Ex-prefeito de João Pessoa: “Aliança com Romero pode ser dificultada por apoio dele a Bolsonaro”

Da Redação*. Publicado em 21 de junho de 2021 às 9:52.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline/Arquivo

O ex-prefeito de João Pessoa e presidente do Partido Verde na Paraíba, Luciano Cartaxo, declarou que o fato de a campanha eleitoral de 2022 ser praticamente nacionalizada, uma coisa que pode dificultar a sua aproximação do ex-prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD), no que se refere à formação de uma chapa de oposição à reeleição de João Azevêdo (Cidadania), é o apoio declarado por Romero à reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

Cartaxo comentou que o presidente tem sido negligente e por isso vem perdendo a oportunidade de unir a nação em busca de melhorias para o brasileiro.

– O que temos visto é a pobreza do país crescendo ainda mais; falta de geração de políticas públicas e de investimento; voltamos ao mapa da fome; desemprego batendo recordes todos os dias. Torço por esse suspiro que estamos esperando da economia aconteça. Mas, até agora, isso não chegou à mesa dos brasileiros.

Luciano Cartaxo declarou ainda que não há a menor condição dele votar ou apoiar a reeleição do presidente da República. Segundo o ex-prefeito da capital paraibana, isso se dá por diversas razões e principalmente porque, nas palavras dele, Bolsonaro tem se comportado como um verdadeiro “propagandista do coronavírus”.

– Nem o gesto mais simples tem sido feito por ele. Pelo contrário, ele incentiva as pessoas a não fazerem o básico, que é o uso de máscara. Um gesto que pode salvar sua vida e a do próximo. Essa dita por ele “gripezinha” já vitimou mais de 500 mil brasileiros – alfinetou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube