Após religamento do sistema, águas da transposição estão a caminho do açude de Boqueirão

Da Redação*. Publicado em 13 de julho de 2021 às 12:27.

Foto: Paraibaonline/ Arquivo

Foto: Paraibaonline/Arquivo

O diretor-presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Porfírio Loureiro, falou nesta terça-feira (13), em entrevista a uma emissora de rádio, sobre o bombeamento de água no trecho do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco na Paraíba.

Neste ano houve um religamento do sistema. As águas da transposição estão a caminho do Açude Epitácio Pessoa, conhecido como açude de Boqueirão, que fica localizado no Cariri paraibano.

– No final do mês de abril foi iniciada a defluência novamente de Monteiro. Com 1,5 metro cúbico por segundo, acumulamos esta água basicamente no açude de Poções. Quando foi agora no dia 15 de junho abrimos as válvulas de Poções para três metros cúbicos e aumentou a de Camalaú para 1,5 metro cúbico por segundo. Esta água passou de São Domingos do Cariri em direção ao Açude de Boqueirão – disse.

De acordo com Porfírio, a Aesa solicitou ao governo federal o aumento da vazão da saída de água para que aumente o volume de água em açudes paraibanos.

– Pedimos ao Ministério da Integração que aumentasse esta vazão de 1,5 para quatro metros cúbicos por segundo. Recebemos uma resposta afirmativa e, provavelmente, no final desta semana e início da próxima será aumentada esta vazão. Sendo aumentada esta vazão, vamos aumentar também a vazão de Poções para quatro metros cúbicos por segundo e Camalaú para quatro metros cúbicos por segundo. A intenção é colocar três metros cúbicos por segundo em Boqueirão – concluiu.

 

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube