Gervásio Maia vota contra projeto que restringe punição por improbidade

Da Redação/Haceldama Borba. Publicado em 17 de junho de 2021 às 21:05.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O deputado federal Gervásio Maia (PSB) foi o único parlamentar da bancada paraibana em Brasília a votar contra ao projeto que altera a Lei de Improbidade Administrativa e estabelece que funcionários públicos apenas possam responder pelo crime se for comprovado que houve intenção de lesar a administração pública e na qual muitos juristas consideram a propostas um retrocesso no combate à corrupção.

Maia contestou a rapidez com que o projeto foi aprovado e criticou dizendo que essa maneira célere sem debate, sem discussão tem sido uma constante também na Casa em relação a outros temas relevantes e citou a venda da Eletrobras, a PEC 32 que trata, segundo ele, absurdamente de alterações em dispositivos sobre servidores e empregados públicos.

“São tempos bem difíceis, mas eu vou seguindo aqui votando de acordo com aquilo que eu acredito, que eu entendo de melhor para as futuras gerações. Eu vou nessa linha. Esse tema é bem polêmico e o PSB ainda conseguiu retirar uma parte do texto sobre o nepotismo”, disse.

Muito embora considerando que a proposta é um avanço, Maia votou contra por achar que não era o momento. “Como vamos mexer em algo tão relevante que foi um avanço para o país anteriormente para fazer alterações numa lei importante, às pressas, sem debate, no meio de uma pandemia, sem fazer audiências públicas, sem poder receber categorias e com muito açodamento”, indagou o parlamentar.

O deputado afirmou ainda que tem batido muito nessa tecla no tocante às prioridades do Congresso Nacional, que para ele devem ser pautas inerentes à pandemia ou em torno dela.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube