Super Dança dos Famosos: os que voltam da repescagem

Da redação com Folhapress. Publicado em 27 de junho de 2021 às 22:45.

Foto: Gshow

Foto: Gshow

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Aconteceu neste domingo (27) a primeira etapa da repescagem do Super Dança dos Famosos. Rodrigo Simas, 29, e Robson Caetano, 56, levaram a melhor e se classificaram para a semifinal da disputa, onde irão enfrentar os campeões da primeira fase.

Os dois, campeão em 2006 e em 2012, respectivamente, enfrentaram Mariana Santos, 44, e Nelson Freitas, 58, que deixam a competição. As apresentações ocorreram no ritmo pop atual, diante de Rafa Kalimann, 28, Caio Ribeiro, 45, e Wesley Safadão, 32, que compuseram o júri artístico, e Claudia Mota e Carlinhos de Jesus, 68, compondo o júri técnico da competição

O programa foi aberto com um show inédito de Wesley Safadão. Esse é a terceira vez que o Super Dança dos Famosos é apresentado por Tiago Leifert, após a saída definitiva de Faustão da Globo.

A pontuação das duplas foi a seguinte: 59,7 para Rodrigo Simas e Nathália Ramos; 59,4 para Robson Caetano e Beatriz Larrat; 59,3 para Mariana Santos e Élcio Bonazzi, e 59,1 para Nelson Freitas e Paula Santos.

Após a repescagem, as duplas que conseguiram uma nova chance irão enfrentar diretamente os campeões da primeira fase na semifinal.

Na semana passada, Christiane Torloni, 64, levou a melhor e garantiu a última vaga na semifinal da competição sem a repescagem. A atriz, que foi campeã da disputa em 2008, dançou ao lado de Álvaro Reys e teve como oponentes os atores Odilon Wagner e Tiago Abravanel, terceiros colocados em 2011 e 2013, respectivamente.

VIDEOCASSETADAS

Antes da apresentação dos resultados da Super Dança dos Famosos, os humoristas Dani Calabresa e Welder Rodrigues assumiram o comando das videocassetadas.

A edição deste domingo marca o retorno dos vídeos engraçados à programação da Globo, que não foram exibidos na última edição do programa, em 20 de junho.

A dupla teve a missão de comentar as imagens que precedem há décadas o encerramento do programa e o início do Fantástico. Ao sair do palco, Welder falou “vacina boa é vacina no braço”, sobre a importância em se imunizar contra a Covid-19.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube