Colunista analisa ´greve´ no setor de ônibus de Campina Grande

Da Redação. Publicado em 10 de julho de 2021 às 17:35.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Esta semana ocorreu mais uma paralisação dos operadores no sistema de transporte público de Campina Grande.

A alegação é de atraso nos salários e de outros benefícios de natureza remuneratória. 

Conceitualmente falando, é pouco razoável imaginar uma harmônica e ampla mobilização de natureza trabalhista, num país com perto de 15 milhões de desempregados, sem a concordância ou, pelo menos, a tolerância do setor empregador.

Os movimentos recentes desse setor empresarial denotam nitidamente uma deliberada ação para colocar o poder público municipal ´contra a parede´.

Em Nota divulgada, o Sitrans informa que “para que essa situação seja contornada” será necessária “a adoção de medidas efetivas e definitivas por parte do poder concedente (PMCG) para manutenção do equilíbrio econômico-financeiro do contrato de prestação do serviço”.

“Do contrário, o efeito inevitável será o colapso”, acrescenta.

Literalmente, a PMCG também virou ´passageira´ nessa questão. 

*com informações da coluna Aparte, publicada no PARAIBAONLINE e assinada pelo jornalista Arimatéa Souza

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube