Ex-senador: “A política brasileira é uma política de ódio”

Da Redação. Publicado em 5 de julho de 2021 às 19:38.

Foto: Galileu Oldenburg/Agência ALRS

Foto: Galileu Oldenburg/Agência ALRS

O ex-senador José Paulo Bisol (RS) morreu há poucos dias.

Ele foi companheiro de chapa do ex-presidente Lula numa das disputas pela Presidência da República.

A TV Senado reprisou, dias atrás, uma entrevista que Bisol concedeu à emissora. Vale a pena ler alguns trechos de suas declarações.

“A humanidade se desenvolve de forma extraordinária, maravilhosa, rica, exuberante, milagrosa, quando se fala em ciência. Mas, em ética e em moral, a humanidade é um desastre progressivo. Porque a realidade concreta, essa que nós construímos todos os dias, a realidade política desmente qualquer princípio ético.

“A rigor, que me perdoem os políticos brasileiros, a rigor a política brasileira é uma política de ódio. Ódio é um desejo de destruição. A gente esquece de revisar esses conceitos e fica empregando a palavra ódio sem saber o que está dizendo.

“Ódio é o desejo de destruir o odiado. E o comportamento político partidário no Brasil é de ódio, é de extinção do outro – seja partido de esquerda, seja de direita”.

*com informações da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza

Para ler a coluna completa desta segunda-feira, acesse aqui:

Conterrâneos resistentes • Paraíba Online (paraibaonline.com.br)

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube