Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 06/11/2018

A intuição da ministra

Sem terra arrasada

Em nota oficial divulgada ontem, após reunião da direção nacional, o PSB enfatiza que “a lógica do ‘quanto pior, melhor’ não nos cativa ou estimula, e não faremos do sofrimento dos brasileiros trampolim para o próximo pleito eleitoral”.

 

Sem radicalismo

Presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira declarou após a reunião que os socialistas adotarão uma oposição que “não será sistemática, mas em face de questões concretas, das proposições que o governo fizer”.

Sem subordinação

“Os partidos de esquerda não ficaram felizes com a declaração do PT de que há um comandante da oposição. Não haverá uma oposição, haverá várias oposições”, acentuou o dirigente partidário.

O detalhe

O PSB elegeu 32 deputados federais e dois senadores (um deles Veneziano) neste ano.

Quem quer?

O deputado (reeleito) Tovar Correia Lima (ainda no PSDB) disse ontem que nenhum deputado eleito para a próxima legislatura se habilitou para assumir a liderança da oposição, em termos de Assembleia Legislativa.

Rumo ao arquivo

O ministro Edson Fachin, relator no Supremo Tribunal Federal da Operação Lava Jato, determinou o arquivamento de um inquérito instaurado no âmbito da delação da Odebrecht que investigava o ministro Vital do Rêgo Filho, do Tribunal de Contas da União.

Recordando

Ex-senador do PMDB-PB, Vital foi citado por delatores da empreiteira Odebrecht como um dos beneficiários de um esquema de vantagens indevidas, que teriam sido cobradas pelo ex-presidente da Transpetro (subsidiária da Petrobrás) e ex-senador Sérgio Machado (PMDB-CE), que fez acordo de colaboração.

Inconsistência

No seu despacho, Fachin observa que os depoimentos dos funcionários da Odebrecht “mostraram-se isolados”, o que não permitiria uma “linha investigativa suficiente e juridicamente capaz” de manter a continuidade das investigações.

Ressalva

“Sem embargo, ressalto que a determinação de arquivamento, atendida em razão da ausência de provas suficientes de prática delitiva, não impede a retomada das apurações caso futuramente surjam novas evidências”, frisou adiante o ministro do STF.

O detalhe

A decisão de Edson Fachin acolhe o pedido da Procuradoria-Geral da República.

Na tela

O prefeito Romero Rodrigues (PSDB) é o entrevistado de hoje no programa ´Ideia Livre´ da TV Itararé, que por conta do horário de verão começa às 21h15, logo após o Jornal da Cultura.

Sintonize

Canal 18.1 (HD) ou 19 (analógico), ou ainda pela internet pelo endereço eletrônico www.tvitarare.com.br

Novo endereço

O comandante nacional do PSD, ministro Gilberto Kassab é… profissional.

Após deixar o Ministério das Comunicações, no final de dezembro, deverá assumir a Casa Civil do futuro governador de São Paulo João Dória (PSDB).

Pacote

O governador Ricardo Coutinho (PSB) anunciou ontem que nos dois meses finais de seu governo pretende inaugurar aproximadamente 100 obras e deixar cerca de 80 ´quase prontas´ para a entrega por parte de seu sucessor João Azevedo.

De volta

O jornal Valor Econômico (SP) noticiou que o economista e ex-ministro da Fazenda do Governo Dilma Rousseff, Joaquim Levy, é o nome mais cotado para assumir a presidência do BNDES.

Olha só

A Petrobras divulgou ontem quanto passa a custar – com o reajuste de 8,5% que entra em vigor hoje – o preço do botijão de gás na saída de suas refinarias: R$ 25,07.

Pulo

O restante – e bota restante nisso! – se refere a impostos (a maior parte) e a à margem de lucro das distribuidoras e revendedores.

Da boca de…

“… Não tem nada a ver com governo militar. Ninguém está pensando em intervenção militar, em autoritarismo, nada disso. É um aproveitamento de gente que o País não estava acostumado a aproveitar…” (general Augusto Heleno, indicado para o Ministério da Defesa do governo Jair Bolsonaro).

Desarmar…

O deputado Rogério Peninha (MDB-SC) divulgou nas redes sociais ter recebido um telefonema do presidente eleito.

… O tempo

No contato, Bolsonaro teria solicitado que deixasse para 2019 a votação do projeto de lei do parlamentar que revoga o Estatuto do Desarmamento.

Questão de escolha

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, realçou ontem que o País e o mundo passam por uma mudança ameaçadoramente conservadora.

“Queria lembrar que estamos vivendo mudanças não só no Brasil. Uma mudança, inclusive, conservadora em termos de costumes. Às vezes, na minha compreensão de mundo, e é só na minha, não significa que eu esteja certa, perigosamente conservadora porque a tendência é que de direitos fundamentais que são conquistados a gente recue”, discorreu ao participar de seminário ocorrido em Brasília.

Fecho da ministra: “O brasileiro está nas ruas, está presente. Se ele fala algo que não gosto, não é meu inimigo (…) Mesmo que eu fique preocupada com as escolhas feitas, elas são típicas de cidadãos livres”.

Desfiliação a caminho...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube