Suspeito de causar acidente que matou jovem de 22 anos vai para prisão domiciliar

Da Redação. Publicado em 9 de junho de 2021 às 21:58.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Por decisão tomada em audiência de custódia, nesta quarta-feira (9), o motorista suspeito de causar o acidente e matou o jovem Isaac Filho, de 22 anos, ocorrida nesta terça-feira (8), ficará em prisão domiciliar, com o uso de tornozeleira eletrônica, devido à idade.

O suspeito foi indiciado por homicídio com dolo eventual, ou seja, quando acontece do autor assumir as consequências do ato, e vai responder pelo crime.

“Tomei cerveja, não vou negar. Tem uns coroa lá, pessoal tudo da nossa faixa etária. A gente escuta música, toma uma cerveja e cada um vai pra sua casa”, afirmou o suspeito na delegacia.

O homem que dirigia o automóvel teria jogado o carro para a esquerda sem sinalizar, a vítima estava passando na lateral do carro e foi atingida.

O teste de bafômetro foi realizado pela polícia, e foi constatado o teor alcoólico de 0,74 no motorista. De acordo com a Lei Seca estabelece uma tolerância de 0,3 miligramas de álcool por litro de ar alveolar.

O jovem, que chegou a ser atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), não resistiu e morreu no local.

O velório aconteceu às 15h, no templo central da Assembleia de Deus, no bairro de Jaguaribe. O sepultamento ocorreu em um cemitério particular que fica localizado no mesmo bairro.

Isaac Filho, vítima do acidente,era proprietário de uma loja de equipamentos eletrônicos, que fica no Centro da cidade, e neto do pastor presidente da Assembleia de Deus na Paraíba (ADPB), José Carlos de Lima.

Na última segunda-feira (7), dezenas de celulares foram roubados em um assalto em seu estabelecimento, resultando em um prejuízo de mais de R$ 40 mil. Entretanto, os suspeitos, foram presos em seguida, e os objetos recuperados.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube