Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 03/05/2019

A ´recaída´ do ´V´

Outro nível

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PCL), que neste domingo vai assumir a presidência do PSDB na Paraíba, disse ontem na Rádio Caturité FM que espera ter um desempenho superior ao registrado quando comandou a legenda em Campina Grande.

À época, a direção local ´caducou´ devido à falta de convenção no tempo oportuno.

“Em nível estadual tem uma condição um pouco melhor. A gente consegue ter a capacidade de ter ações práticas. No diretório municipal, a receita é zero. É difícil você mobilizar alguém para se filiar a um partido, seja ele qual for”, argumentou.

 

 

Reação

O parlamentar entende que o seu partido precisa, em escala nacional, “se encontrar. As pessoas não aguentam mais essa indefinição” no tocante aos rumos do partido.

“A gente precisa agir, ser mais radical. Tem que ter rebeldia”, conceituou.

Inflexível

O ´tucano´ aproveitou a entrevista para ´beliscar´ o PT: “Até hoje o PT não conseguiu admitir que errou, não teve a capacidade de uma humildade mínima, de uma autocritica. Quem defende o pobre não pode roubar”.

Sem trauma

Ao ser indagado sobre o desligamento do PSDB do prefeito Romero Rodrigues, Pedro disse que “foi tudo conversado de maneira muito franca e amiga, tudo feito às claras”.

“A gente respeita a circunstância partidária e continua trabalhando junto”, acrescentou.

Devassa

Ao tratar da Operação Calvário, PCL disse que “finalmente a Paraíba está conhecendo quem é quem. A gente está diante de pessoas que enganaram o nosso Estado por muito tempo. Você tem um conjunto de fatos e provas que vão escancarando o que aconteceu na Paraíba nos últimos anos”.

Rigor

“A Operação vai fazendo com que as pessoas deixem de ser enganadas. Espero um desfecho com punição rigorosa, porque esse tipo de coisa não pode mais correr neste País”, assinalou o ´tucano´.

Desencontro

No que diz respeito à tramitação da reforma previdenciária na Câmara Federal, Pedro disse que há divergências no seu partido sobre “qual reforma aprovar”.

“Que é necessário ocorrer a reforma, existe sim um consenso”, adendou.

O detalhe

A convenção do PSDB começa às 9h do próximo domingo no Hardman Hotel, na orla pessoense.

Expansão

Poucos dias após anunciar a compra da Netshoes (artigos esportivos), a empresa Magazine Luiza comunicou ontem a compra do direito de explorar 48 pontos comerciais no Pará e Maranhão pertencentes ao Armazém Paraíba.

Transação de R$ 44 milhões.

Anônimo

Na mais recente fase da Operação Calvário teve relevância o depoimento de um caseiro da assessora da Procuradoria-Geral do Estado da Paraíba, que se encontra presa.

Chegada

“A Procuradoria sempre teve pessoas que colaboraram com a sua história. Todos que me antecederam fizeram uma nova página. A junção de todas essas novas páginas construiu a história da Procuradoria. Agora é a minha vez de colocar mais uma nova história nessa página, trabalhando como todos os meus antecessores trabalharam para que a Procuradoria seja o órgão de defesa dos interesses jurídicos do Estado da Paraíba”.

Advogado Fábio Andrade, ao assumir ontem o cargo de procurador geral do Estado.

De volta ao começo

A nova direção da multinacional Avon decidiu priorizar a venda direta, ´de porta em porta´, através de revendedores.

Rotineiras

João Azevedo tratou de minimizar, ontem, a repercussão e os feitos das mudanças recentes em seu secretariado: “A mudança dentro do governo é natural e acontece. Isso estava sendo pensado desde os 100 primeiros dias de gestão e vão acontecer outras mudanças até o final do mandato. Isso é óbvio. Mudança de secretários acontece normalmente. Isso está previsto e nós vamos fazer e continuar fazendo”.

Ex

O governador rechaçou qualquer estremecimento na relação com Ricardo Coutinho: “Não existe isso. (Talvez) Isso fosse a vontade de alguns do próprio setor da imprensa”.

Dever de casa

O socialista declarou ainda que “o governo vem fazendo aquilo para o qual ele foi eleito, que é exatamente o de governar a Paraíba. É isso que nós estamos fazendo”.

Para não piorar

Na carta que comunicou o seu desligamento do governo estadual, o ex-secretário de Planejamento, Waldson Souza, enfatiza que “meu afastamento das funções, a priori, é medida sensata para a garantia da governabilidade da Paraíba”.

Domingueira

Atenção ´colegas de poltrona´ de Silvio santos. Neste domingo o convidado especial do programa é o presidente Jair Bolsonaro.

Efeito dominó

O governo federal, depois de conseguir mudar a direção nacional do Sebrae, agora mira as direções estaduais, eleitas antes da posse de Jair Bolsonaro.

A direção de São Paulo foi substituída na última terça-feira.

Cara nova

O sindicalista Wilton Maia assumiu a presidência do Podemos em Campina Grande. E a meta da legenda é viabilizar a candidatura à PMCG da ex-primeira dama Ana Cláudia Vital do Rêgo.

Definição

“Hoje nós temos candidato próprio. Nossa candidata é Ana Cláudia. Ela representa as mulheres na política. Campina tem uma dificuldade muito grande de eleger mulheres, não só pela questão de gênero. Mas ela se posicionou muito bem na campanha de deputada federal”, enfatizou Wilton.

´Se me chamar…´

Mas – lá vai a conjunção adversativa – o senador Veneziano (PSB) aprimorou ontem, na ´Panorâmica FM´, o seu discurso sobre a sucessão campinense: “Nós temos nomes competitivos e qualificados. Não precisa Veneziano. Se os companheiros disserem: ´Veneziano, vamos contigo e nos reunir em torno do teu nome´, eu não tenho problema nenhum, aceito com maior prazer”.

Já é preciso medir ´em metros´ a distância entre os prefeitos Romero e Cartaxo...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube