Arimatéa Souza

segunda-feira, 18/01/2021

A ´peneira´ da recontratação

Supremas palavras

“As reações do pacto oligárquico aconteceram, mas já mudamos o paradigma. Já vivemos a desnaturalização das coisas erradas. A velha ordem não é mais aceita com a naturalidade de anteontem.

A iniciativa privada já mudou e compliance (regramento) se tornou uma área decisiva das empresas. O Judiciário está mudando bastante, mas lentamente.

A política ainda vai mudar. Muita gente joga ainda o jogo das velhas regras, estamos numa transição”.

Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal.

Lobistas

A empresa chinesa Huawei – noticiou ontem o jornal O Globo – “aplicou um golpe de mestre na guerra de foice para não ser excluída do leilão da tecnologia (telefonia) 5G no Brasil: contratou nada menos que o ex-presidente Michel Temer para fazer o seu lobby”.

Quando fevereiro chegar

O juiz Vandemberg de Freitas Rocha deverá voltar a dirigir o Fórum Afonso Campos (Campina Grande) na gestão do desembargador Saulo Benevides na presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba, que começa mês que vem.

Urgência

Recente relatório do Unicef (braço da Organização das Nações Unidas que se dedica aos temas ligados à infância) pontifica que “retomar o ensino presencial e garantir o direito de crianças e adolescentes à educação são ações essenciais e urgentes no Brasil”.

Cuidados

“Essa reabertura – segue o texto – deve ocorrer com toda a segurança, preservando a saúde de crianças, adolescentes, profissionais da educação e das famílias de todos”.

Busca ativa

“Além de reabrir as escolas (avança o documento) é essencial ir atrás de quem não conseguiu se manter aprendendo na pandemia — ou quem já estava fora da escola ou em atraso escolar antes da covid-19. Essas crianças e esses adolescentes precisam de iniciativas e propostas específicas para que consigam retomar a aprendizagem”.

Impacientes

Os vereadores reeleitos de Campina Grande – e seus respectivos assessores – seguem aguardando uma definição sobre o pagamento da remuneração de dezembro, ainda não quitada.

O detalhe

Igualmente existem pendências relacionadas ao 13º salário.

Atitude

Segundo o “Barômetro covid-19”, da empresa de pesquisa Kantar Brasil, um em cada quatro brasileiros espera que as marcas se envolvam no combate à pandemia.

Postura

“A pandemia e todas as suas dificuldades confirmaram que os consumidores procuram muito mais em uma marca do que apenas descontos. O modo como uma marca se comporta em relação à comunidade à sua volta e, por consequência, a seus problemas diários, determina o nível de engajamento que as pessoas têm com ela”, salientou Luciana Piedemonte, diretora da Kantar, em entrevista ao portal UOL.

Vai pesar

Mais do que sair fortalecido depois da crise, o conceito de responsabilidade social e empresarial deve se tornar determinante para a diferenciar as marcas que vão sobreviver e as que vão naufragar por conta de inércia ou oportunismo, atesta o estudo.

Na Capital

O empresário Robson Gouveia, irmão do ex-deputado (já falecido) Rômulo Gouveia, sinaliza que vai expandir os seus negócios em João Pessoa.

2ª feira filosófica

“O instante em que a palavra feliz é pronunciada nunca é o instante da felicidade”.

Poeta e escritor alemão Hans Magnus Enzensberger.

Gargalo

Inequivocamente, a readequação do quadro de servidores temporários (cargos comissionados ou prestadores de serviço) é um dos temas mais sensíveis no começo da gestão do prefeito Bruno Cunha Lima (PSD-CG), em função do adverso quadro social, decorrente da pandemia, bem como das demandas de correligionários, notadamente vereadores aliados eleitos ou reeleitos.

Resgate

Dias atrás, em entrevista (CBN), Bruno tratou do tema.

Eis o que ele afirmou, topicamente.

Premissa

“Se você está trabalhando não precisa ter receio. Se você é qualificado e competente não precisa ter receio. No momento oportuno você vai ser chamado, vai reassumir seu posto e trabalhar independente da sua, entre aspas, indicação política”.

Valorização

“Eu sou alguém que reconhece quem trabalha. Reconheço muito e gosto de zelar por isso, por quem está ali no batente, pegado no serviço.

Condicionalidade

“(Mesmo) se fosse um governo de oposição, eu também não faria, porque na maioria das vezes aquele pequeno prestador de serviço que tem só um salário mínimo depende dele pra colocar comida na mesa”.

O PSD/PB conseguirá manter tantas ´estrelas´ sob o mesmo teto?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube