Laudo aponta que Patrícia Roberta foi morta por asfixia

Da Redação. Publicado em 4 de junho de 2021 às 15:56.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Foto: Reprodução/Redes Sociais

O laudo de necrópsia do Instituto da Polícia Científica confirmou que a jovem Patrícia Roberta, de Caruaru, que esteve em João Pessoa para ficar na casa do amigo Jonathan Henrique dos Santos, foi morta por asfixia causada por esganadura.

De acordo com o advogado da família, Robério Capristano, Patrícia sofreu violência através das mãos do agressor e o laudo mostra que uma unha da vítima estava quebrada, o que demonstra que ela tentou se defender das agressões de Jonathan.

Ele disse que não há registro de uso de drogas por parte de Patrícia, apenas do medicamento Ibuprofeno, que a jovem teria tomado para amenizar algum tipo de dor. Também disse que o laudo não mostrou qualquer vestígio de abuso sexual.

*Com informações da Rádio Correio FM.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube