Fechar

logo

Fechar

Sintab realiza carreata para exigir aprovação do piso salarial da enfermagem

Ascom. Publicado em 1 de julho de 2021 às 20:40.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Centenas de profissionais da enfermagem realizaram na manhã de ontem, dia 30, carreata pelas ruas de Campina Grande com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a precarização profissional da categoria.

O ato faz parte da mobilização nacional para pressionar os congressistas a aprovar o Projeto de Lei 2564, que tramita no Senado Federal, onde institui o piso nacional da categoria e reduz a carga horária para 30 horas semanais.

Com o apoio do Sintab e da ASPEN-CG, a carreata ocorreu respeitando os protocolos sanitários e de distanciamento social.  

Giovanni Freire, presidente do Sintab, avaliou com sucesso o ato de ontem e disse que o próximo passo da categoria deve ser presencialmente no Congresso:

“O Sintab é regional, mas pode ter certeza, se houver mobilização nacional quero contar com no mínimo 1 ônibus de profissionais da enfermagem para ir a Brasília pressionar os deputados. Porque ali é igual a panela de pressão e o fogo tem que ser alto, senão não cozinha ligeiro”.

Os profissionais da enfermagem são compostos por três categorias: enfermeiras, técnicos/auxiliares e parteiras.

Embora seja um direito garantido na Constituição Federal, a luta pela aprovação do piso nacional e das 30 horas semanais já completa 3 décadas de negligência no Congresso Nacional.

O forte lobby dos hospitais privados faz com que sejam a única categoria da Saúde sem estes direitos regulamentados. Porém, com a situação pandêmica da Covid-19 e a atuação na linha de frente destes profissionais, fez reacender a luta pela valorização profissional da enfermagem e também construir aliados importantes em Brasília.

O senador Fabiano Contarato (REDE) e a senadora Zenaide Maia (PHS) abraçaram a causa da enfermagem nas audiências públicas.

Após live em defesa do projeto de lei realizada pelo Sintab com o senador Veneziano Vital (MDB) em maio, os outros senadores da Paraíba, Daniela Riberio (PP) e Nilda Godim (MDB), já se manifestaram positivamente pela aprovação da PL 2564, e garantem interlocução direta com o presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM).

A presidente da ASPEN-CG, Larissa Ribeiro, explicou que a enfermagem passa por um processo de luta que trouxe visibilidade para a categoria, escancarando as péssimas condições de trabalho e remuneração.

“Os enfermeiros e técnicos precisam se submeter a duas, três jornadas de trabalho para fazer um salário. A pandemia escancarou isso. E a luta tem sido fazer os deputados e senadores do Brasil entender que sem a enfermagem não se faz saúde”.

Com expectativa positiva entre a categoria e forte repercussão nacional, a enfermeira de saúde na família Priscila Medeiros convidou os deputados federais da Paraíba e o povo brasileiro a abraçar a causa da enfermagem.

De acordo com Priscila, a enfermagem faz parte de todos os momentos da vida e, desde o nascer ao falecer, sempre haverá um enfermeiro, um técnico/auxiliar, uma parteira ao seu lado:

“Então valorize a enfermagem e venha para a nossa luta”, disse ela.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube