Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 26/11/2019

A volta com esgrima na mão

Com o relógio na mão

Ao tomar posse ontem no secretariado da prefeitura campinense pela 3ª vez (anteriormente já tinha ocupado a chefia de gabinete e a pasta de Ciência e Tecnologia), o deputado licenciado Tovar Correia Lima (PSDB) declarou que “eu tenho esse tempo de política de resultados. Eu preciso dar resultados ao prefeito municipal e ao povo de Campina Grande”.

Ele vai deixar o cargo no final de março para ficar elegível.

Comedimento

O ´tucano´ tergiversou ao ser confrontado com a hipótese de o cargo na PMCG o ajudar a intensificar a sua pré-candidatura a prefeito em 2020.

“Essa discussão acontecerá somente no ano que vem”, assinalou.

Recado

No seu discurso como novo secretário de Planejamento, Tovar sublinhou que “esse grupo (base governista local) que está aqui, todas as vezes que nós nos demos as mãos nós vencemos as eleições”.

E acrescentou que atuará na gestão com “foco, determinação e disciplina”.

Substituto

Presente à solenidade, o suplente Claudio Regis (PP), que teve pouco mais de 18.800 votos nas eleições do passado, e que hoje assume a vaga de Tovar (interinamente) na Assembleia Legislativa.

Padrinhos

Regis foi de não habitual objetividade e sinceridade nas suas declarações: “Estou aqui e tenho muito a agradecer a Aguinaldo e Daniella Ribeiro (PP), que têm feito essa articulação para hoje (ontem) estar aqui”.

Prefeitável

O novo deputado antecipou que pretende novamente disputar a Prefeitura de Remígio (Brejo), que já governou, em 2020.

Guia

A este colunista, Regis disse que na ALPB vai se balizar, acerca da administração estadual, conforme “a orientação do deputado Aguinaldo Ribeiro”.

Continuidade

Em entrevista à imprensa, Romero Rodrigues comentou que “há a expectativa e a perspectiva de estarmos juntos nas eleições do próximo ano”, numa menção ao PP da família Ribeiro.

Afago

Sobre o fato de contar novamente com Tovar no seu governo e o que deduzir desse convite acerca de sua sucessão, o prefeito acentuou que “Tovar é um grande nome, primeiro pelo conhecimento que tem pela cidade”.

Legenda

RR disse que necessariamente o seu candidato a prefeito não sairá dos quadros do PSD, legenda que preside na Paraíba.

“Eu até gostaria que fosse, mas não vou fazer imposição disso”, comentou.

Abriu o leque

O prefeito repaginou o leque de prefeitáveis em seu agrupamento político e citou os nomes de Bruno Cunha Lima, Manoel Ludgério, Cassio Cunha Lima, André Agra, Dalton Gadelha e Félix Neto.

Inclusão

O prefeito igualmente fez menção ao juiz Horácio Ferreira de Melo Júnior.

O detalhe

O PSD de Campina Grande marcou para a próxima sexta-feira uma reunião com os seus militantes e para a recepção de novos filiados.

O ´capitão´

“Ladrão de celular tem que ir pro pau”.

Presidente Jair Bolsonaro.

Debate

O chanceler da Unifacisa (e prefeitável) Dalton Gadelha é o entrevistado de hoje no programa Ideia Livre da TV Itararé, que começa às 22h15, logo após o Jornal da Cultura (18.1).

´Imexível´

De acordo com o jornal O Globo, apesar de pressões em contrário, na superintendência da Funasa na Paraíba será mantida a mãe do líder da maioria na Câmara Federal, Aguinaldo Ribeiro.

Artistas

Será na noite desta quarta-feira a apresentação das principais atrações do Maior São João do Mundo do próximo ano, na nova casa de eventos localizada na Alça Sudoeste, pertencente à empresa que organiza a festa junina – Medow, do empresário Jomário Souto.

Tilintar

De acordo com reportagem do jornal Valor Econômico, com a conquista da Copa Libertadores da América no sábado e do Campeonato Brasileiro no domingo, o Flamengo alcançou R$ 83 milhões de premiação nas duas competições – R$ 50 milhões e R$ 33 milhões, respectivamente.

Pesquisa

Ainda sobre o futebol. Conforme o levantamento do Ibope, a audiência da Rede Globo com a final da Libertadores entre Flamengo e River Plate foi maior do que a registrada nas finais de algumas Copas do Mundo.

´Bombou´

No Rio de Janeiro, a emissora teve 76% de participação, ou seja, a cada 100 televisores, 76 estavam ligados na Globo.

Já em São Paulo, a marca foi 51% de participação das TVs ligadas, audiência maior do que nas finais da Copa de 2010 e 2014.

Intransferível

Por antecipação, o presidente do PT na Paraíba, Jackson Macedo, avisou ontem (sobre a eleição em João Pessoa) que “não é segredo para ninguém que o PT tem uma preferência pelo nome de Ricardo Coutinho. Se o companheiro Ricardo não for o candidato, acho que temos que se sentar para discutir e avaliar”.

Réplica

Presidente do PDT em Campina Grande, Gustavo Feliciano ´glosou´ o mote do desligamento do partido do vereador Rodrigo Ramos, anunciado pela imprensa.

Soma zero

“Essa afirmação me surpreendeu, pois estive há uns 15 dias conversando com ele sobre as eleições, as possibilidades e conjecturas. E numa entrevista, o vereador afirmou que a direção municipal não tinha diálogo. Eu acho que o caminho não é esse, mas existe uma frase muito comentada que diz ´ninguém perde o que não tem´,” discorreu Gustavo em entrevista à ´Caturité FM´.

Marcha lenta

E o ´mago´ reapareceu. Após ter reunido o seu ´coletivo girassol´ no final de semana, Ricardo Coutinho retomou ontem as críticas à gestão de seu sucessor João Azevedo: “Aquele ritmo que eu implementei não está sendo seguido no Estado”.

Outro alvo

De olho na sucessão pessoense do ano que vem, RC também focou o prefeito Luciano Cartaxo (PV): “Uma prefeitura vive para agradar a quem tem mais dinheiro e esquece quem tem menos recursos”.

Vem aí a estadualização da ´depuração´ no PSB...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube