumido admirador e estudioso das ciências políticas e sociais, Veneziano encarna uma velha e proverbial máxima do ambiente eleitoral: “O inimigo do meu inimigo é meu amigo”.

Cícero Lucena ainda ´sonha´ com o Palácio da Redenção?...

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube