Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 26/05/2020

A posse e os recados

Mais um quinhão

O médico Marcelo Campos Oliveira deverá ser indicado pelo antigo ´Centrão´ (PP, PTB, PL e outras legendas) para o cargo de secretário de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde.

Compete a esse setor a liberação de recursos para custeio de leitos em hospitais de todo o País.

Muita ´tinta´

Entre março e maio, a referida Secretaria já contratou R$ 911 milhões para o funcionamento (momentâneo) de mais de 6.300 quartos de UTI para a covid-19.

Da boca de…
“… Navegamos hoje em situação de absoluta incapacidade de enxergar o que vai acontecer pela frente…” (ex-ministro da Saúde Nelson Teich, domingo à noite, em entrevista ao canal Globonews).

Acolhida

A 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região acolheu, por unanimidade, um recurso contra decisão da 8ª Vara do Trabalho de Brasília.

´Numa…

O TRT considerou inexistência de “justa causa” na demissão aplicada a um trabalhador que foi flagrado portando maconha durante o seu horário de intervalo da jornada de trabalho.

… Boa´

O relator do caso no TRT, desembargador Mário Macedo Fernandes Caron, assinalou em seu voto ser “imperativo compreender que o uso ou porte de maconha no horário do intervalo intrajornada, fora do ambiente de trabalho, sem outros reflexos diretos no contrato de trabalho, não pode ser apenado com dispensa por justa causa”.

Alicate

O Senado aprovou, ontem, um projeto de lei que proíbe o corte de energia elétrica, por falta de pagamento, em vésperas do fim de semana.

O detalhe

A autoria é do senador Weverton Rocha (PDT-MA) e a matéria vai agora à sanção presidencial.

Da boca de…

“… Diante da pandemia não existe limite orçamentário… (ex-ministro, professor e economista Delfim Netto).

Imperdível

No programa Ideia Livre desta 3ª feira – 22h – haverá a participação do ex-ministro da Educação e ex-senador Cristovam Buarque.

Assista na TV Itararé – canal 18.1 ou pela internet: www.tvitarare.com.br

No leme

A esperada posse do ministro Luís Roberto Barroso na presidência do Tribunal Superior Eleitoral, ontem, foi recheada por alguns recados.

PGR

Na saudação ao novo presidente, o procurador-geral da República, Augusto Aras, disse que “desejo sucesso na árdua missão de levar adiante as eleições em mais de 5 mil municípios do país”.

Adversidades

“Vivemos tempos de impasses e escolhas difíceis. Mais do que nunca, carecemos de sensatez, com resolutividade para reconciliar direitos”, emendou Aras.

Complicador

De sua parte, o presidente do Conselho Federal da OAB, Felipe Santa Cruz, registrou que “a situação do país torna-se ainda mais grave diante de posturas autoritárias que afrontam as determinações científicas e negam a realidade”.

Síntese

A seguir, trechos do pronunciamento do novo presidente, que integra o Supremo Tribunal Federal desde 2013.

À antecessora

“A suave discrição da Ministra Rosa não deve inibir o reconhecimento que ela merece por ter conduzido, de forma impecável, ainda que sob ataques injustos, as polarizadas eleições de 2018”.

Escolhas

“Precisamos de denominadores comuns e patrióticos. Pontes, e não muros. Diálogo, em vez de confronto. Razão pública no lugar das paixões extremadas.

Insubstituível

“Numa democracia, política é gênero de primeira necessidade. Não há alternativa a ela. Considero que a vida pública vivida com integridade, idealismo e espírito público é uma das atividades mais nobres a que alguém pode se dedicar.

Votar e checar

“É preciso se informar com antecedência acerca dos candidatos, verificar o que cada um já fez, o que promete e qual credibilidade merece. Votar consciente é guardar o nome do seu representante, acompanhar o seu desempenho e só renovar o seu mandato se ele continuar merecedor de confiança.

Pluralidade

“Somos um país multiétnico, multirracial, multicultural. Precisamos ter a consciência de que isso é um ativo, uma virtude, um privilégio que a história nos deu.

Engrenagem

“São 27 Tribunais Regionais Eleitorais, mais de 2,8 mil juízes e juízas e 15,4 mil servidores e servidoras. É inestimável o serviço que prestam à democracia brasileira, longe dos holofotes, administrando o processo eleitoral da quarta maior democracia de massas do mundo. Em nome do país, agradeço o trabalho de todos e de cada um.

Fakes

“Não dá para repassar a notícia inverídica sobre o candidato rival e depois se indignar quando fazem o mesmo com o candidato da própria preferência.

No limite

“As eleições somente devem ser adiadas se não for possível realizá-las sem risco para a saúde pública.

Fora de cogitação

“O cancelamento das Eleições Municipais, para fazê-las coincidir com as Eleições Nacionais em 2022, não é uma hipótese sequer cogitada.

Convivência

“Quem pensa diferente de mim não é meu inimigo, mas meu parceiro na construção de um mundo plural. A democracia tem lugar para conservadores, liberais e progressistas. Nela, só não há lugar para a intolerância, a desonestidade e a violência.

Armas do bem

“É imperativo armar o povo com educação, cultura e ciência.

Páginas viradas

“Nós já percorremos e derrotamos os ciclos do atraso. Hoje, vivemos sob o reinado da Constituição, cujo intérprete final é o Supremo Tribunal Federal.

Susceptível

“Como qualquer instituição em uma democracia, o Supremo está sujeito à crítica pública e deve estar aberto ao sentimento da sociedade.

Sequelas

“Cabe lembrar, porém, que o ataque destrutivo às instituições, a pretexto de salvá-las, depurá-las ou expurgá-las, já nos trouxe duas longas ditaduras na República (…) São feridas profundas na nossa história, que ninguém há de querer reabrir.

Igualdade

“Fomos criados em uma cultura machista e sua superação é um aprendizado e uma vigilância constantes.

Ignorância

“A falta de educação produz vidas menos iluminadas, trabalhadores menos produtivos e um número limitado de pessoas capazes de pensar criativamente um país melhor e maior.

Endereço certo

“A educação, mais que tudo, não pode ser capturada pela mediocridade, pela grosseria e por visões pré-iluministas do mundo.

Inovar

“Tem-se falado que, depois da crise, haverá um ´novo normal´. E se não voltássemos ao normal? E se fizéssemos diferente?”

É preciso cantar

“Agora eu já sei

Da onda que se ergueu no mar

E das estrelas que esquecemos de contar

O amor se deixa surpreender

Enquanto a noite vem nos envolver”

(Tom Jobim)

Coronavírus: pior do que uma lição amarga é uma lição não assimilada...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube