Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 19/08/2019

A conta bilionária das prefeituras

Esparadrapo

A direção nacional do PSB pretende reunir, nesse começo de semana, as principais lideranças do partido na Paraíba para tentar amortecer a crise potencializada na última semana com a intervenção no diretório estadual, que culminou com o defenestramento da presidência do filiado Edvaldo Rosas, que estava no cargo ´a perder de vista´ em termos de tempo.

Dois dos convidados são o atual e o ex-governador, João Azevedo e Ricardo Coutinho, respectivamente.

Amortecedor

No final de semana, outra liderança importante dos socialistas, o senador Veneziano Vital do Rêgo, declarou que “vamos insistir, tentando compatibilizar as relações internas, até por força de saber que não há qualquer motivação para que um partido, que tem conduzido de forma eficiente a administração estadual, possa se fragilizar por razões menores”.

Tribuna

“Os problemas não são circunstanciais, são estruturantes. No país há uma regra para facilitar a vida do Estado, a arrecadação, mas não para colaborar com o contribuinte. É preciso valorizar quem gera emprego e oferece oportunidades (…) Contrabando é extremamente nocivo para a sociedade.”

Quem disse

Deputado Efraim Filho, DEM/PB, presidente da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Contrabando e à Falsificação, no recente seminário Tributação no Brasil, promovido pelo jornal Valor Econômico – SP.

Linha de passe

Tem evoluído, ao que se informa, o ´namoro´ entre a direção estadual do PRB (agora chamado de Republicanos), na pessoa do deputado federal Hugo Mota, com o deputado-presidente Adriano Galdino (PSB) acerca de uma eventual filiação do socialista.

Garimpo

No final de semana, o jornal Folha de São Paulo publicou uma entrevista com o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), relator do projeto de reforma tributária na Câmara Federal.

Leia alguns trechos a seguir.

Vai vingar?

“Nós temos um ambiente muito favorável. Há um clamor da sociedade também. Eu acho que esses fatores contribuem para que, depois de termos concluído uma das reformas mais difíceis, que foi a da Previdência, passe a ser a reforma tributária a grande reforma na Casa.

Legislatura atual

“O Congresso é reformista, sobretudo pela consciência que tem da responsabilidade com o país. Os parlamentares têm hoje uma consciência muito grande do papel da Câmara.

Indispensável

“Se não mexer no ICMS (imposto estadual), não tem reforma.

´Imposto do cheque´

“CPMF (contribuição sobre movimentação financeira) aqui não passa. Não há ambiente para aprovar. Vamos aguardar o que o governo vai propor.

Na ativa

O ex-vice-prefeito campinense José Luiz Júnior aceitou o convite da atual presidente do MDB na cidade, médica Tatiana Medeiros, e vai integrar a comissão municipal provisória.

Sem…

“Aqui o sol nasceu para todos, e a gente está de portas abertas. Nós precisamos fortalecer o nosso partido para que mais pessoas tenham o mesmo intuito de disputar uma cadeira na Casa de Félix Araújo”.

… Entraves

Vereador Sargento Neto, ao declarar que não é contra a anunciada filiação de outros vereadores campinenses ao PRTB.

Ela está viva!

“Ou o governo (Bolsonaro) repensa sua postura retrógrada, ou as retaliações só tendem a aumentar”.

Ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (Rede), nas redes sociais.

Novos tempos

“Aqui na Globo é um problema. Você quer dar a injeção e não encontra a bunda”.

Apresentador Fausto Silva, ontem, em desabafo no seu programa. Noutros tempos…

Sem hesitação

“Eu quero fazer ajustes no texto que veio da Câmara”.

Senador e (ex-sindicalista) Paulo Paim (PT-RS), ao dizer na tribuna do Senado, dias atrás, que não é contra a reforma da Previdência.

2ª feira filosófica

“A mesma razão que impede a ciência de legislar sobre o mistério, inibe a religião de aproximá-lo das leis científicas”.

Escritor Euclides da Cunha.

Na mídia

O jornal ´Estadão´ repercutiu a notícia relativa ao escritório político, em João Pessoa, de Ricardo Coutinho, “invadido na noite da última quinta-feira”.

Vasculhado

“Os ladrões, encapuzados, cortaram a eletricidade, reviraram tudo e levaram um computador. Outros objetos de valor não foram levados do local”, acrescentou a nota.

Articulação

As principais entidades que representam o municipalismo brasileiro – Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e Frente Nacional dos Prefeitos (PFNP) intensificam a movimentação no sentido de que os municípios sejam inseridos no ´guarda-chuva´ da reforma previdenciária, antes da conclusão da tramitação da matéria no Congresso Nacional.

Projeção

Conforme os cálculos das assessorias técnicas das duas entidades mencionadas, ficar de fora da reforma geral custará às cidades, no intervalo de uma década, algo em torno de R$ 170 bilhões, considerando o universo de 2.108 institutos municipais de previdência.

No limite extremo

No limite, está sendo cogitado o ingresso no Supremo Tribunal Federal com uma ação embasada no argumento de que é inconstitucional “a diferenciação entre brasileiros”, razão pela qual os servidores municipais teriam direito às mesmas regras de aposentadorias e pensões que forem adotadas para os servidores da União.

Eleições 2020: ´Calvário´ X ´Famintos´...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube