Ambulatório de saúde mental está em funcionamento e passará por expansão, em Campina Grande

Da Redação. Publicado em 14 de julho de 2021 às 20:50.

Foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil

A psicóloga Lívia Sales, coordenadora da Saúde Mental de Campina Grande, reforçou, durante participação em um programa de rádio local, o funcionamento do ambulatório em saúde mental inaugurado em fevereiro deste ano, no Centro de Saúde do bairro Catolé.

Ela explicou que o serviço oferece atendimento psicológico e psiquiátrico para pessoas em sofrimento e/ou transtorno mental de leve a moderado, e enfatizou, que, inclusive, devido ao aumento na demanda na procura de atendimento, o ambulatório está em fase de ampliação para alcançar ainda mais pessoas.

Livia contextualizou informando que no início dos atendimentos o número de pessoas assistidas chegava a cerca de 700, mas hoje passa de 1600.

“Recebemos pessoas tanto por demanda espontânea, acolhendo quem chega lá e identificado se realmente é demanda para esse serviço ou para os outros serviços da nossa rede de atenção psicossocial, que conta ainda com os Caps, a própria emergência psiquiátrica que fica no Doutor Edgley, Centro de Convivência, dentre outros. E outros pacientes que chegam encaminhados de serviços de saúde da cidade”, disse.

A psicóloga fez questão de reforçar também que os pacientes não têm um perfil específico, seja ele de renda ou idade, com exceção de crianças e adolescentes, que ainda não são o foco do ambulatório, mas passarão a ser no pós expansão.

“É preciso saber que qualquer um de nós pode adoecer, que não há imunização, a própria Organização Mundial de Saúde estima que uma em cada duas pessoas em algum momento da vida vai precisar desse auxílio […] É importante reconhecer se algo está errado, a hora de pedir ajuda e não exitar”, finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube