Secretária dá detalhes sobre o casamento coletivo do São João de Campina Grande

Da Redação. Publicado em 11 de junho de 2021 às 18:15.

Foto: Codecom/CG

Neste sábado, 12, Dia dos Namorados, será celebrado o tradicional casamento coletivo do São João de Campina Grande. O evento vai ser realizado de forma híbrida, tendo em vista a pandemia de coronavírus, com a presença física apenas de noivos e equipe realizadora, na Vila Sítio São João, mas com transmissão ao vivo.

A secretária de Cultura de Campina Grande, Giseli Sampaio, contou, em entrevista à CBN FM, que a 31ª edição da celebração contará com a participação de 20 casais, que estão superando esse período pandêmico juntos, celebrando a vida e o sentimento que os une.

“A Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, proporcionará a esses casais uma linda celebração. Eles receberão as vestimentas, terno, vestidos de noiva, toda indumentária, além de corte do cabelo, penteados e maquiagem, com a parceria do Senac e, em parceria com o Procon, receberão um mini bolo de noiva com espumante, que eles vão levar para casa”, completou.

A juíza que conduzirá a cerimônia, Ivna Mozart, também falou das expectativas da ocasião durante entrevista à mesma emissora.

“A gente vem de um ano que quebrou a sequência de mais de 30 anos de casamento coletivo. Eu, particularmente, venho celebrando desde 2016 e o ano passado estava no início da pandemia, não estávamos ainda adaptados, então não houve o casamento coletivo. Este ano o município encontrou caminhos, se reinventou e pensou em um formato”, ponderou.

O formato híbrido, segundo ela, ao mesmo tempo que vai celebrar com brilho o evento, também levará em conta a segurança e saúde de todos os envolvidos.

Ivna destacou ainda a importância do casamento como uma edição de superação e uma luz na escuridão em meio a tanto luto e tristeza.

“O casamento é sempre um ato de amor de fé e esperança, as pessoas se unem na esperança de uma vida melhor. Acredito no impacto social e até emocional na vida de todos nós”, enfatizou.

Por fim, a juíza pontuou que, como dita a tradição junina da cidade, o casamento será feito em forma de poesia, e este ano trará uma retrospectiva do que vimos passando.

– Vou deixar um pequeno spoiler para não perder a graça: “meu cumpade ultimamente vi de tudo acontecer, príncipe que deixa a realeza para como plebeu viver, apagão, queimada, guerra, que fez gente e animal morrer” – finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube