Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 11/10/2019

A Paraíba amarga o ´pré-sal´

´Vão-se os anéis´

Mal surgiam os primeiros raios solares desta quinta-feira, e o Diário Oficial do Estado vinha à tona publicando mais uma ´profilaxia´ do governador João Azevedo (PSB) em sua equipe: as exonerações (a pedido) de Aléssio Trindade, como secretário de Educação, e de  José Arthur Viana Teixeira, do cargo em comissão de coordenador de Metrologia Legal do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial da Paraíba – IMEQ.

Substituto

Para substituir Aléssio, “até ulterior deliberação”, foi designado o secretário executivo da SEC, o físico Cláudio Benedito Silva Furtado.

Campinense

Quem ocupará o cargo de secretário executivo de Turismo, sucedendo a Ivan Burity – cujo ato de afastamento (“a pedido”) também foi publicado ontem no DO, é Gilson Andrade Lira, ex-coordenador de Turismo da PMCG no Governo Veneziano.

Freio de…

O Diário Oficial igualmente publicou o ato de intervenção, por 90 dias, nas gestões dos hospitais Metropolitano, de Santa Rita, e Regional de Mamanguape.

… Arrumação

No 1º caso, o interventor é o coronel bombeiro Lucas Severiano de Lima Medeiros. Para Mamanguape, o escalado é Gilson Mauro Costa Fernandes.

Vedações

No texto do decreto de intervenção, sublinha-se que é vedada, sem a “expressa anuência do interventor”, entre outras coisas: a movimentação de recursos financeiros e a ordenação de despesas; a admissão, movimentação e demissão de empregados; a rescisão, aquisição e contratação de bens e serviços.

Tirar…

Quando chegou ao Colégio Estadual da Prata, em Campina, no final da manhã, para uma solenidade alusiva aos 155 anos de emancipação política de Campina Grande, João optou por tratar pouco sobre política, direcionando a sua fala para as ações administrativas.

… O foco

Sobre as novas mudanças em sua equipe, Azevedo respondeu que “mudança de governo pode acontecer até 31 de dezembro de 2022, enquanto eu estiver no governo. É um processo natural. É preciso que haja acomodação, sempre que houver necessidade. Eu não tenho nenhum problema. Havendo necessidades, serão feitas”.

Incumbências

Sobre a fase 5 da Operação Calvário, apenas uma frase: “Acho que o Ministério Público faz o papel dele e o Poder Executivo faz o papel que lhe cabe (…) Essa é a missão que eu me determino e que eu vou buscar, não tenha dúvida nenhuma”.

Sem data

Acerca de sua permanência no PSB, João Azevedo disse que “essa é uma discussão que vai ficar para o futuro”.

Em revista

Na solenidade, o governador elencou algumas ações administrativas desenvolvidas este ano na cidade e outras que serão tocadas ao longo dos próximos meses.

´Bem na foto´

Mas, inicialmente, ele citou que as estatísticas apontam que Campina deverá ter este ano a “menor incidência de crimes letais de sua história, tornando-se uma das cidades menos violentas do País”.

Destaques

Entre as obras de ´pedra e cal´, Azevedo comunicou a construção de cinco ginásios em escolas estaduais; reforma na estrutura do Hospital de Trauma Dom Luís Fernandes; convênio com o Hospital da FAP, de R$ 200 mil mensais de repasse; Arco Metropolitano, que integrará a BR 230 à rodovia estadual que liga Campina Grande a Massaranduba (próximo à Alça Leste, obra da PMCG) – orçada em R$ 18,7 milhões.

Largada

Por fim, o governador oficializou a construção do aguardado Centro de Convenções nas proximidades do Garden Hotel, conforme localização antecipada há várias semanas por APARTE.

Em linhas…

Trata-se de uma área de 90 mil metros quadrados, sendo 15 mil de área construída, “com eficiência energética e hídrica”.

… Gerais

O local será dotado de um auditório para 1 mil lugares; área para feiras e exposições (7.300 m2); 1.200 vagas para estacionamento, perfazendo um investimento estimado em R$ 100 milhões.

Facilitador

O terreno para a edificação do Centro de Convenção, segundo João, foi objeto de uma doação, em forma de parceria, da Fronteira Engenharia.

Garantia

“Campina Grande fique tranquila, o centro de convenções vai sair”, arrematou o governador.

Bisturi…

Em outro rápido pronunciamento, ao final da solenidade, João Azevedo antecipou que vai lançar hoje, em João Pessoa, um programa “que tem como meta zerar a fila de cirurgias eletivas no Estado, em todas as áreas”.

… Na mão

“São quase 12 mil cirurgias (por serem realizadas), mas nós vamos zerar”, reforçou.

Talheres

O último compromisso do governador em Campina foi um almoço no restaurante The W, que teve como demais comensais os deputados Manoel Ludgério (PSD), Chió (Rede), Doda de Tião (PTB), Ricardo Barbosa (PSB) e Adriano Galdino (PSB); os secretários Deusdete Queiroga (Infraestrutura), Nonato Bandeira (Comunicação), João Gonçalves (Articulação Política) e Ronaldo Guerra (chefia de gabinete), além do empresário Eduardo Carlos (Rede Paraíba de Comunicação) e o senador Veneziano Vital (PSB).

O detalhe

O prefeito Romero Rodrigues (PSD) estava no mesmo ambiente, acompanhado do empresário Renato Rocha (Grupo Rocha Cavalcante).

Desidratação

O demorado acordo alinhavado no Congresso Nacional para o rateio, entre os chamados entes federados (União, estados e municípios), do dinheiro proveniente do ´megaleilão do petróleo´, reduziu substancialmente as cotas que na versão inicial pertenceriam aos estados do Nordeste.

´Mordida´ na fatia paraibana

Inicialmente, avançava a proposta de que o critério para redistribuição da fatia que caberá aos Estados (15% da receita obtida) teria por base o regramento aplicado na definição de cotas do FPE (Fundo de Participação dos Estados), no qual a população e a renda per capita são variáveis fundamentais. Mas os estados do Sul e Sudeste ´bateram o pé´.

No caso da Paraíba, os R$ 443 milhões originariamente previstos deverão ´murchar´ para R$ 312 milhões.

Campina: a aniversariante do dia precisa se ´redescobrir´...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube