Fechar

logo

Fechar

Covid-19: secretários de Saúde opinam sobre decisão de ampliar vacinação na Paraíba

Da Redação*. Publicado em 16 de julho de 2021 às 12:27.

Foto: Ascom/Ministério da Sáude

Foto: Ascom/Ministério da Sáude

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, comentou a decisão do Estado em usar o estoque de vacinas contra Covid-19 que seriam utilizados na aplicação de segundas doses como primeira dose, assim ampliando a vacinação do público em geral.

“Trabalhos [científicos] mostram que após 14 dias da primeira dose você já apresenta uma proteção de 70% a 76% no caso da vacina da Astrazeneca, por isso que a Paraíba está sendo a protagonista no Brasil com essa atitude”.

Ele pontuou que a Paraíba está indo na contramão de outros Estados que preferiram antecipar a aplicação das segundas doses, o que, segundo o gestor, pode afetar a imunização.

“Há uma perda na reação imune, que cai de 80% para 59,7%, isto é mais ou menos 20% de queda da imunidade, quando você antecipa de três para dois meses”, disse.

A decisão de ampliação surgiu como uma preparação para uma possível chegada da variante Delta na região.

“A variante Delta já se dissemina no Reino Unido, originando um aumento acentuado no número de casos novos confirmados, e para que isso não ocorra na Paraíba quando ela chegar na Paraíba, já que ainda não temos confirmados, teremos um anteparo em relação à chegada, assim como de outras variantes”.

Ainda sobre a decisão, o secretário de Saúde de Campina Grande teceu alguns comentários, durante entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (16), que contou com a participação do próprio Geraldo Medeiros e ainda do secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha.

“Foram estudos técnicos apresentados e discutidos com o objetivo de ampliar a imunização de toda população com aplicação de primeira dose, o que vai acarretar a diminuição na taxa de internação hospitalar. Com essa ampliação da vacinação, a possibilidade das pessoas terem quadro complicado da doença e precisar de leitos de UTI ou enfermaria é menor […] Vamos ter um efeito superpositivo, não é por achismo, é baseado na ciência”, esclareceu Reul.

O secretário Fábio Rocha também comemorou a decisão e disse que esse é um ótimo passo que a Paraíba dá, além de comentar o cenário atual na capital.

“Em João Pessoa chegaremos a 75% de pessoas com primeira dose, e a meta é chegar em 100% brevemente”, finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube