Fechar

logo

Fechar

Prefeito de CG pede suporte financeiro ao Estado para prestação de saúde a municípios

Codecom/CG. Publicado em 21 de julho de 2021 às 21:40.

Foto: Codecom

Foto: Codecom

O prefeito Bruno Cunha Lima recebeu, na tarde desta quarta-feira, 21, no Palácio do Bispo, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Antônio Medeiros. Durante reunião de trabalho, ao lado dos secretários Filipe Reul e Gilney Porto, respectivamente titular e executivo da Saúde; o prefeito, além de relatar os avanços e desafios da saúde municipal durante a pandemia do novo coronavírus, apresentou uma lista de pleitos em prol do fortalecimento da estrutura do setor na cidade, principalmente os serviços prestados a paraibanos de todas as regiões do Estado.

Um dos pontos abordados no encontro foi a necessidade de o Município receber mais recursos para financiamento dos serviços de obstetrícia, tratamento às vítimas da covid e oncologia.

Para Bruno, as soluções devem surgir a partir do diálogo e uma política de parceria entre os diversos entes administrativos, o que vai possibilitar o atendimento das demandas da população.

Bruno lembrou ao secretário estadual que Campina Grande sempre esteve de portas abertas para o atendimento aos pacientes oriundos de todas as partes da Paraíba, porém, o Município assume um alto custo na realização de procedimentos, sem que tenha a devida contrapartida.

Segundo Bruno, Campina Grande cobre as necessidades de uma vasta região da Paraíba, destacando, entre outros fatos, que cerca de 70% dos partos realizados no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA) são de pacientes oriundas de outras cidades, notadamente casos de gravidez de alto risco.

“Temos aqui uma Secretaria municipal que é, praticamente, uma Secretaria estadual de Saúde, pois chegam à nossa cidade casos que são um verdadeiro ‘supra-sumo’ de complexidade”, garantiu.

Para o prefeito, Campina Grande ainda necessita de convênios em setores como o de oncologia, sendo esta medida de fundamental importância para os pacientes vindos das mais distantes regiões do Estado, que poderiam ser tratados na cidade sem a necessidade de deslocamento até a capital.

Neste contexto, também se ventilou, entre outras medidas, a necessidade de repactuação de procedimentos oncológicos.

Foto: Codecom

Foto: Codecom

Outras demandas

Bruno ainda pontuou a necessidade de apoio do Estado para a aquisição de equipamentos e de outros recursos materiais que atendam às demandas da saúde local e também reivindicou o fornecimento de informações da produtividade do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

A meta é fazer com que os setores de planejamento da saúde estadual e municipal possam dialogar de maneira mais frequente e aberta, fazendo com que toda a produtividade do Hospital de Emergência e Trauma seja informada ao Município, para que seja cadastrada no Ministério da Saúde e, com isso, a Paraíba e Campina Grande recebam mais recursos e possam ampliar a prestação de serviços.

Segundo Bruno Cunha Lima, como Campina Grande tem gestão plena de saúde, o fornecimento e o cadastramento de informações para a comprovação da produtividade, junto ao Ministério da Saúde, é feita pelo Município, embora uma parte desses serviços seja prestado por hospitais contratualizados, como é o caso da FAP ou por unidades públicas, a exemplo do Hospital de Emergência e Trauma.

O secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, garantiu estar receptivo às reivindicações do prefeito e fez elogios à gestão municipal pela ampliação do Hospital Dr. Edgley, para o atendimento no setor de hemodiálise e brevemente como hospital referência de assistência à pessoa idosa, em Campina Grande.

O secretário assegurou, ainda, que as equipes técnicas de Campina Grande e do Estado estarão intensificando os encontros de trabalho, para que saídas sejam encontradas para as reivindicações formuladas.

Participantes

Estiveram presentes à reunião os secretários municipais Filipe Reul (Saúde), Gilney Porto (Executivo da Saúde) e Gilbran Asfora (Chefia de Gabinete); além de Sérgio Farias (diretor administrativo da Saúde), Aécio Melo (procurador geral do Município), Érika Castro (assessora da Procuradoria Geral do Município), José Araújo (assessor jurídico do Gabinete do Prefeito), Denildo Marcos (gerente de processamento do SUS), Nelson Calzavara (assessor especial para gestão do SUS), Flaviana Maribondo (assessora da Secretaria estadual da Saúde) e Marcos Alfredo (Codecom). Também compareceram os vereadores Marinaldo Cardoso, Alexandre do Sindicato, Eva Gouveia, Fabiana Gomes e Carol Gomes.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube