Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 16/12/2019

A inflação e o sinal dos tempos

Degelo midiático

Dias atrás, o ex-juiz e atual ministro da Justiça Sérgio Moro concedeu a primeira entrevista ao jornal Folha de São Paulo, desde que essa publicação começou a divulgar trechos das conversas entre ele e procuradores da República que integram a força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba (PR), conseguidas pelo site The Intercept Brasil.

Leia alguns trechos.

Reeleição

“Como ministro do presidente seria absolutamente inconsistente eu não apoiar a reeleição dele em 2022.

Vazamento de…

“A Lava Jato foi uma gigantesca investigação sobre casos de corrupção e lavagem de dinheiro. Envolveu pessoas muito poderosas, acusadas, condenadas, presas, cumprindo pena. Maiores empreiteiros do país, políticos poderosos, agentes da Petrobras que se envolveram em corrupção sistemática.

… Mensagens

“A Polícia Federal fez trabalho de investigação, Ministério Público fazia seu trabalho e eu fazia o meu como juiz de primeira instância. Outros juízes fizeram também o seu trabalho.

Confirmadas

“A grande maioria das decisões foi mantida. Se fomos ver estatística, mais ou menos 20% dos acusados foram absolvidos. Indeferi número elevado de pedidos de prisão preventiva.

Procedimentos

“Deferi provas e indeferi provas. Não existe em uma análise objetiva a possibilidade de qualquer alegação de falta de imparcialidade prosperar.

Suposições

“O que existe nesse caso são supostas mensagens obtidas por meios criminosos, autenticidade que não foi comprovada e uma divulgação com absoluto sensacionalismo (…) Mas nenhuma delas revela espécie de fraude processual, alguém incriminado indevidamente.

No limite

“Não foi um trabalho fácil, as pressões foram muito grandes. É fácil olhar para trás e apontar: por que não fez isso, por que não fez aquilo? Foi feito o que foi possível institucionalmente naqueles momentos e o resultado foi muito salutar.

Mudança

“Nós mudamos um padrão que tínhamos de impunidade da grande corrupção. Nós temos muito a avançar, certamente.

Desafio

“Vamos fazer o seguinte. Encontrem uma declaração de algum órgão policial dizendo que eu interferi em alguma investigação e aí vocês podem vir me acusar de alguma coisa”.

“Malandros”

Em recente solenidade na cidade de Guarabira, o governador João Azevedo (sem partido) ´carregou nas tintas´ e pediu à população para não dar ouvidos a “meia dúzia de malandros”, citando que um deles é morador daquela cidade – deputado Raniery Paulino (MDB).

Dubiedade

“Fica fazendo o jogo só de interesse político, sem jogar com a verdade e usando da hipocrisia e da demagogia. Aqui tem deputado que está fazendo isso. Aqui na cidade de Guarabira tem um deputado na Assembleia dizendo que é contra a reforma, mas o seu partido lá em Brasília votou a favor da reforma da Previdência”, discursou João.

BNB

Ao que se informa, o Banco do Nordeste passará por uma reformulação em sua direção, a começar pela indicação de Júlio Cézar Alves de Oliveira para a presidência.

O detalhe

Júlio é formado em Direito e tem especialização em Finanças Empresariais.

2ª feira filosófica

“É graça divina começar bem. Graça maior persistir na caminhada certa. Mas graça das graças é não desistir nunca”.

Dom Helder Câmara, inesquecível arcebispo emérito de Olinda e Recife.

Vídeo

A proposta de extinção de mais de 1 mil municípios continua a ser debatida dentro e fora do Congresso Nacional.

Esse é o tema de um comentário que publiquei no meu canal do Youtube.

Serviço

Para assistir, acesse aqui.

Modernização

O Banco Nacional de Perfis Genéticos já fez a coleta de 67 mil perfis de criminosos condenados este ano, informou o Ministério da Justiça.

Poda

O Banco do Brasil reduziu para 2,69% ao mês os juros de empréstimos para quem recebe salários ou benefícios na instituição.

O detalhe

Para o crédito imobiliário, o BB reduziu a taxa para 7,4% ao ano.

´Tô fora´

Aviso recorrente de Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB: o partido não vai alimentar a estéril polarização entre PT e o governo Bolsonaro”.

Da boca de…

“… Discordo radicalmente de uma linha de pensamento mais antiga, que é fazer o bolo crescer para depois distribuir. O bolo não vai crescer, a situação do país é precária e altamente instável. Essas coisas (redução da desigualdade) têm de acontecer em paralelo com outras mudanças…” (Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, sobre a política econômica do governo Bolsonaro).

Atualização

Quando 2020 chegar, haverá uma mudança no cálculo da inflação oficial do País – o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A novidade é a exclusão de demandas que se perderam no tempo e a incorporação de novos hábitos.

O detalhe

O IPCA apura a cesta de consumo das famílias com rendimento mensal de até 40 salários mínimos.

Em retirada

O que será retirado do cálculo: feijão branco, amido de milho, abóbora, quiabo, ervilha, mandioquinha, chá, patê, carne em conserva, entre outros itens.

Novos hábitos

Exemplos do que vai ser aferido para apuração do novo IPCA: serviços de streaming (Netflix), transporte por aplicativo (Uber), novos produtos higiênicos e despesas com animais domésticos.

Mais: alimentos de preparo rápido, como macarrão instantâneo, suco em pó, gastos com estética, sobrancelha, cabeleireiro, barbeiro, depilação e atividade física.

Julgamento em Brasília com reflexos em Campina Grande...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube