Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 21/10/2016

A quarentena do ´V`

Punição para ´paredões´

Conforme notícia publicada no Diário de Pernambuco, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou a resolução 624/2016, que determina que o alto volume do som das músicas que possa ser escutado do lado de fora do veículo seja considerado uma infração grave, com adição de cinco pontos na carteira de habilitação do motorista.

Para a medida entrar em vigor, falta ainda a aprovação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

LOA

A Comissão de Finanças e Orçamento do Legislativo campinense está programando para a 2ª quinzena de novembro a realização das audiências públicas relativas ao Orçamento da prefeitura para o ano que vem – estimativa de receita da ordem de R$ 968 milhões.

O detalhe

No ano passado, a previsão orçamentária para R$ 2016 foi de R$ 923 milhões.

Sem…

O vereador Marinaldo Cardoso (PRB-CG) disse ontem na Rádio Caturité que “não tive muita dificuldade” com as mudanças introduzidas no processo eleitoral deste ano, que acabou encurtando para menos de dois meses a campanha propriamente dita.

… Problemas

“Não tive dificuldades porque trabalho os quatro anos do mandato”, ressalvou.

Quem decide

“Vai depender do prefeito Romero Rodrigues (PSDB)”.

Foi o que disse o deputado licenciado Manoel Ludgério (PSD) acerca de sua continuidade (ou não) no secretariado municipal.

Pedra e cal

Já teve início a construção da nova unidade do Walmart (antigo Hiperbompreço) em Campina Grande, localizada no bairro do Cruzeiro.

Digerir

Em recente entrevista concedida em Cajazeiras, o deputado estadual Jeová Campos (PSB) afirmou que “nós precisamos ler essa realidade, como ela é, para podermos tomar decisões com mais maturidade sobre o futuro”, ao comentar o desempenho eleitoral do seu partido no Estado.

Vácuo

“No eixo fundamental da política na Paraíba, nós não vencemos as eleições. Para mim é preocupante”, acrescentou.

´Sombra do táxi´

Já tramita na Assembleia Legislativa do Estado projeto do deputado Raoni Mendes (DEM) que pretende regulamentar a plataforma Uber (transporte individual privado) em todo o estado.

Bem na foto

“O resultado da eleição (1º turno) foi o melhor possível, não somente na Paraíba como no País inteiro. Elegemos 60% dos candidatos”, avaliou o senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

“Vencemos em 14 das 20 maiores cidades da Paraíba”, frisou.

Preservação

Olhando para o futuro, CCL considera que “o fundamental é conservar a frente de oposição na Paraíba (que se formou em João Pessoa, com PMDB, PSC, PSD e PSDB) e até ampliá-la”.

Quarentena

Desde que as urnas foram apuradas no último dia 2, o deputado e ex-prefeitável Veneziano se permitiu um recolhimento, só sustado para divulgar uma nota oficial acerca do resultado do pleito, na qual faz veladas críticas à direção estadual do PMDB.

Reaparecimento

Anteontem, conforme as redes sociais, ele voltou a respirar os ares do Planalto Central, posando para foto com o suplente que o substitui na Câmara Federal, André Amaral (PMDB), com a completa remodelação visual, que mexeu principalmente com um apelido (cabeludo) anexado à sua trajetória política.

Reflexões

Nesse longo intervalo para quem é afeito à agenda intensa, Veneziano teve tempo de sobra para reavaliar conceitos, redefinir prioridades e estratégias, e modelar o que pretende fazer daqui por diante, a começar pela permanência ou não no PMDB.

Retiro

Todo esse silêncio foi vivido na fazenda ´Campo de Boi´, nos arredores de Campina Grande (ao lado da rodovia que liga a cidade ao distrito de Catolé de Boa Vista), um espaço que abrigou várias gerações de sua prole.

Distanciamento

Poucas foram – afora os familiares próximos – as pessoas que tiveram acesso ao ´V´ no seu mergulho espiritual e reflexivo.

Reação

E isso se justifica pelo conjunto de decisões que carece de sua iniciativa, diante da premente necessidade de virar a página do fiasco eleitoral que amargou.

Fim do novo mito

Para a classe política, a derrota do ´V´ teve o significado de desmistificar uma liderança que se consolidou na cidade e se propagou pelo Estado a partir da derrubada do poder local de um grupo político que por décadas reinava quase absoluto.

Inflexível

Os números pinçados da Justiça Eleitoral traduzem, inequivocamente, o quanto de surpresa e de desgaste emparedou este ano a campanha de Veneziano, cuja convicção inamovível na vitória o fez descartar, repetidamente, qualquer diálogo para uma composição política no âmbito das oposições campinenses que não tivesse como ponto inegociável a sua postulação.

A dureza dos números

O ex-prefeito teve computados este ano 53.837 votos. A sua então desconhecida (e internamente contestada) candidata a prefeita em 2012, Tatiana Medeiros (mesmo com um eleitorado menor), recolheu das urnas 65.195 votos.

Esses dois números resumem tudo e apontam, inquestionavelmente, que é chegada a hora de mudar a rota.

Ao que parece a lição – amarga – está sendo assimilada, e as decisões aflorarão, como já ocorreu com a simbologia plástica do corte do cabelo.

Raimundo Lira espalha as suas fichas para 2018...

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube